Depois de críticas, fracassa leilão de Richa para venda de florestas no PR

Bateu na trave a privatização das florestas públicas do Paraná; oposicionistas Gleisi e Requião atacaram leilão promovido pelo governador Beto Richa; mercado ficou inseguro por causa de venda em fim de mandato; senador do PMDB ingressou na Justiça e bancada estadual do PT calculou prejuízo ao erário maior que R$ 1 bi.

Bateu na trave a privatização das florestas públicas do Paraná; oposicionistas Gleisi e Requião atacaram leilão promovido pelo governador Beto Richa; mercado ficou inseguro por causa de venda em fim de mandato; senador do PMDB ingressou na Justiça e bancada estadual do PT calculou prejuízo ao erário maior que R$ 1 bi.

O governador Beto Richa (PSDB) não conseguiu privatizar 12 mil hectares de florestas públicas, pois fracassou o leilão previsto para a tarde desta segunda-feira (26). Nenhum lance foi feito no certame devido insegura do negócio em fim de mandato. Os dois principais concorrentes do tucano se pronunciaram contra a venda de florestas remanescente da Mata Atlântica, situada entre a Serra do Mar e o interior do Paraná.

Hoje pela manhã, em nota oficial, a senadora Gleisi Hoffmann (PT) atacou o leilão de Richa. Segundo ela, a privatização tucana representa ameaça concreta a conservação ambiental e aos direitos das gerações futuras!.

O senador Roberto Requião (PMDB) entrou na Justiça pedindo liminar para suspender a venda das florestas do Paraná. Ele disse que ingressou no judiciário porque se deixar não vai sobrar nada do Estado. à‰ privatização da Sanepar, privatização da Copel, terceirização em tudo, as tais PPPs entregando estradas para o setor privado com pedágios absurdos depois para a população, dívida em cima de dívida!, justificou.

O objetivo do governo era vender as terras junto com o reflorestamento de pinus, mas por um preço muito abaixo dos correntes no mercado. Segundo cálculos feitos pela bancada do PT, o estado teria um prejuízo de mais de R$ 1 bilhão só na venda da madeira, sem contar que também estaria entregando as terras.

30 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. No fantasma não cola pois o ente assombrativo é imune à realidade. Ainda bem, as idéias chupa-chupa dele, nem o Drácula suga.

  2. O guri de prédio, quer vender a mata atlântica p fazer campanha, e o fato de não aparecer comprador é estratégia pra comprarem por um preço irrisório no segundo leilão, o Esmael tinha colocado uma foto de plantação de eucalipto p confundir o eleitor pois eucalipto pode derrubar, se sair essa venda em uma segunda tentativa será o fim de nossas reservas naturais. muito triste.

  3. Não vale o Requião e a Gleisi se colocarem contra a venda de plantios exóticos. Antes, deveriam ter se colocado a favor do Estado que representam (?) na questão da liberação dos empréstimos.

  4. Só carrapatos sobrevivem – e se multiplicam adoidados numa floresta de pínus. Duvido que encontraram macacos nalguma delas. Os cuidados, a segurança delas, custam horrores. Tem mais é que vender mesmo.

    • O Parreiras será ceifado pela foice do baiano. Vou plantar parreira na floresta para o bem da passarada. Quanto aos carrapatos, eles medram na grama que a sega cega do baiano não sega. Por isso se coça da coça.

  5. Pela foto é uma floreta plantada, isto é, com essencias exóticas, que nada tem a haver com a diversidade bioilógica da mata atlântica original.
    É um estoque de matéria prima.
    Se é propriedade do estado e é floresta plantada deve ser manejada na época correta, até para que haja melhoramento florestal.
    Agora o que fica em aberto é a forma da negociação.
    Uma grande floresta do falecido Banestado foi praticamente doado a empresa Guararapes de Palmas, cujo dono, na época era um grande amigo do JLerner.
    Se for floresta plantada tem que ser vendida, mas que sejam utilizados critérios de preferência sociais.
    Uma idéia: dividir o estoque em pequenos lotes e vende-los para os pequenos madeireiros do Paraná, evitando engordar mais uma vez os estoques das grande industrias que sufocam os pequenos produtores,

  6. kkk, piada pronta!! Se a senadora tem o PODER de impedir a venda de algo, por q nao usa esse PODER TODO Ppara liberar as verbas para o estado que ela representa?

  7. Quem preparou essa marmelada foi o Dep. CHEIDA.
    Falso ambientalista, agora está inelegível. Esse elemento é da pior qualidade e pior espécie existente. Vai tomar um pau feio na eleicao, fará 15 mil votos ou menos e não será eleito.

    O movimento ambientalista do Paraná fará sua parte para desmascarar definitivamente este sujeito.
    Um abraço para o Laert Duda, aquario do litoral, resíduos sólidos e demais mutretas.
    O chumbo será grosso!

  8. QUEREM SABER, MESMO ?. O lamentável em tudo isso é que, mesmo que queiramos esquecer OS ESTRAGOS “promovidos” por FHC, SERRA, LERNER E DEMAIS DO GRUPO Vendilhões com o “INDISPENSÁVEL” apoio da Velha Mídia, se nos apresenta mais um “FIEL SEGUIDOR” para dar continuidade ao DANTESCO HISTÓRICO. Lá se foram o BANESTADO e as ESTRADAS (Contrato Perpétuo e Blindado ““ inclusive o Mentor) e quase a COPEL, não fosse o Sr. Requião ter conseguido ainda pegá-la “pelo rabo” naquela oportunidade. Mas como “esperança é a última que morre” falta um bom tempo para o final de mandato… !. E atente para a DANTESCA HISTÓRIA JÁ NOSSA CONHECIDA : Dá-se como NÃO RENTÁVEL E ESTÁ NO “VERMELHO” (no caso específico, a aludida Floresta), “faz-se a cabeça do povo” através de FARTA E ARDILOSA COMUNICAÇÃO NA MÍDIA, vende-se aos “irmãozinhos” e pronto !. Ato contínuo, monta-se uma empresa com os PROTAGONISTAS ALIADOS para fabricar carvão. Vai viver o resto da vida no mole e comendo churrasco “À BRASA DO POVÃO” !. O IMPORTANTE – para os tucanos – é se livrar de compromissos; o negócio É CHUTAR A BOLA PRO MATO e ganhar a partida em “outras esferas”…!. Para elucidar, algumas referências (só uma “palhinha”): VALE DO RIO DOCE, QUASE PETROBRA”X”, TRENSALÃO, PRIVATARIA TUCANA, BANESTADO, QUASE COPEL, ESTRADAS DO PARANÁ, ufa !!!. Eu até acredito que alguns nossos “LÍDIMOS” representantes torcem para que o POVÃO SEJA AFETADO POR UMA EPIDEMIA DE AMNÉSIA !!!.

  9. reflorestamento de pinus não é floresta natural

  10. kkkkkkkkkkkkkkkk Bom caráter??? Você sabe o que significa bom caráter?

  11. Até parece que algum comprador de madeira está preocupado com o que Requião e Gleisi falam ou deixam de falar. Como é fácil para esses senadores de si mesmos enganarem o povo e os blogueiros desavisados!

  12. Esperar o que de um governo destes? Sem frisar o lado político da questão pela oposição dos opositores a governo nas eleições deste ano. Tenho que parabenizar o Requião e a Gleisi pela atitude. O nosso Estado já não tem mais florestas naturais e o pouco que existe o playboy das araucárias quer acabar.

  13. Todos já estão conscientes de que é o último ano do Betão.

  14. Deus do céu, livrai-nos rapidamente desse guri-playboy que está brincando de governar nosso Paraná!

  15. A oposição, mais uma vez, cria um rebuliço totalmente fake, baseado em uma absurda lenda urbana de que o governo estaria “vendendo” a mata atlântica. Mas, graças a Deus, o Beto Richa é um político protegido pelo teflon do seu bom caráter. Essa sujeirada atirada por mensaleiros e mamonas desesperados nunca vai colar em sua imagem.

  16. a gleisi tem uns problemas políticos mas nessa tirou o chapéu pra ela , já pra cleusa ronase ferreira do PV deixou a desejar principalmente sendo uma questão ambiental de suma importância o pv teria que marcar posição,

  17. Parabéns ao Senador Requião e a Senadora Gleisi pelo impedimento de mais essa loucura que o tucano ia cometer.

    • Se você é engenheiro florestal eu sou eleitor do Requião kkkkkkk
      Se fosse, saberia que essa notícia é o complemento falso de uma informação distorcida.

      • E você, baiano, é eleitor do Inepto Richa ?? Credo, como tem gente que gosta de ser enganada…

      • Venha conhecer a Embrapa Floresta e verás que em todo reflorestamento teem bordaduras e APPs com espécies nativas e, é essa floresta que tem que ser protegida. Os “empresários madeireiros” que estão por tras da negociata não respeitam essas áreas porque isso aumenta o custo da extração da madseira reflorestada. Venha aqui conhecer e depois fale.

        • Engenheiro, quando você escreveu a frase “mais essa loucura que o tucano ia cometer” já entrou no jogo eleitoreiro e perdeu toda a credibilidade que poderia ter. Depois dela, poderia dizer até que dois mais dois são quatro que eu colocaria em dú vida…