Por Esmael Morais

Confronto do ano: Richa ou Requião? Falta 1 mês para a convenção do PMDB

Publicado em 20/05/2014

Convenção estadual do PMDB do Paraná, daqui um mês, é revestida de importância estratégica porque, se definir pela candidatura própria de Requião, poderá tirar o governador Beto Richa (PSDB) do segundo turno; o evento peemedebista no próximo dia 20 de junho já é considerado o confronto do ano! na política; De Paranaguá a Foz do Iguaçu, só se fala nisso.

Convenção estadual do PMDB do Paraná, daqui um mês, é revestida de importância estratégica porque, se definir pela candidatura própria de Requião, poderá tirar o governador Beto Richa (PSDB) do segundo turno; o evento peemedebista no próximo dia 20 de junho já é considerado o confronto do ano! na política; De Paranaguá a Foz do Iguaçu, só se fala nisso.

Só se fala nisso em todo o Paraná. De Paranaguá a Foz do Iguaçu o papo político gira em torno da convenção estadual do PMDB, que vai ocorrer no próximo dia 20 de junho. Na cédula de 600 convencionais duas opções apenas: “coligação” ou “candidatura própria”.

Se vencer “coligação”, o governador Beto Richa (PSDB) poderá antecipadamente encomendar novo terno para a posse de reeleição. A disputa direta com a senadora Gleisi Hoffmann (PT) favorece o ocupante do Palácio Iguaçu.

Se os delegados peemedebistas definirem pela candidatura própria, o senador Roberto Requião poderá mandar o tucano para a casa antecipadamente. Nesse cenário, Richa poderá ficar fora do segundo turno (clique aqui).

A convenção estadual do PMDB já é considerada o confronto do ano em virtude de sua importância estratégica no tabuleiro eleitoral. Portanto, será daqui exato um mês que as eleições serão definidas no Paraná.

Richa ou Requião, eis o confronto na convenção do PMDB.