Aécio quer adotar modelo de gestão de Richa para o país. Não é piada

Publicado em 19 maio, 2014
Compartilhe agora!

Aécio Neves desembarca nesta tarde em Curitiba para aprender mais sobre o "choque de gestão" do correligionário Beto Richa; ideia do presidenciável do PSDB é levar modelo paranaense para o resto do país, caso seja eleito em outubro; governo Richa é marcado por calotes em fornecedores, viaturas das polícias sem combustível e até os cães a serviço da PM passam fome por falta de ração; tucano mineiro também participa de lançamento do livro "José Richa - Imagens e Histórias de um Político de Verdade", o Instituto Teotônio Vilela, e participa de um jantar reservado a lideranças do partido.
Aécio Neves desembarca nesta tarde em Curitiba para aprender mais sobre o “choque de gestão” do correligionário Beto Richa; ideia do presidenciável do PSDB é levar modelo paranaense para o resto do país, caso seja eleito em outubro; governo Richa é marcado por calotes em fornecedores, viaturas das polícias sem combustível e até os cães a serviço da PM passam fome por falta de ração; tucano mineiro também participa de lançamento do livro “José Richa – Imagens e Histórias de um Político de Verdade”, o Instituto Teotônio Vilela, e participa de um jantar reservado a lideranças do partido.
O senador Aécio Neves (PSDB-MG), pré-candidato à  Presidência da República, não esconde de ninguém que sonha para o país o modelo de gestão implantado pelo governador Beto Richa (PSDB) no Paraná.

Viemos para o Paraná para buscar exemplos com o governador Beto Richa. Temos o Mãe Paranaense, que gostaríamos de estender por todo o país; ou o apoio ao pequeno produtor rural, como o maquinário para o escoamento da produção!, disse Aécio em setembro de 2013, quando visitou o Paraná (clique aqui).

Nesta segunda-feira (19), o tucano mineiro volta à  terra das araucárias para o lançamento do livro José Richa – Imagens e Histórias de um Político de Verdade. O evento será à s 18h30 na Assembleia Legislativa do Paraná.

O governador Beto Richa aproveita a presença do correligionário para apresentar pesquisa realizada em Londrina que o coloca na dianteira da disputa de outubro e detalhar o modelo de gestão paranaense.

O diabo é que o “choque de gestão” de Richa literalmente quebrou o Paraná, fato este que já é de conhecimento de todo o país. Além de calotes em fornecedores, a gestão tucana deixa viaturas das polícias sem combustível e até os cães a serviço da PM passam fome por falta de ração. A cada fim de mês, Richa rebola para pagar a folha do funcionalismo inchada pelo excesso de comissionados.

Aécio pernoita na capital paranaense, pois, segundo o PSDB do estado, hoje à  noite ele participa de um jantar reservado com lideranças tucanas.

Compartilhe agora!

Comments are closed.