28 de Maio de 2014
por esmael
21 Comentários

Requião foi afagado em jantar por Dilma e Temer, diz Gazeta do Povo

Jornalista André Gonçalves, que cobre os bastidores políticos no DF pela Gazeta do Povo, informa em seu blog Conexão Brasília que o vice-presidente intermediou reconciliação entre Requião e Dilma; "Crítico do governo petista, o senador Roberto Requião foi um dos escolhidos para receber afagos de Dilma", relata o repórter da Velha Senhora; nesta quinta (29), em Curitiba, Temer deverá anunciar apoio à  candidatura própria do PMDB do Paraná em almoço no Madalosso; Blog do Esmael transmitirá evento ao vivo.

Jornalista André Gonçalves, que cobre os bastidores políticos no DF pela Gazeta do Povo, informa em seu blog Conexão Brasília que o vice-presidente intermediou reconciliação entre Requião e Dilma; “Crítico do governo petista, o senador Roberto Requião foi um dos escolhidos para receber afagos de Dilma”, relata o repórter da Velha Senhora; nesta quinta (29), em Curitiba, Temer deverá anunciar apoio à  candidatura própria do PMDB do Paraná em almoço no Madalosso; Blog do Esmael transmitirá evento ao vivo.

O antenado jornalista André Gonçalves, da blog Conexão Brasília, da Gazeta do Povo, registrou hoje que a presidenta Dilma dispensou afagos ao senador Requião — um trunfo do vice-presidente Michel Temer, que ofereceu jantar em sua residência ontem à  noite. Leia mais

28 de Maio de 2014
por esmael
32 Comentários

Em nota oficial, governo Richa contesta Blog do Esmael

“Não é bem isso que está parecendo”, diz o governo Richa; em nota oficial assinada pela Secretaria de Segurança Pública do Paraná, governo contesta imagens divulgadas hoje pelo Blog do Esmael; a primeira mostra bombeiros empurrando uma viatura da corporação; a segunda revela que policiais e bombeiros passaram frio, em cerimônia de formação, em frente ao Palácio Iguaçu, devido à  falta de equipamentos como jaquetas; leia a nota oficial.

O governo Beto Richa (PSDB), por meio da Secretaria da Segurança Pública, contestou informações publicadas hoje no Blog do Esmael acerca da falta de combustível em viatura do Corpo de Bombeiros e do frio que policiais e bombeiros passaram em frente ao Palácio Iguaçu. Leia mais

28 de Maio de 2014
por esmael
31 Comentários

Temer vai confirmar candidatura de Requião, diz Correio Braziliense

Segundo o jornal Correio Braziliense, edição desta quarta (28), Michel Temer trabalha pela candidatura própria do partido do Paraná; de acordo com a jornalista Denise Rothenburg, o vice-presidente quer definir Requião como candidato para afastar a legenda do governador Beto Richa (PSDB); nesta quinta (29), Temer se reunirá com 500 lideranças peemedebistas em Curitiba; Blog do Esmael vai transmitir o evento ao vivo, do Oiapoque ao Chuí.

Segundo o jornal Correio Braziliense, edição desta quarta (28), Michel Temer trabalha pela candidatura própria do partido do Paraná; de acordo com a jornalista Denise Rothenburg, o vice-presidente quer definir Requião como candidato para afastar a legenda do governador Beto Richa (PSDB); nesta quinta (29), Temer se reunirá com 500 lideranças peemedebistas em Curitiba; Blog do Esmael vai transmitir o evento ao vivo, do Oiapoque ao Chuí.

O blog da prestigiada jornalista Denise Rothenburg, no jornal Correio Braziliense, edição desta quarta (28), afirma que o vice-presidente Michel Temer vai bater o martelo em prol da candidatura própria de Requião no Paraná. Confira abaixo: Leia mais

28 de Maio de 2014
por esmael
3 Comentários

Mais uma(!) ação complica a vida de Barbosa Neto

via Folha de LondrinaO esquema de corrupção que culminou na prisão de quatro agentes públicos em Londrina no ano de 2012 foi comandado e articulado pelo ex-prefeito Barbosa Neto (PDT). à‰ o que aponta nova ação civil pública ajuízada pelo Ministério Público (MP) contra o pedetista e mais seis pessoas na terça-feira (27). Eles são acusados de tentar ‘comprar’ o apoio de vereadores de oposição.

O caso veio à  tona em abril de 2012, quando o empresário Ludovico Bonato e o então secretário municipal Marco Cito foram presos em flagrante pelo Grupo de Atuação Especial e Combate ao Crime Organizado (Gaeco) acusados de oferecer R$ 40 mil em dinheiro ao então vereador Amauri Cardoso (PSDB), para que ele votasse, no Legislativo, contra a abertura da chamada Comissão Processante (CP) da Centronic, que cassaria o mandato de Barbosa dois meses depois, em junho.

A promotora de Defesa do Patrimônio Público, Leila Schimiti, lembrou que a nova ação é um desdobramento de processo penal que tramita desde o ano passado na 3.!ª Vara Criminal de Londrina. “Só incluímos no polo passivo deste novo processo o nome do ex-prefeito, que não figurou na ação penal à  época. Houve uma série de novos fatos e novas evidências que mostram que o ex-prefeito era de fato articulador e comandante das ações dos demais envolvidos. O esquema de cooptação do apoio destes ex-vereadores era destinado a beneficiar os interesses do grupo comandado pelo ex-prefeito”, destacou a promotora em entrevista à  rádio CBN Londrina.

São alvos da nova ação, além de Barbosa, Bonato e Cito, os ex-membros da Sercomtel Roberto Coutinho (presidente) e Alisson Tobias de Carvalho (diretor), o ex-chefe de gabinete de Barbosa, Rogério Lopes Ortega e o ex-vereador Eloir Valença. Os três últimos também foram detidos durante as investigações em 2012.

Leila Schimiti lembrou também que a nova ação trata de “dois fatos distintos”. “O primeiro deles é a aceitação da vantagem indevida por parte do ex-vereador Eloir Valença. Ele é um dos acusados pela prática de improbidade administrativa. No outro fato, temos o ex-vereador que foi uma vítima do esquema”, explicou.

28 de Maio de 2014
por esmael
72 Comentários

Em dia sem gasolina, novos PMs passam frio em frente ao Palácio Iguaçu

Coração de pedra, governador Beto Richa deixa 2,5 mil novos policiais e bombeiros passando frio em frente ao Palácio Iguaçu na manhã desta quarta (28), quando os termômetros marcavam 10!°C; segundo um desses oficiais ouvidos pelo Blog do Esmael, formandos ainda não receberam equipamentos como armas, coletes a prova de balas e jaquetas para frio; nesta manhã, também em frente a sede do executivo estadual, bombeiros foram flagrados empurrando uma viatura da corporação por falta de gasolina; a pergunta é: esses moços e moças terão condições de combater o crime e outros sinistros sem gasolina, sem armas, sem ração, sem uma mísera jaqueta para aquecer o frio?

Coração de pedra, governador Beto Richa deixa 2,5 mil novos policiais e bombeiros passando frio em frente ao Palácio Iguaçu na manhã desta quarta (28), quando os termômetros marcavam 10!°C; segundo um desses oficiais ouvidos pelo Blog do Esmael, formandos ainda não receberam equipamentos como armas, coletes a prova de balas e jaquetas para frio; nesta manhã, também em frente a sede do executivo estadual, bombeiros foram flagrados empurrando uma viatura da corporação por falta de gasolina; a pergunta é: esses moços e moças terão condições de combater o crime e outros sinistros sem gasolina, sem armas, sem ração, sem uma mísera jaqueta para aquecer o frio?

O governador Beto Richa (PSDB) anunciou na manhã desta quarta-feira (28) reforço de 2,5 mil novos policiais e bombeiros militares. Desses, segundo o Palácio Iguaçu, 917 irão atuar em Curitiba, Região Metropolitana e Litoral. Até aí nada demais. Leia mais

28 de Maio de 2014
por esmael
19 Comentários

TSE tira um deputado federal e um estadual do Paraná

O Tribunal Superior Eleitoral decidiu ontem (27) derrubar o Projeto de Decreto Legislativo 1.361/13, aprovado pela Câmara dos Deputados em novembro do ano passado, que anulou a resolução do tribunal sobre o número de deputados de cada estado para as eleições de outubro. Com a decisão, fica mantida a mudança na representação de 13 estados.

Por unanimidade, os ministros entenderam que as mudanças deveriam ter sido aprovadas por meio de lei complementar e não por decreto legislativo. Conforme decisão original do TSE, definida em abril do ano passado, perderão uma cadeira: Alagoas, Espírito Santo, Pernambuco, Paraná, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul. Duas cadeiras: Paraíba e Piauí. Ganharão uma cadeira: Amazonas e Santa Catarina. Duas cadeiras: Ceará e Minas Gerais. O maior ganhador de cadeiras na Câmara é o Pará, que terá mais quatro deputados.

A nova composição das bancadas foi definida de acordo com o Censo de 2010. Os cálculos levam em conta a população do estado e a quantidade mínima (8) e máxima (70) de parlamentares permitidos por lei para uma unidade da federação, além do quesito da proporcionalidade exigido pela Constituição.

A decisão do tribunal foi tomada com base no questionamento apresentado pela Assembleia Legislativa do Amazonas. A casa alegou que a representação populacional do estado na Câmara já não condizia com a realidade, pois tinha como referência um censo defasado. Sustentou, ainda, que estados com menor população, como Alagoas e Piauí, tinham mais representatividade na Câmara: com nove e dez deputados federais, contra oito do Amazonas.

A mudança na composição das bancadas, definida em processo administrativo, é contestada no Supremo Tribunal Federal (STF) por cinco ações de inconstitucionalidade impetradas pelos estados de Pernambuco, do Espírito Santo, Piauí e pela Assembleia Legislativa e o governo da Paraíba.

Com informações da Agência Brasil

28 de Maio de 2014
por esmael
34 Comentários

Veja essa: agora são os bombeiros que empurram viaturas sem combustível no Paraná

Bombeiros são flagrados empurrando viatura sem combustível em frente ao Palácio das Araucárias, em Curitiba, ao lado do Palácio Iguaçu; cena corriqueira vai se incorporando ao cotidiano dos paranaenses. No interiorzão, até bois são utilizados para puxar os veículos da gloriosa PM; será este o choque de gestão! do tucano Beto Richa?

Bombeiros são flagrados empurrando viatura sem combustível em frente ao Palácio das Araucárias, em Curitiba, ao lado do Palácio Iguaçu; cena corriqueira vai se incorporando ao cotidiano dos paranaenses. No interiorzão, até bois são utilizados para puxar os veículos da gloriosa PM; será este o choque de gestão! do tucano Beto Richa?

Nem os oficiais do Corpo de Bombeiros escapam do constrangimento de empurrar viatura sem combustível no Paraná. Nesta quarta (28), o Blog do Esmael recebeu uma foto mostrando dois bombeiros fazendo reboque no muque nas proximidades do Palácio Iguaçu, sede do executivo estadual, sob direção! do governador Beto Richa (PSDB). Leia mais

28 de Maio de 2014
por esmael
Comentários desativados em Há 9 dias, continua o impasse na greve dos ônibus em Ponta Grossa

Há 9 dias, continua o impasse na greve dos ônibus em Ponta Grossa

A greve de motoristas e cobradores da Viação Campos Gerais (VCG) iniciada em 19 de maio segue sem data para terminar. Na última segunda-feira, os trabalhadores recusaram a proposta feita pelo Tribunal Regional do Trabalho (TRT-PR) com reajuste de 7,5% no salário e 30% no vale-alimentação. Essa foi a terceira tentativa de acordo. A primeira foi mediada pelo Ministério do Trabalho em Ponta Grossa e as outras duas pelo TRT em Curitiba.

Mesmo com o funcionamento mínimo da frota determinado pela justiça chegando a 50% nos horários de pico, a população, em especial os trabalhadores, seguem sofrendo duras consequências. E o pior é que o desfecho vislumbrado para o impasse deve penalizar ainda mais a população. A Secretaria de Planejamento do Município prevê que a passagem suba de R$ 2,60 para R$ 3,10 !“ 18% de aumento !“ caso a reivindicação dos trabalhadores seja integralmente atendida.

Mas nada disso é novidade. Essa história se repete Brasil a fora há décadas. Difícil citar uma cidade grande ou média em que a administração municipal não seja refém das concessionárias ou empresas de transporte coletivo. Os trabalhadores, por seu lado, acabam servindo de massa de manobra, como foi por muitos anos em Curitiba, em que as greves seriam combinadas entre patrões e sindicato, servindo como chantagem ao poder público. Combinadas ou não, as greves são (quase) sempre cômodas para os empresários, pois o problema é sempre do prefeito (e dos vereadores).

A onda de manifestações ocorrida em junho do ano passado começou pelos 20 centavos e acabou servindo de descarga para todos os tipos de insatisfação, das mais diversas matizes. Mas serviu para abalar, pelo menos em parte, o ciclo vicioso de greve !“ pressão !“ aumento da passagem !“ maior lucro para! as empresas.

à‰ claro que os trabalhadores e seus sindicatos podem e devem se manifestar e fazer greve sempre que julgarem necessário. Mas isso só já não basta. à‰ preciso que esse debate avance e o modelo seja revisto. Do jeito que está, parece filme da sessão da tarde, cheio de reviravoltas, mas com final já bastante manjado.

28 de Maio de 2014
por esmael
86 Comentários

No rádio, Richa ataca Requião: “preguiçoso e gostava de mordomia”

Na véspera da chegada do vice-presidente da República, Michel Temer, à  capital paranaense, onde deverá sacramentar a candidatura própria do PMDB, o governador Beto Richa atacou o antecessor Roberto Requião; em entrevista na Rádio Banda B, de Curitiba, nesta quarta (28), o tucano afirmou que peemedebista é 'preguiçoso e gostava de mordomia' quando morava na Granja Canguiri; "Ele sempre gostava de mordomia, não gostava de trabalhar", disparou Richa, que ainda disse que o peemedebista tinha adega para 1,5 mil garrafas de vinho importado; "Não tem garrafa lá, ele levou todas. Carta de Puebla é só para inglês ver", atacou; ainda segundo o governador Beto Richa, a maioria do PMDB do Paraná opta pela coligação com o PSDB.

Na véspera da chegada do vice-presidente da República, Michel Temer, à  capital paranaense, onde deverá sacramentar a candidatura própria do PMDB, o governador Beto Richa atacou o antecessor Roberto Requião; em entrevista na Rádio Banda B, de Curitiba, nesta quarta (28), o tucano afirmou que peemedebista é ‘preguiçoso e gostava de mordomia’ quando morava na Granja Canguiri; “Ele sempre gostava de mordomia, não gostava de trabalhar”, disparou Richa, que ainda disse que o peemedebista tinha adega para 1,5 mil garrafas de vinho importado; “Não tem garrafa lá, ele levou todas. Carta de Puebla é só para inglês ver”, atacou; ainda segundo o governador Beto Richa, a maioria do PMDB do Paraná opta pela coligação com o PSDB.

O governador Beto Richa (PSDB) acordou cedo nesta quarta-feira (28) para utilizar os microfones da Rádio Banda B, de Curitiba, e atacar o antecessor Roberto Requião (PMDB). Segundo o tucano, o senador peemedebista gostava de “mordomia” quando morava na Granja Canguiri — residência de campo que pertence ao governo do Paraná. Leia mais

28 de Maio de 2014
por esmael
17 Comentários

Dilma no jantar de Temer: oposição representa retrocesso e desemprego

do Brasil 247

Em jantar com lideranças do PMDB, presidente trocou afagos com partido, obteve de Michel Temer garantias para renovar apoio e cutucou adversários: Essa é uma aliança para governar e garantir os ganhos para a população e uma das chapas que está aí representa retrocesso, recessão e desemprego!, em alusão ao tucano Aécio Neves; em outro momento, mirou diretamente Eduardo Campos (PSB): Tem candidato que uma hora diz que é contra o agronegócio, porque polui, porque é a favor do meio ambiente. Outra hora diz que vai colocar meta de inflação em 3%, o que representa desemprego e recessão!.

Em jantar com lideranças do PMDB, presidente trocou afagos com partido, obteve de Michel Temer garantias para renovar apoio e cutucou adversários: Essa é uma aliança para governar e garantir os ganhos para a população e uma das chapas que está aí representa retrocesso, recessão e desemprego!, em alusão ao tucano Aécio Neves; em outro momento, mirou diretamente Eduardo Campos (PSB): Tem candidato que uma hora diz que é contra o agronegócio, porque polui, porque é a favor do meio ambiente. Outra hora diz que vai colocar meta de inflação em 3%, o que representa desemprego e recessão!.

Em jantar com lideranças do PMDB, a presidente Dilma Rousseff lembrou a lembrou a importância de continuar ao lado do partido e que esta “é uma aliança para a governabilidade”: Leia mais

28 de Maio de 2014
por esmael
18 Comentários

Coluna do Ademar Traiano: Promessas de Gleisi atrasaram o Paraná

Ademar Traiano*

Os paranaenses têm uma qualidade que é muito elogiada no Brasil: promessa feita é promessa cumprida. Todos sabem que o fio do bigode! tem validade aqui no Paraná. Talvez por isto, vez por outra, o paranaense acaba acreditando em promessas feitas ao vento.

Nos últimos três anos, a União – sob a batuta de Gleisi Hoffmann, que chefiou a Casa Civil do governo federal – comprometeu-se com o estado em uma série de melhorias na área da infraestrutura, que não saíram do papel. Foram duplicações de rodovias federais, investimentos na modernização dos portos e a construção de uma nova linha ferroviária, que não foram e não serão concretizados em curto prazo de tempo. O que se dirá do projeto aeroviário da Infraero que até o momento é discurso e propaganda de televisão.

Todas estas demandas, pedidas pelo setor produtivo paranaense e também pela sociedade civil, foram encaminhadas ao governo federal em março de 2011. Muitas delas viraram promessas que foram dadas como certas por representantes dos ministérios e da Casa Civil. Mas, até hoje são incertezas, como é o caso da rodovia Boiadeira. Esta rodovia teve quatro datas de licitação anunciadas com muita pompa e barulho, mas nada de efetivo aconteceu.

O ritmo demorado e publicitário do governo federal também prejudicou o projeto de construção da rodovia duplicada da BR-101, cujo traçado é interrompido apenas no Paraná. Foram diversas justificativas da União, que atrasaram um projeto de extrema importância.

Hoje o estado conduz este projeto sozinho, além de ter em andamento o maior plano de duplicações de rodovias dos últimos 20 anos. Serão 267 quilômetros em obras entregues ou andamento ainda neste ano e outros 300 quilômetros que começarão em 2015.

A série de anúncios e esquecimentos da União afetou a construção da nova ferrovia entre Maracaju/Paranaguá/Pontal do Paraná. Este projeto é uma conquista do Governo do Paraná e do G7, grupo que reúne o setor produtivo. Em 2012, graças mobilização dos paranaenses, que conseguiram um traçado dentro do Estado.

A briga dos paranaenses permitiu que o Estado garantisse uma ligação importante entre as áreas produtoras de grãos do Brasil, facilitando o escoamento pelo porto de Paranaguá. Seria uma ferrovia moderna, que cruzaria e ampliaria a área de atuação da Ferroeste. Até mesmo um calendário da licitação foi anunciado pelo governo federal à  imprensa.

O assunto morreu nas entranhas da burocracia federal, mas não foi esquecido pelo governo do Estado. Para facilitar a vida dos produtores paranaenses, a Ferroeste recebeu investimentos, que permitiram adquirir mais locomotivas, além de recuperar as existentes. Por intervenção do governo estadual, o trajeto atual duplicou, graças a uma parceria, ganhando mais 250 quilômetros, levando safra do Oeste até Ponta Grossa.

Na área dos portos, os paranaenses fizeram sua lição de casa. Reuniram o setor produtivo e criaram um plano de desenvolvimento portuário. O Paraná foi primeiro estado brasileiro a estar 100% ajustado ao marco regulatório do setor e, portanto, preparado para fazer os arrendamentos de áreas. O governo federal puxou para si está responsabilidade e nada saiu do papel. Com exceção dos investimentos no exterior beneficiando os portos de Cuba e do porto projetado para o Uruguai, que devem competir com os portos brasileiros.

Diante das dificuldades, o Paraná não se encolheu e está investindo mais de R$ 470 milhões nos portos, com novos shiploaders, dragagem e melhorias na malha viária de acesso ao Porto de Paranaguá. Ao mesmo tempo aguarda as melhorias das rodovias anunciadas pelo Dnit que são tão urgentes e necessárias, mas que não se efetivaram.

Todas as promessas da União, de cifras bilionárias, estão paradas. Na área das rodovias, nem mesmo o empréstimo do Proinveste foi depositado na conta do governo estadual, apesar de três liminares do Supremo Tri