21 de maio de 2014
por esmael
44 Comentários

A pedido de Aécio Neves, TSE censura mais um comercial do PT; assista ao filme proibido

do Brasil 247

Decisão da ministra Laurita Vaz determina que o Partido dos Trabalhadores suspenda veiculação de filme que foi ao ar no último dia 13; vídeo faz alusão aos "fantasmas do passado", numa crítica à  oposição; ministra do Tribunal Superior Eleitoral entendeu que houve propaganda negativa contra os opositores do PT; há uma semana, o PSDB do pré-candidato Aécio Neves conseguiu suspender outro comercial do PT, que exibia fala da presidente Dilma Rousseff e do ex-presidente Lula; assista ao vídeo proibido.

Decisão da ministra Laurita Vaz determina que o Partido dos Trabalhadores suspenda veiculação de filme que foi ao ar no último dia 13; vídeo faz alusão aos “fantasmas do passado”, numa crítica à  oposição; ministra do Tribunal Superior Eleitoral entendeu que houve propaganda negativa contra os opositores do PT; há uma semana, o PSDB do pré-candidato Aécio Neves conseguiu suspender outro comercial do PT, que exibia fala da presidente Dilma Rousseff e do ex-presidente Lula; assista ao vídeo proibido.

A ministra Laurita Vaz, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), determinou a suspensão da propaganda do PT que foi ao ar no dia 13 de maio. O comercial faz alusão aos “fantasmas do passado”, numa crítica ao governo do PSDB, anterior aos do Partido dos Trabalhadores. Leia mais

21 de maio de 2014
por esmael
30 Comentários

Temer vem ao PR dia 29 na condição de coveiro da coligação com Richa

Michel Temer vem a Curitiba na próxima quinta-feira, dia 29 de maio, para selar unidade do PMDB em torno da candidatura própria durante almoço no restaurante Madalosso; Rocha Loures, membro da direção nacional do PMDB, disse que é inevitável a candidatura própria do partido no Paraná, posição também comungada pelo vice-presidente da República, que será homenageado pela militância partidária no evento; desafio da direção nacional do PMDB, da qual Temer é presidente licenciado, é colocar sentados na mesma mesa Requião e Pessuti, bem como os deputados estaduais e federais; semana passada, no município de Pitanga, Rocha Loures anunciou apoio a Requião.

Michel Temer vem a Curitiba na próxima quinta-feira, dia 29 de maio, para selar unidade do PMDB em torno da candidatura própria durante almoço no restaurante Madalosso; Rocha Loures, membro da direção nacional do PMDB, disse que é inevitável a candidatura própria do partido no Paraná, posição também comungada pelo vice-presidente da República, que será homenageado pela militância partidária no evento; desafio da direção nacional do PMDB, da qual Temer é presidente licenciado, é colocar sentados na mesma mesa Requião e Pessuti, bem como os deputados estaduais e federais; semana passada, no município de Pitanga, Rocha Loures anunciou apoio a Requião.

O vice-presidente da República e presidente licenciado do PMDB nacional, Michel Temer, desembarca em Curitiba na próxima quinta-feira, dia 29 de maio, para receber uma homenagem da militância do partido do Paraná durante almoço no restaurante Maladosso. Leia mais

21 de maio de 2014
por esmael
3 Comentários

Registrada nova pesquisa sobre a disputa pelo governo do Paraná

A Data Vox Brasil é o segundo instituto a registrar pesquisa sobre a disputa pelo governo do Paraná em 2014. A primeira foi a Multicultura, contratada pela Rádio Paiquerê, que divulgou semana passada sondagem realizada somente em Londrina (clique aqui).

A Data Vox, também conhecida como DataBarros, vai entrevistar 600 eleitores entre hoje (21) e sábado (24) somente na cidade de Maringá, de acordo com registro no Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

O instituto maringaense pesquisará, além da corrida pelo Palácio Iguaçu, a peleja pela presidência da República. No cenário estadual, serão considerados sete candidaturas: Beto Richa (PSDB), Gleisi Hoffmann (PT), Roberto Requião (PMDB), Silvio Barros (PHS), Rosane Ferreira (PV), Joel Malucelli (PSD) e Bernardo Piloto (PSol). No cenário nacional, apenas três: Dilma Rousseff (PT), Aécio Neves (PSDB) e Eduardo Campos (PSB).

Curiosamente, a exemplo dos demais instituto, a pesquisa foi contratada pela própria Data Vox — ou DataBarros. Um atento observador disse ao Blog do Esmael que os jornais da velha mídia não têm recursos para bancar as sondagens como dantes. “A crise financeira bateu na bunda dos jornalões”.

Veja o formulário da pesquisa Data Vox:

http://s3.amazonaws.com/static.esmaelmorais.com.br/wp-content/uploads/2014/05/20111704/datavox.pdf

21 de maio de 2014
por esmael
26 Comentários

Justiça põe freio na “privatização branca” da Copel. E agora Richa?

Após a tentativa do ex-governador Jaime Lerner de privatizar a Copel no início dos anos 2000, que gerou fortes protestos e a histórica jornada chamada A Copel é Nossa!!, o governo Beto Richa repete a receita privatista de forma mais sutil, mas não sem trágicas consequências. A crescente terceirização das atividades fins da Copel é uma forma de privatizar a energia por dentro. Atentos aos danos que essa privatização! causa ao patrimônio dos paranaenses, uma série de sindicatos de trabalhadores liderados pelo Sindicato dos Engenheiros no Estado do Paraná (Senge-PR) recorreu a justiça para barrar e reverter esse processo.

Como resultado da ação, a Justiça do Trabalho determinou que a Copel ponha fim à  terceirização de atividades fins, que abrangem a geração, distribuição e manutenção da rede elétrica, e que hoje atinge 70% dos serviços prestados pela empresa, segundo investigação do Ministério Público. Por decisão unânime, os desembargadores da 7!ª turma do Tribunal Regional do Trabalho (TRT) da 9.!ª Região definiram que a Companhia Paranaense de Energia deve rescindir os contratos com as empresas terceirizadas, além de pagar danos morais coletivos no valor de R$ 150 mil, a serem revertidos para o Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT).

A estatal paranaense tem 180 dias para encerrar os contratos vigentes com terceiros, sob pena de multa diária de R$ 50 mil. A decisão judicial foi proferida, no último dia 29 de abril, pelo relator do processo, Desembargador do Trabalho, Ubirajara Carlos Mendes.

A decisão do TRT foi em resposta à  ação civil pública movida pelo Ministério Público do Trabalho, motivada por denúncia do Sindicato dos Engenheiros no Estado do Paraná (Senge-PR) e outras seis entidades sindicais que representam os trabalhadores da empresa.

A crescente terceirização na Copel tem se refletido na precarização do serviço prestado pela empresa e no crescente número de mortes de trabalhadores terceirizados na execução de serviços em redes de energia!, alerta o presidente do Senge-PR, Ulisses Kaniak.

No Paraná, de acordo com o Dieese, foram registradas, 22 mortes decorrentes de acidente de trabalho envolvendo a rede elétrica na Copel !“ dados relativos à  Copel Distribuição e Copel Geração e Transmissão entre 2009 e 2012. Do total de mortos, 16 eram empregados terceirizados da empresa.

A denúncia feita pelo Senge-PR – juntamente com o Sindicato dos Eletricitários de Cascavel (Siemcel); Sindicato dos Eletricitários de Londrina e Região (Sindel); Sindicato dos Eletricitários de Foz do Iguaçu (Sinefi); Sindicato dos Eletricitários de Ponta Grossa (Sinel); Sindicato dos Eletricitários de Maringá e Região (Steem) e Sindicato dos Eletricitários de Cornélio Procópio (Stiecp) – tem por base o fato de que a empresa, paulatinamente nos últimos anos, vem aumentando o uso de mão de obra terceirizada para realização de atividades fins.

Ao se preocupar mais com os lucros de seus acionistas, em detrimento à  qualidade

21 de maio de 2014
por esmael
13 Comentários

Sem rumo, governo Richa copia projeto de Rossafa no Crea

Bem que o deputado Romanelli se esforçou para "criar" um projeto ao governo Richa, mas o que ele propõe já existe há 13 anos; em 2001, o então presidente do Crea, Luiz Antônio Rossafa, elaborou o Projeto Paraná cuja iniciativa lhe rendeu homenagem na Câmara Municipal de Curitiba pelo vereador Ricardo Gomyde (PCdoB); cópia do projeto, realizada pelo governo tucano, dá combustível para a campanha na engenharia paranaense pelo "Volta Rossafa"; Crea deverá eleger novo presidente em novembro deste ano.

Bem que o deputado Romanelli se esforçou para “criar” um projeto ao governo Richa, mas o que ele propõe já existe há 13 anos; em 2001, o então presidente do Crea, Luiz Antônio Rossafa, elaborou o Projeto Paraná cuja iniciativa lhe rendeu homenagem na Câmara Municipal de Curitiba pelo vereador Ricardo Gomyde (PCdoB); cópia do projeto, realizada pelo governo tucano, dá combustível para a campanha na engenharia paranaense pelo “Volta Rossafa”; Crea deverá eleger novo presidente em novembro deste ano.

O governo Beto Richa (PSDB), sem rumo e projeto, foi ao fundo do baú copiar uma ideia do ex-presidente do Conselho Regional de Engenharia (Crea), Luiz Antônio Rossafa, datado de 2001, que consiste em “diretrizes para o desenvolvimento sustentável do Paraná”. O tucano rebatizou o estudo de “Agenda Paraná!. As entidades de engenharia já conhecem o mesmo documento como “Projeto Paraná”. Leia mais

21 de maio de 2014
por esmael
37 Comentários

Greca prevê: “Vai dar Requião na convenção do PMDB”

Ex-prefeito curitibano Rafael Greca prevê vitória folgada de Requião na convenção estadual do PMDB, em junho, porque os delegados veem perspectiva concreta de poder!; Greca afirmou que Richa não gosta de disputar eleição, por isso tenta retirar os adversários de outras legendas, citado o caso de Fruet, ainda no PMDB, em 2004, e seu próprio caso em 2012 no qual o tucano "se deu mal"; peemedebista descartou concorrer à  vice na chapa de Requião, bem como à  Assembleia, e bateu pesado na gestão de Fruet.

Ex-prefeito curitibano Rafael Greca prevê vitória folgada de Requião na convenção estadual do PMDB, em junho, porque os delegados veem perspectiva concreta de poder!; Greca afirmou que Richa não gosta de disputar eleição, por isso tenta retirar os adversários de outras legendas, citado o caso de Fruet, ainda no PMDB, em 2004, e seu próprio caso em 2012 no qual o tucano “se deu mal”; peemedebista descartou concorrer à  vice na chapa de Requião, bem como à  Assembleia, e bateu pesado na gestão de Fruet.

O ex-prefeito de Curitiba, Rafael Greca, ao Blog do Esmael, nesta quarta (21), afirmou que os delegados do PMDB não se venderão na convenção estadual, no próximo dia 20 de junho, “porque veem perspectiva concreta de poder com o senador Roberto Requião”. Leia mais

21 de maio de 2014
por esmael
4 Comentários

Com desistência de Osmar, PDT patina para fechar chapa proporcional

PDT paranaense corre risco de continuar sem representante no Congresso Nacional; desistência de Osmar Dias das eleições de 2014 desarranjou partido, que ainda luta para driblar empecilhos contra candidaturas de ex-prefeitos à  Câmara; outras lideranças do partido, como o empresário Márcio Pauliki, de Ponta Grossa, declinou do projeto nacional por uma das 54 vagas de estadual; vice-prefeito de Apucarana, Júnior da Femac, está apto à  disputa, mas não sabe se corre a deputado estadual ou federal; três deputados estaduais vão à  reeleição e três reivindicam única vaga ao Senado na chapa de Gleisi, que ensaia lançar o petista Dr. Rosinha.

PDT paranaense corre risco de continuar sem representante no Congresso Nacional; desistência de Osmar Dias das eleições de 2014 desarranjou partido, que ainda luta para driblar empecilhos contra candidaturas de ex-prefeitos à  Câmara; outras lideranças do partido, como o empresário Márcio Pauliki, de Ponta Grossa, declinou do projeto nacional por uma das 54 vagas de estadual; vice-prefeito de Apucarana, Júnior da Femac, está apto à  disputa, mas não sabe se corre a deputado estadual ou federal; três deputados estaduais vão à  reeleição e três reivindicam única vaga ao Senado na chapa de Gleisi, que ensaia lançar o petista Dr. Rosinha.

A ausência de protagonismo de sua principal liderança, Osmar Dias, deixa o PDT tateando no escuro para as eleições deste ano no Paraná. Inicialmente cogitado para o Senado, Câmara e depois para a vice da senadora Gleisi Hoffmann (PT), a desistência do vice-presidente do Banco do Brasil desajustou a formação da chapa proporcional pedetista. Leia mais

21 de maio de 2014
por esmael
15 Comentários

Silvio Barros se apresenta como candidato ao governo do Estado

O ex-prefeito de Maringá, Silvio Barros II (PHS) está se apresentando com o pré-candidato ao governo do Paraná, no que seria o palanque de Eduardo Campos (PSB) no Estado. A família Barros oscila entre apoiar o PT no plano federal e o PSDB no Paraná. Ricardo Barros (PP), irmão de Silvio, foi líder do governo Lula na Câmara e depois secretário do governo Richa e sua esposa, Cida Borghetti (PROS), está cotada a ser vice na chapa do PSDB. Em última análise, Silvio tenta ser o fiel da balança na corrida estadual caso Requião fracasse na disputa interna do PMDB.

O ex-prefeito de Maringá, Silvio Barros II (PHS) está se apresentando com o pré-candidato ao governo do Paraná. A família Barros oscila entre apoiar o PT no plano federal e o PSDB no Paraná. Ricardo Barros (PP), irmão de Silvio, foi líder do governo Lula na Câmara e depois secretário do governo Richa; e sua esposa, Cida Borghetti (PROS), está cotada a ser vice na chapa do PSDB. Em última análise, Silvio tenta ser o fiel da balança na corrida estadual caso Requião fracasse na disputa interna do PMDB.

O ex-prefeito de Maringá, Silvio Barros II (PHS), iniciou o giro pela região para tentar emplacar a pré-candidatura ao governo do Paraná. Em visita à  FOLHA, ontem, ele disse que o Estado “vive um momento adequado para uma terceira via” na disputa e que o partido pretende ser um dos primeiros a realizar a convenção e “deixar claro que isso (candidatura) não é um balão de ensaio”. Leia mais

21 de maio de 2014
por esmael
32 Comentários

Veja essa: Barbosa quer ganhar R$ 40 mil, mais que a presidenta Dilma

do Brasil 247 O presidente do Supremo Tribunal Federal, Joaquim Barbosa, defende um reajuste de 35% no salário dos ministros da Corte, chegando a R$ 40 mil por mês. Hoje, o teto é de R$ 29,4 mil.

O aumento, que faz parte da Emenda Constitucional (PEC) 63 em tramitação no Congresso, cria adicional de 5%, aplicado a cada 5 anos, até o limite de 35% para todos os magistrados e também para o Ministério Público federal e estadual. Só os servidores na ativa somam 30 mil, mas a proposta pode beneficiar ainda aposentados e pensionistas do Judiciário.

Em nota enviada ao Senado, Barbosa afirma que a medida é uma forma de garantir a permanência e estimular o crescimento profissional na carreira!.

O presidente do Senado, Renan Calheiros, recebeu nesta terça-feira (20) a visita de representantes da Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho (Anamatra); da Associação dos Juízes Federais do Brasil (Ajufe); da Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB); da Associação Alagoana de Magistrados (Almagis); e do Conselho Nacional de Justiça (CNJ). Eles também pediram apoio para a aprovação da PEC 63.

No relatório, favorável ao projeto, o senador Vital do Rêgo (PMDB-PB) diz que com a proposta busca-se enfatizar o papel de juízes, procuradores e promotores e, ao mesmo tempo, permitir premiar a experiência acumulada por eles individualmente!.

A proposta é temida pelo governo já que pode servir de base para outras carreiras, como de advogados, defensores públicos, delegados e auditores.

21 de maio de 2014
por esmael
61 Comentários

Coluna do Traiano: Adeus, Dilma!

Coordenador da campanha de Aécio Neves no Paraná, o colunista Ademar Traiano afirma que os ministros batem cabeça enquanto Dilma ruma para um fim melancólico com direito a vitrine internacional; líder e guru ideológico do governador Beto Richa prevê tarifaços após as eleições porque, segundo ele, o congelamento nos preços da energia e combustíveis é visto como inevitável pela maioria dos economistas!; Traiano, o homem eleito por Aécio, também aponta a Copa como motivo de vergonha para o país; ... a possibilidade do evento ser um sucesso se torna cada vez mais remota. As situações embaraçosas parecem não ter fim!, prevê o líder tucano; leia o texto e compartilhe.

Coordenador da campanha de Aécio Neves no Paraná, o colunista Ademar Traiano afirma que os ministros batem cabeça enquanto Dilma ruma para um fim melancólico com direito a vitrine internacional; líder e guru ideológico do governador Beto Richa prevê tarifaços após as eleições porque, segundo ele, o congelamento nos preços da energia e combustíveis é visto como inevitável pela maioria dos economistas!; Traiano, o homem eleito por Aécio, também aponta a Copa como motivo de vergonha para o país; … a possibilidade do evento ser um sucesso se torna cada vez mais remota. As situações embaraçosas parecem não ter fim!, prevê o líder tucano; leia o texto e compartilhe.

Ademar Traiano*

Difícil imaginar cena mais constrangedora do que os dois ministros mais importantes do governo Dilma Rousseff batendo cabeça em público sobre inflação e preços. Foi o que aconteceu dias atrás. Leia mais