Temendo protesto, Richa abre hoje congresso de trabalhadores em Cascavel

Publicado em 27 abril, 2014
Compartilhe agora!

Há duas semanas, em Cascavel, Beto Richa foi "homenageado" com faixas seguradas por servidores comissionadas da Prefeitura e do Governo do Paraná que se faziam passar por professores; em março, também na cidade, o governador precisou sair pelas portas dos fundos para evitar protesto de educadores; neste domingo (27), o tucano volta à s terras cascavelenses para congresso de trabalhadores em cooperativas, contrariando sua assessoria, que teme hostilização ao tucano; a educação entrou hoje no quinto dia de greve no Paraná.
Há duas semanas, em Cascavel, Beto Richa foi “homenageado” com faixas seguradas por servidores comissionadas da Prefeitura e do Governo do Paraná que se faziam passar por professores; em março, também na cidade, o governador precisou sair pelas portas dos fundos para evitar protesto de educadores; neste domingo (27), o tucano volta à s terras cascavelenses para congresso de trabalhadores em cooperativas, contrariando sua assessoria, que teme hostilização ao tucano; a educação entrou hoje no quinto dia de greve no Paraná.
O governador Beto Richa (PSDB) ignorou recomendações de sua assessoria e voltou a pôr o pé na estrada neste domingo (27), independente de um desfecho para a greve dos educadores que hoje entrou no quinto dia. O Palácio Iguaçu teme protestos dos grevistas no interior do estado.

Há duas semanas, servidores em cargo de confiança da Prefeitura de Cascavel e do Governo do Paraná fingiram ser professores e seguravam faixas rasgando elogios a Beto Richa (clique aqui). Em março, na mesma cidade, o tucano deixou a Prefeitura pelas portas dos fundos para evitar manifestações de educadores (clique aqui).

Pois bem, à s 10 horas deste domingo o tucano desembarcará em Cascavel, no Oeste, onde participa da abertura do 15!º Congresso dos Trabalhadores em Cooperativas do Paraná. São esperados 3 mil delegados ao evento da Federação dos Trabalhadores em Cooperativas no Estado do Paraná (Fetracoop).

A Fetracoop e seus sindicatos regionais são ligados à  União Geral dos Trabalhadores (UGT), que é presidida no Paraná pelo sindicalista Paulo Rossi. A central é alinhada ao Palácio Iguaçu até a medula.

Compartilhe agora!

Comments are closed.