Repórter de TV surpreende ao defender ao vivo salário de juiz para professor; assista ao vídeo

O jornalista Diogo Hutt, da TV Tarobá, ao vivo, deu exemplo consciência cidadã, ao defender isonomia salarial entre juízes e professores; recentemente, o governo Beto Richa (PSDB) sancionou lei que concede R$ 4 mil de auxílio-moradia aos magistrados; "Quer saber de uma coisa? Eu apoio essa greve", explicitou no telejornal, durante reportagem sobre a greve dos educadores do Paraná que hoje entrou no 3!º dia; vale a pena conferir o vídeo.

O jornalista Diogo Hutt, da TV Tarobá, ao vivo, deu exemplo consciência cidadã, ao defender isonomia salarial entre juízes e professores; recentemente, o governo Beto Richa (PSDB) sancionou lei que concede R$ 4 mil de auxílio-moradia aos magistrados; “Quer saber de uma coisa? Eu apoio essa greve”, explicitou no telejornal, durante reportagem sobre a greve dos educadores do Paraná que hoje entrou no 3!º dia; vale a pena conferir o vídeo.

O repórter Diogo Hutt, da TV Tarobá de Londrina, repetidora da TV Bandeirantes, surpreendeu no telejornal desta sexta-feira (25) ao defender salário de juiz, algo em torno de R$ 27 mil ao mês, para professores que recebem menos de 10% desse valor no Paraná.

No final de fevereiro, o governador Beto Richa (PSDB) comemorou em luxuoso jantar com juízes, desembargadores, deputados e conselheiros do Tribunal de Contas, a aprovação, pela Assembleia Legislativa, do auxílio-moradia de R$ 4 mil para os magistrados do Paraná (clique aqui).

Hoje, o testemunho do jornalista ocorreu durante reportagem sobre manifestação de professores e funcionários de escolas londrinenses em greve.

Hutt disse que sempre estudou em escola pública e conclamou os pais a saírem à s ruas em defesa dos profissionais da educação. “Quer saber de uma coisa? Eu apoio essa greve”, explicitou no telejornal.

No final da tarde desta sexta (clique aqui), a APP-Sindicato informou que a greve avançará na semana quem e na terça (29) haverá uma marcha dos educadores em Curitiba.

O repórter também relata estripulias que fazia quando era estudante. Vale a pena conferir o vídeo abaixo:

Comentários encerrados.