Em carta, Vargas pede para sair do PT

Publicado em 25 abril, 2014
Compartilhe agora!

Pressionado, deputado André Vargas (PT-PR) enviou carta ao diretório municipal de Londrina, nesta sexta (25), onde era filiado desde 1990, pedindo sua desfiliação; ex-vice-presidente da Câmara, desde o começo deste mês, vem perdendo importantes posições estratégicas; desfiliação é estratégia para manter mandato; situação do agora ex-petista também vinha causando desarranjos! políticos no PT do Paraná.
Pressionado, deputado André Vargas (PT-PR) enviou carta ao diretório municipal de Londrina, nesta sexta (25), onde era filiado desde 1990, pedindo sua desfiliação; ex-vice-presidente da Câmara, desde o começo deste mês, vem perdendo importantes posições estratégicas; desfiliação é estratégia para manter mandato; situação do agora ex-petista também vinha causando desarranjos! políticos no PT do Paraná.
O ex-vice-presidente da Câmara, deputado André Vargas, pediu para sair do PT. Ele enviou carta ao diretório municipal do partido em Londrina, Norte do Paraná, onde ele é filiado desde 1990.

Michel Saliba, advogado do agora ex-petista, garantiu que seu cliente não pretende renunciar ao mandato. O desligamento de André Vargas do partido seria para dedicar-se à  defesa na Comissão de à‰tica.

Vargas sofria pressão do partido para renunciar ao mandato devido à s denúncias de envolvimento dele com o doleiro Alberto Youssef, preso pela Polícia Federal durante as investigações da Operação Lava Jato. A operação revelou um esquema de lavagem de dinheiro, supostamente comandado por Youssef, que movimentou R$ 10 bilhões.

O presidente nacional do PT, Rui Falcão, vinha defendendo abertamente a renúncia de André Vargas. No Paraná, segundo apurou o Blog do Esmael, a situação do parlamentar, além de causar constrangimentos, gerou muitos desarranjos! políticos internos.

Compartilhe agora!

Comments are closed.