19 de abril de 2014
por Esmael Morais
15 Comentários

Operação Lava-Jato: Francischini vai pedir cassação de “L.A.”?

O esquema de pagamento de propina que tinha o doleiro Alberto Youssef como operador também atendia em domicílio; uma das entregas foi agendada para o apartamento funcional do deputado federal Luiz Argôlo (BA), em Brasília; A denúncia é da "insuspeita" revista Veja -- aquela que não dá trégua ao petismo e réus do mensalão; será que Francischini, o Batman, agirá com rigor neste caso e pedirá a cassação de seu companheiro de partido ou afrouxará o sutiã? Façam suas apostas.

O esquema de pagamento de propina que tinha o doleiro Alberto Youssef como operador também atendia em domicílio; uma das entregas foi agendada para o apartamento funcional do deputado federal Luiz Argôlo (BA), em Brasília; A denúncia é da “insuspeita” revista Veja — aquela que não dá trégua ao petismo e réus do mensalão; será que Francischini, o Batman, agirá com rigor neste caso e pedirá a cassação de seu companheiro de partido ou afrouxará o sutiã? Façam suas apostas.

O deputado federal Fernando Francischini (Solidariedade) é conhecido no Paraná como Batman, o homem intolerante com o crime e a bandidagem. Em 2012, ele esteve na linha de frente da campanha de Ratinho Júnior (PSC), na disputa pela Prefeitura de Curitiba. Naquela peleja, Gustavo Fruet (PDT), que foi eleito, disse que Curitiba não precisava de um “Batman” para resolver os problemas na segurança pública. Pronto. Desde aquele evento político, é assim como o delegado licenciado da Polícia Federal (PF) se apresenta na capital paranaense, onde está sua principal base eleitoral.  ... 

Leia mais

19 de abril de 2014
por Esmael Morais
15 Comentários

Veja essa: tucano costeia alambrado de Gleisi no Paraná

Não é somente o senador Roberto Requião (PMDB) que “belisca” o eleitorado do governador Beto Richa (PSDB), conforme mostrou o Blog do Esmael reiteradas vezes. Até tucanos começaram costear o alambrado da senadora Gleisi Hoffmann (PT).

Nesta semana, o ex-prefeito do município de Cianorte e ex-deputado Edno Guimarães, presidente do PSDB local, esteve com a petista. O neotucano fazia companhia ao atual prefeito Claudemir Romero Bongiorno (PMDB).

Edno é irmão do deputado estadual Jonas Guimarães que, em agosto de 2011, tocou “Primavera”, de Tim Maia, em jantar de adesão ao governo Richa. A música ficou conhecida na Assembleia Legislativa como “balada do acasalamento”.

Jonas fora, a bancada estadual peemedebista que ainda é devota! ao governador tucano se resume a apenas dois deputados. Dez assumiram a candidatura própria do PMDB ao Palácio Iguaçu.

Cianorte, a 520 km de Curitiba, é importante polo têxtil na região Noroeste. A cidade tem 76 mil habitantes e é nacionalmente conhecida como “Capital do Vestuário”.

A seguir, relembre Jonas Guimarães cantando “Primavera” (vídeo):

Leia mais

19 de abril de 2014
por Esmael Morais
19 Comentários

Contra Dilma, Globo escancara campanha pela CPI da Petrobras

do Brasil 247
Ao jornalista Diego Escosteguy, chefe da sucursal de à‰poca em Brasília, não se pode negar uma qualidade: sua imaginação é fértil. Recentemente, o presidente do Supremo Tribunal Federal, o Joaquim Barbosa, o acusou de inventar não apenas uma entrevista, mas também seu perfil psicológico (relembre aqui). Outra reportagem famosa !“ quando ainda estava em Veja !“ foi a das supostas malas de dinheiro na Casa Civil, à s vésperas da eleição presidencial de 2010.

Desta vez, no entanto, ele se superou. Escosteguy conseguiu produzir quase vinte páginas sobre algo que, em tempos normais, valeria, no máximo, uma nota de rodapé. No entanto, como não vivemos tempos normais, posto que o Brasil está à s vésperas de nova campanha presidencial e também de uma decisão do Supremo Tribunal Federal sobre a CPI da Petrobras, aquilo que seria uma nota virou capa de à‰poca, a revista semanal de João Roberto Marinho, em tom grandiloquente: “Novas provas de corrupção na Petrobras”. Afinal, como diz o senador Alvaro Dias (PSDB-PR), o que importa é alimentar o noticiário ruim e “desconstruir” a imagem do governo (leia aqui).

Bom, mas e o que entrega a reportagem? Muito lero-lero, muita cascata e, como diria Cazuza, um museu de grandes novidades. O único fato novo é um documento em que advogados da companhia defendem que a empresa continue litigando com a belga Astra, sócia na refinaria de Pasadena, quando o melhor, segundo à‰poca, seria fechar um acordo. Nesta hipótese, o prejuízo teria sido menor do que em caso de litígio !“ o que é simples de avaliar quando se julga pelas lentes do retrovisor.

Na verdade, multada recentemente pela Receita Federal e em oposição explícita ao gover Leia mais

19 de abril de 2014
por Esmael Morais
27 Comentários

Dias abre o jogo: ordem é alimentar noticiário ruim na velha mídia

do Brasil 247
Qual é a principal missão da oposição nos dias atuais? O senador Alvaro Dias (PSDB-PR), um de seus principais líderes, responde. “Precisamos desconstruir a imagem do governo, alimentando o noticiário negativo com ação afirmativa”, disse ele, numa rápida entrevista ao Blog do Noblat. “A instalação da CPI da Petrobras vai ajudar nessa desconstrução.”

Ou seja: Dias, praticamente, abriu o jogo. A ordem é alimentar notícias negativas !“ o que tem dado certo, a julgar pelo que se lê em jornais e revistas !“ e usar a CPI da Petrobras, cuja instalação será decidida pela ministra Rosa Weber, na próxima terça-feira, para “desconstruir” a imagem do governo.

Leia, abaixo, a íntegra do depoimento de Dias a Gabriel Garcia, publicado no Blog do Noblat:

Três perguntas para… senador Alvaro Dias (PSDB-PR)

A presidente Dilma continua na frente nas pesquisas de intenção de votos. Caiu um pouco, passando de 40%, em março, para 37%, segundo o Ibope. Isso é desanimador para a oposição?

Pelo contrário. Os eleitores só vão se preocupar com eleições após a Copa. E vale verificar o ambiente hoje do país. A insatisfação da população com o governo é grande. Isso tende a trazer votos para a oposição.

Então o importante é que ela continue caindo, ainda que pouco?

Há forte tendência de queda de Dilma, verificada a cada pesquisa. Essa tendência vai se avolumar com o noticiário negativo. São as más notícias que desgastam e derrubam o governo. Temos um tempo de maturação para que esse noticiário reflita nas intenções de voto.

Mas a oposição não tem conseguido usar essa insatisfação a seu favor. O que fazer?

A oposição tem que ter clareza no discurso e ser mais afirmativa. Tem que se apresentar como alternativa real de mudança e conven Leia mais

19 de abril de 2014
por Esmael Morais
8 Comentários

Coluna do Ricardo Gomyde: Ignorância cega os “fracassomaníacos” que agem contra a Copa

Ricardo Gomyde*

Os pessimistas praticantes da fracassomania! atiram contra a Copa do Mundo e as Olimpíadas do Rio utilizando argumentos muitas vezes reproduzidos por outros que escolheram um lado, mas se esquecem de ao menos bater os olhos na ampla lista de benefícios que o Brasil terá com os grandes eventos que sediaremos.

Vejam: um estudo da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), recebeu pouca (ou nenhuma) atenção da imprensa e, por consequência, da sociedade, mostrou que só a Copa das Confederações (um torneio em formato bastante reduzido, se comparado à  Copa do Mundo) gerou cerca de 300 mil empregos em todo o país e adicionou R$ 9,7 bilhões ao PIB brasileiro. Mais do que os R$ 8 bilhões investidos (e não gastos!) nas 12 arenas construídas para a Copa do Mundo.

Ora, se uma Copa das Confederações provocou a injeção de R$ 9,7 bilhões em nossa economia, imaginem o quanto uma Copa do Mundo pode trazer? Nesse mesmo estudo, a projeção é de cerca de R$ 30 bilhões! Montante que, evidentemente, gera mais empregos e arrecadação. Estes sim poderão e serão, sem nenhuma dúvida, investidos em saúde, educação, infraestrutura e outros setores, em benefício da população.

Problemas de preparação existem sim, não se deve acobertar, mas o Brasil está trabalhando e teremos tudo pronto a tempo. E isso não é, nunca foi e nunca será exclusividade do Brasil. No Mundial da Itália, em 1990, por exemplo, os últimos assentos foram instalados na véspera do primeiro jogo! à‰ justificativa? De forma alguma. Mas vale citar o exemplo para os pessimistas de plantão que acham que tudo só acontece no Brasil. E lembro que somos bons de entrega e temos o grande sucesso da Copa das Confederações para provar isso.

Por isso, avalio que muitas vezes, beira a falta de informação fecha os olhos ao outro lado da moeda. A Copa é boa para o Brasil, entusiasma torcedores de todo o mundo, gera negócios capilarizados na sociedade e constrói um legado de benefícios para uso cotidiano da população. Um turbilhão de fatores em curso mostra que a Copa é fator de progresso e bem-estar !“ em todos os campos, inclusive na possibilidade de ganharmos o hexa!

Mas, claro, o grande sonho dos associados da fracassomania! é justamente o contrário: torcer por uma grande derrota do Brasil em pleno Maracanã. E que seja contra a Argentina ou Uruguai, por favor!, diriam eles… Uma pena.

*Ricardo Gomyde, assessor do Ministério do Esporte, especialista em políticas de inclusão social, é membro da Comissão Organizadora da Copa do Mundo no Brasil em 2014. Escreve nos sábados no Blog do Esmael.

Leia mais