Em Curitiba, presidente nacional do PCdoB diz que “Dilma é criticada pelas qualidades!; assista ao vídeo

Presidente nacional do PCdoB, Renato Rabelo, nesta segunda (25), afirmou que não tem fundamento o "Volta, Lula"; "O próprio Lula tem dito, não, a Dilma tem se colocado numa posição importante, ela deve terminar sua experiência, primeira mulher na presidência da República", disse em Curitiba; o dirigente comunista também criticou o surgimento de movimentos de caráter fascista, apoiados pela mídia, e disse ver exagero nas críticas da imprensa no caso Pasadena; "Evidentemente precisa ser apurado, mas para época foi um negócio correto"; de acordo com Rabelo, no Paraná, o partido se identifica mais com as candidaturas dos senadores Roberto Requião (PMDB) e Gleisi Hoffmann (PT). "Nós ainda não decidimos"; assista ao vídeo.

Presidente nacional do PCdoB, Renato Rabelo, nesta segunda (25), afirmou que não tem fundamento o “Volta, Lula”; “O próprio Lula tem dito, não, a Dilma tem se colocado numa posição importante, ela deve terminar sua experiência, primeira mulher na presidência da República”, disse em Curitiba; o dirigente comunista também criticou o surgimento de movimentos de caráter fascista, apoiados pela mídia, e disse ver exagero nas críticas da imprensa no caso Pasadena; “Evidentemente precisa ser apurado, mas para época foi um negócio correto”; de acordo com Rabelo, no Paraná, o partido se identifica mais com as candidaturas dos senadores Roberto Requião (PMDB) e Gleisi Hoffmann (PT). “Nós ainda não decidimos”; assista ao vídeo.

O presidente nacional do PCdoB, Renato Rabelo, nesta terça-feira 25, em Curitiba, disse que a campanha pelo “Volta, Lula” é bobagem. Segundo o dirigente máximo comunista é necessário a quarta vitória com a presidenta Dilma Rousseff.

“O próprio Lula tem dito, não, a Dilma tem se colocado numa posição importante, ela deve terminar sua experiência, primeira mulher na presidência da República, e nós acreditamos que o presidente Lula está certo. Ela é criticada pelas qualidades”, observou o dirigente do PCdoB.

Daqui a pouco, a partir das 19 horas, Rabelo participa de um evento de comemoração aos 92 anos da legenda vermelha no Slaviero Slim Centro (Braz Hotel), na Rua Luís Xavier, 67 (XV de Novembro), Centro. O evento é organizado pela Fundação Maurício Grabois, braço para formação ideológica na agremiação.

No Paraná, de acordo com Rabelo, o partido se identifica mais com as candidaturas com os senadores Roberto Requião (PMDB) e Gleisi Hoffmann (PT). “Nós ainda não decidimos”, disse.

Sobre o cavalo de batalha! promovido pela oposição acerca da compra da refinaria de Pasadena, nos EUA, ele afirmou que “em ano eleitoral tudo vem com posição embutida”. “Evidentemente precisa ser apurado, mas para época foi um negócio correto”.

Renato Rabelo também criticou o surgimento de movimentos fascistas, de retrocesso, como aquele articulado pelas “viúvas do golpe militar”, de extrema direita, como forma de combater o governo Dilma. “Por isso é necessário a quarta vitória”.

Assista ao vídeo:

Comentários encerrados.