Por Esmael Morais

1!º de abril: Romanelli propõe CPI para investigar “quebradeira no Paraná”

Publicado em 31/03/2014

Depois de intenso bate-boca no plenário, governo e oposição concordam em apoiar criação da "CPI da quebradeira" na Assembleia Legislativa; governo Richa quer investigar motivos de empréstimos federais baterem na trave; oposição quer investigar os motivos da quebradeira no Paraná; deputado Romanelli escolheu amanhã, dia 1!º de abril, como data especial para apresentar o requerimento de instalação da comissão; parlamentar peemedebista pró-tucano Beto Richa reclamou da mão peluda! de Requião e da mão delicada! de Gleisi, que estariam agindo contra o Paraná; petista Péricles Mello rebateu as acusações.

Depois de intenso bate-boca no plenário, governo e oposição concordam em apoiar criação da “CPI da quebradeira” na Assembleia Legislativa; governo Richa quer investigar motivos de empréstimos federais baterem na trave; oposição quer investigar os motivos da quebradeira no Paraná; deputado Romanelli escolheu amanhã, dia 1!º de abril, como data especial para apresentar o requerimento de instalação da comissão; parlamentar peemedebista pró-tucano Beto Richa reclamou da mão peluda! de Requião e da mão delicada! de Gleisi, que estariam agindo contra o Paraná; petista Péricles Mello rebateu as acusações.

O deputado estadual Luiz Cláudio Romanelli (PMDB), da base de sustentação do governo Beto Richa (PSDB), na Assembleia, anunciou nesta tarde que apresentará amanhã, terça-feira dia 1!º de abril, requerimento de instalação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar as dificuldades de o Paraná obter empréstimos federais.

“Não sei se é uma mão invisível “peluda” ou “delicada” que impede os empréstimos ao Paraná”, reagiu Romanelli, que retomou sua cadeira na Assembleia Legislativa há duas semanas.

O peemedebista repetiu o mesmo discurso que o governador Beto Richa fez no final de semana em Santo Antonio da Platina, durante posse da nova diretoria da Associação dos Municípios do Norte Pioneiro (Amunorpi). O tucano se referia à s mãos peludas! do senador Roberto Requião (PMDB) e delicadas! da senadora Gleisi Hoffmann (PT).

O líder da oposição, deputado Elton Welter (PT), antecipou que os deputados da bancada subscreverão o requerimento da CPI. “O governo Beto Richa não gastou os 12% obrigatórios na saúde, ficou em 10%”, disse.

Romanelli adiantou que convocará Arno Augustin, titular da Secretaria Nacional do Tesouro (SNT), dono de outra mão peluda! que tira o sono do tucanato.

O deputado Péricles Mello (PT), da tribuna, negou que o governo federal persiga o paranaense. Ele elevou o tom contra Romanelli e o líder do governo do PSDB, Ademar Traiano, que “nem ficam vermelhos em faltar com a verdade”.

“à‰ um governo de ficção, de mentira, que busca arrumar culpado para seu fracasso. Os deputados [Romanelli e Traiano] fazem movimento falacioso para esconder um governo mau gestor, um governo de negócio, e, que criminaliza a principal adversária [Gleisi Hoffmann]!, disparou.