16 de março de 2014
por Esmael Morais
45 Comentários

Veja essa: Richa agora é Requião

O governador Beto Richa (PSDB), neste domingo (16), deu sinais de que deverá jogar a tolha na disputa pela reeleição; pelo Twitter, o tucano sentiu as dores do desafeto do PMDB: "Lula devolve apoio de Requião em 5 eleições com ingratidão. Memória curta. Esqueceu a lealdade ao apoiar novo aliado", tuitou;  a frente política paranaense interpretou a tuitada de duas maneiras: 1- cederá o lugar para a disputa pelo Palácio Iguaçu ao companheiro de ninho àlvaro Dias; e 2- Num acordo branco, onde concorreria ao Senado, Richa estaria aderindo ao Volta, Requião!; será? Pelo sim pelo não, Requião bateu geral:  "o Estado não pode ser governado nem pela Barbie nem pelo Ken".

O governador Beto Richa (PSDB), neste domingo (16), deu sinais de que deverá jogar a tolha na disputa pela reeleição; pelo Twitter, o tucano sentiu as dores do desafeto do PMDB: “Lula devolve apoio de Requião em 5 eleições com ingratidão. Memória curta. Esqueceu a lealdade ao apoiar novo aliado”, tuitou; a frente política paranaense interpretou a tuitada de duas maneiras: 1- cederá o lugar para a disputa pelo Palácio Iguaçu ao companheiro de ninho àlvaro Dias; e 2- Num acordo branco, onde concorreria ao Senado, Richa estaria aderindo ao Volta, Requião!; será? Pelo sim pelo não, Requião bateu geral: “o Estado não pode ser governado nem pela Barbie nem pelo Ken”.

O governador do Paraná Beto Richa (PSDB), mal das pernas na reeleição, flerta com outras possibilidades em 2014. Uma delas é ceder o lugar, na disputa pelo Palácio Iguaçu, ao senador àlvaro Dias. Ele, o governador, concorreria ao Senado. ... 

Leia mais

16 de março de 2014
por Esmael Morais
47 Comentários

Roberto Requião: “Lula foi extremamente ingrato”

do Brasil 247Um movimento do ex-presidente Lula, na semana passada, fez com que ele perdesse um aliado que o apoiou em cinco eleições presidenciais. Trata-se do senador Roberto Requião (PMDB-PR), que se diz “magoado e indignado” com o que Lula disse num evento em São José dos Pinhais, que serviu de pré-lançamento da candidatura da ex-ministra Gleisi Hoffmann ao governo estadual.

Nele, Lula afirmou que deveria ter apoiado Osmar Dias !“ e não Requião !“ nas últimas eleições paranaenses. O motivo: Gleisi quer Osmar Dias, que hoje é vice-presidente do Banco do Brasil, como vice em sua chapa. “Eu apoiei o Lula em cinco eleições presidenciais e cheguei até a perder uma disputa para o governo do Paraná por conta disso”, disse Requião ao 247. “Agora, eles vêm com essa arrogância e essa prepotência… Só não sabem que eu tenho uma capacidade: a de ferir a quem me fere”.

Requião tem sido cada vez mais citado como possível candidato ao governo do Paraná, estado que governou em três ocasiões. No entanto, ele afirma que sua prioridade é tentar disputar a presidência da República. “Vou colocar meu nome à  disposição do partido na convenção nacional para forçar uma discussão; o Brasil está perdendo o rumo”, afirma.

No entanto, o senador não tem tanta confiança num eventual projeto presidencial do PMDB. Segundo ele, o Palácio do Planalto já se acertou com quatro personagens centrais no partido: Renan Calheiros, José Sarney, Jader Barbalho e Eduardo Braga. Todos eles terão candidaturas próprias ou de aliados em seus estados !“ Alagoas, Maranhão, Pará e Amazonas !“ que colocarão o PT sob a órbita do PMDB.

Por isso mesmo, ele tem permitido que avance o movimento “Volta, Requião”. “Se houver coesão no PMDB, eu aceito fazer parte desse esforço para salvar o Paraná”, diz ele. Requião afirma que o estado não pode ser governado “nem pela Barbie nem pelo Ken”, usando os apelidos criados por ele próprio para Gleisi e o governador Beto Richa.

Num cenário desses, com três candidaturas, ele afirma que não haveria nem segundo turno. “As pesquisas qualitativas mostram que eu levo no primeiro”, diz ele. “Perguntam à s pessoas quem pode arrumar o Paraná e a resposta é sempre a mesma: Requião”.

Aliados do ex-governador dizem que tanto Richa, que comanda a máquina estadual, como Gleisi farão campanhas milionárias !“ na casa dos R$ 100 milhões !“ enquanto Requião usará a tática do “tostão contra o milhão”. E afirmam que o dinheiro não fará diferença.

Requião sinaliza ainda que, se ficar de fora da disputa pelo governo estadual, não dará seu apoio a Gleisi. “Se a disputa ficar entre o Ken e a Barbie, o Ken vence”, afirma. “Muito embora a Barbie tenha razão quando diz que o Ken quebrou o Paraná”.

Leia mais

16 de março de 2014
por Esmael Morais
14 Comentários

Perdeu feio, Obama: 95% da Crimeia vota pela Rússia

do Brasil 247
Acaba de sair a primeira pesquisa sobre o referendo deste domingo na Crimeia. Nada menos que 95% da população votou pela anexação à  Rússia (leia mais no site Russian Times).

A vitória da Rússia revela ao mundo uma nova ordem geopolítica global, que substitui a chamada Pax Americana (leia mais aqui).

Nesta segunda, começarão a ser aplicadas sanções à  Rússia, mas nada que altere a realidade. Barack Obama perdeu, Vladimir Putin venceu.

Em crise econômica e com a participação de grupos nazistas, o governo golpista da Ucrânia tende a perder apoio popular a partir de agora.

Nos Estados Unidos, o secretário de Estado, John Kerry, disse que não aceita o resultado. Choro de perdedor.

Leia, abaixo, reportagem da Reuters sobre isso:

Kerry diz que os EUA não aceitarão resultado do referendo da Crimeia

WASHINGTON, 16 Mar (Reuters) – Mais de 95 por cento dos votantes na região da Crimeia, na Ucrânia, apoiam a união com a Rússia, em um referendo neste domingo, de acordo com resultados parciais divulgados pela agência de notícias russa RIA.

A agência disse que os números foram fornecidos por Mikhail Malyshev, chefe da comissão do referendo, depois que mais da metade dos votos foram contabilizados na península do Mar Negro, onde forças russas tomaram controle.

(Por Lidia Kelly)

Leia, ainda, reportagem da Agência Brasil sobre o referendo:

Com fim de referendo na Crimeia, UE e EUA dizem que não reconhecerão resultado

Danilo Macedo Edição: Talita Cavalcante

Terminaram por volta das 15h (horário de Brasília) as votações do referendo na Crimeia, ao Sul da Ucrânia, no qual os eleitores da região responderam se aprovam a reunificação do território como membro da Federação da Rússia e se aprovam a restauração da Constituição da Crimeia de 1992 e o estatuto do território como parte da Ucrânia. De acordo com o governo da região, o comparecimento à s urnas superou os 70% previstos antes do início das votações. Leia mais

16 de março de 2014
por Esmael Morais
16 Comentários

Nova ordem mundial: anexação da Crimeia à  Rússia deve ter apoio de 70%; guerra ou paz?

do Brasil 247 Como previsto, a população da Crimeia deve aprovar, neste domingo, sua anexação à  Rússia. O referendo teve início à s 2h de Brasília e será encerrado à s 14h, quando já será noite na região.

Ao todo, as urnas estão abertas em 27 unidades regionais e uma pesquisa do instituto GfK aponta que 70% da população deve votar a favor da anexação à  Rússia e apenas 11% pela volta à  Ucrânia !“ na semana passada, o parlamento aprovou uma declaração de independência.

Muitos votaram já nas primeiras hora do dia e registros de pessoas que acompanham a votação apontam para uma vitória tranquila da proposta de anexação !“ bandeiras russas também dominam a paisagem das principais cidades da Crimeia, como Sebastopol e Simferopol.

A votação é acompanhada por observadores de diversos países. Seus resultados não serão reconhecidos pela União Europeia e pelos Estados Unidos, mas isso não fará diferença. A partir deste domingo, a Crimeia será parte da Rússia e uma resolução da ONU contra o referendo também foi vetada pelos russos (leia mais aqui sobre o nascimento de uma nova ordem mundial).

Leia, abaixo, o noticiário da Reuters a respeito do referendo:

Crimeia vota sobre união com Rússia enquanto presença militar aumenta

Por Mike Collett-White e Ronald Popeski

SIMFEROPOL, Ucrânia/KIEV, 16 Mar (Reuters) – Cidadãos da Crimeia votaram em um referendo neste domingo para decidir sobre uma cisão da Ucrânia e uma união com a Rússia, com Kiev acusando Moscou de aumentar rapidamente a presença militar na península em uma “violação crua” de um tratado internacional.

Em meio a uma crise Leste-Oeste reminiscente da Guerra Fria, o ministro da Defesa em exercício da Ucrânia, Ihor Tenyukh, disse que o número de militares russos na Crimeia está agora duas vezes maior que o nível acertado com Moscou e que a força de Kiev estão tomando “medidas apropriadas” ao longo da fronteira com a Rússia.

Tenyukh afastou qualquer sugestão que a Ucrânia, enfraquecida econômica e militarmente, poderia desistir ante o poderio russo.

“As decisões serão tomadas dependendo de como os eventos desdobrarem-se. Mas quero dizer mais uma vez que esta é nossa terra e que nós iremos abandoná-la”, disse ele à  agência Interfax.

Países ocidentais dizem que a votação, que deverá ser a favor da união com a Rússia devido a uma maioria de idioma russo na região, é ilegal e está sendo conduzida sob am Leia mais

16 de março de 2014
por Esmael Morais
15 Comentários

Curitiba não é Paris, mas é uma festa para a máfia do transporte coletivo

Curitiba continua um paraíso para as máfias que atuam no lixo, transporte, multas eletrônicas, aluguel de carros, dentre outros setores essenciais à  sociedade; prefeito Gustavo Fruet ainda permanece refém desses grupos econômicos que são conhecidos financiadores de campanhas eleitorais; nesta semana, na contramão do mundo, a tarifa do ônibus deverá ser reajustada na capital paranaense, medida que vai privilegiar o transporte individual ente o público; na França, as cidades de Paris, Caen e Rouen oferecem transporte gratuito em ônibus, trem, metrô e até bicicletas de graça para diminuir a circulação de carros e, consequentemente, a poluição nessas cidades; mas tem reação na terra das araucárias: Turma do Amendoim!, formada por velhos militantes e filiados do PT, promete incentivar protestos contra a Prefeitura; Curitiba não é Paris, mas é uma festa para os mafiosos.

Curitiba continua um paraíso para as máfias que atuam no lixo, transporte, multas eletrônicas, aluguel de carros, dentre outros setores essenciais à  sociedade; prefeito Gustavo Fruet ainda permanece refém desses grupos econômicos que são conhecidos financiadores de campanhas eleitorais; nesta semana, na contramão do mundo, a tarifa do ônibus deverá ser reajustada na capital paranaense, medida que vai privilegiar o transporte individual ente o público; na França, as cidades de Paris, Caen e Rouen oferecem transporte gratuito em ônibus, trem, metrô e até bicicletas de graça para diminuir a circulação de carros e, consequentemente, a poluição nessas cidades; mas tem reação na terra das araucárias: Turma do Amendoim!, formada por velhos militantes e filiados do PT, promete incentivar protestos contra a Prefeitura; Curitiba não é Paris, mas é uma festa para os mafiosos.

Eu sei que Curitiba não é Paris nem fica na França, mas a comparação é um método fantástico de aferição de políticas públicas.  ... 

Leia mais

Esmael Morais 2009-2019. O Blog do Esmael é liberto das excludentes convenções mercantis Copyright ©. O site não cobra pelos direitos autorais, portanto, pode e deve ser reproduzido no todo ou em parte, além de ser liberado para distribuição desde que preservado seu conteúdo e o nome do autor. | A política como ela é em tempo real.

Topo