11 de março de 2014
por Esmael Morais
20 Comentários

Câmara se rebela e aprova investigação contra a Petrobras

247, com Agência Brasil Mesmo com todas as tentativas do governo de barrar a criação de uma comissão externa para investigar denúncias de pagamento de propina a funcionários da Petrobras, a Câmara dos Deputados aprovou hoje (11) a proposta em votação simbólica. O requerimento foi aprovado com apoio da bancada do PMDB, partido da base aliada ao governo.

O governo ainda tentou barrar a iniciativa da oposição por meio de um requerimento pela retirada da proposta, mas o plenário rejeitou o pedido. Por 267 votos a favor, 28 contrários e 15 abstenções, os parlamentares mantiveram em pauta a proposta da oposição.

Para tentar dificultar o alcance do quórum, entraram em obstrução as bancadas do PT, do bloco PP/Pros, do PCdoB, do PDT e do PRB. O PSD liberou sua bancada.

Com a criação da comissão, deputados deverão viajar à  Holanda para acompanhar a investigação de denúncias relacionadas a irregularidades na Petrobras.

Leia mais

11 de março de 2014
por Esmael Morais
53 Comentários

47% dos curitibanos desaprovam Gustavo Fruet, diz Paraná Pesquisas

Sobe para 47% os curitibanos que desaprovam a administração Gustavo Fruet; levantamento especial para o Blog do Esmael aponta que, consequentemente, caiu aprovação para 49%; em abril de 2013, segundo o mesmo instituto, 66% aprovavam o pedetista e apenas 39% o rejeitavam.

Sobe para 47% os curitibanos que desaprovam a administração Gustavo Fruet; levantamento especial para o Blog do Esmael aponta que, consequentemente, caiu aprovação para 49%; em abril de 2013, segundo o mesmo instituto, 66% aprovavam o pedetista e apenas 39% o rejeitavam.

O prefeito Gustavo Fruet (PDT) teve a terceira queda seguida na aprovação e, consequentemente, na desaprovação de sua administração. De acordo com levantamento da Paraná Pesquisas, especial para o Blog do Esmael, 47% dos curitibanos desaprovam o pedetista. ... 

Leia mais

11 de março de 2014
por Esmael Morais
4 Comentários

Câmara de Colombo pode investigar ex-prefeito na “CPI da Uva”

Treze dois 21 vereadores de Colombo assinaram requerimento para instalação da "CPI da Uva" nesta terça (11); parlamentares querem investigar tradicional festa na gestão de J. Camargo, entre os anos de 2009 e 2012; vereadores suspeitam de desvio superior a R$ 500 mil no período do ex-prefeito do PSC.

Treze dois 21 vereadores de Colombo assinaram requerimento para instalação da “CPI da Uva” nesta terça (11); parlamentares querem investigar tradicional festa na gestão de J. Camargo, entre os anos de 2009 e 2012; vereadores suspeitam de desvio superior a R$ 500 mil no período do ex-prefeito do PSC.

A Câmara Municipal de Colombo, na região metropolitana de Curitiba, a partir das 15h30 desta terça (11), pode instalar a “CPI da Uva” para investigar suposto desvio de R$ 500 mil da tradicional Festa da Uva na gestão do ex-prefeito J. Camargo (PSC). ... 

Leia mais

11 de março de 2014
por Esmael Morais
10 Comentários

Veja essa: Atlético-PR usou verba da arena para contratação de atleta

do Brasil 247O Atlético Paranaense usou parte do dinheiro que deveria ser investido na reforma da Arena da Baixada na aquisição de 50% dos direitos econômicos do lateral-direito Léo. A CAP S/A, que é uma empresa constituída pelo clube com a finalidade de receber verba pública para a obra do estádio, transferiu R$ 1,5 milhão ao Vitória-BA. A transação ocorre em 26 de dezembro de 2013. As informações são do jornal Folha de S. Paulo.

O estádio de Curitiba é o mais atrasado da Copa e já correu até o risco de ficar de fora do torneio. A conta da CAP S/A recebeu R$ 226 milhões de verba pública, financiada pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), responsável pela liberação de R$ 131,1 milhões, e pelo governo do Paraná, que liberou R$ 95,3 milhões. O clube destinou mais R$ 38 milhões para a obra.

De fato, não há como saber se a verba foi pública ou do clube, no entanto deveria ser aplicada exclusivamente na reforma do estádio. “A CAP S/A é uma empresa de propósito específico: a reforma do estádio”, disse o secretário da Copa em Curitiba, Reginaldo Cordeiro. “Eu não sabia dessa movimentação. à‰ estranha”. Vale ressaltar que, embora a transação tenha sido efetuada, a contratação não ocorreu e Léo acabou indo para o Flamengo. O Atlético-PR quer a quantia de volta.

Leia mais

11 de março de 2014
por Esmael Morais
25 Comentários

Vira o disco, Richa: 51% dos curitibanos dizem que governo federal “não” persegue o Paraná

O líder de Beto Richa na Assembleia Legislativa, deputado Ademar Traiano (PSDB), principal ideólogo do Palácio Iguaçu, terá de calibrar a mira em seus contundentes discursos contra a senadora Gleisi Hoffmann; segundo a Paraná Pesquisas, exclusiva para o Blog do Esmael, 51,72% dos curitibanos não concordam que o governo federal promove perseguição ao governo tucano; apenas 39,95% concordam que Richa não consegue realizar as obras necessárias porque há perseguição do governo Dilma Rousseff; ou seja, a população não percebe a pré-candidata do PT como culpada pela grave crise financeira que assola o Paraná; portanto, o governador do PSDB terá que virar o disco, ou seja, vai perdendo a batalha da comunicação.

O líder de Beto Richa na Assembleia Legislativa, deputado Ademar Traiano (PSDB), principal ideólogo do Palácio Iguaçu, terá de calibrar a mira em seus contundentes discursos contra a senadora Gleisi Hoffmann; segundo a Paraná Pesquisas, exclusiva para o Blog do Esmael, 51,72% dos curitibanos não concordam que o governo federal promove perseguição ao governo tucano; apenas 39,95% concordam que Richa não consegue realizar as obras necessárias porque há perseguição do governo Dilma Rousseff; ou seja, a população não percebe a pré-candidata do PT como culpada pela grave crise financeira que assola o Paraná; portanto, o governador do PSDB terá que virar o disco, ou seja, vai perdendo a batalha da comunicação.

O governador Beto Richa (PSDB) precisa urgentemente virar o disco e tocar outra música, se quiser justificar e convencer sobre os motivos da crise que assola as finanças do Paraná.  ... 

Leia mais

11 de março de 2014
por Esmael Morais
33 Comentários

Demissão de secretária e oftalmologista na Segurança deverão polarizar debates na Assembleia

Escolha do oftalmologista Leon Grupenmacher para a Secretaria da Segurança e a demissão de Jozélia Nogueira das Finanças deverão esquentar os debates, esta tarde, na Assembleia Legislativa do Paraná; para o deputado Enio Verri, presidente estadual do PT, a secretária foi demitida porque era honesta; à‰ a primeira vez que eu vejo alguém ser demitido porque é honesto!, lamentou ao blog; Requião, pelo Twitter, achou graça na nomeação de Beto Richa na Segurança: "Paraná. Em governo de cego oftalmologista é rei", sapecou; o vice-presidente da Câmara, André Vargas, também tirou uma lasquinha! da reforma do secretariado tucano: "Agora ninguém pode dizer que o secretário da Segurança do governador Beto Richa não é um homem de visão", ironizou.

Escolha do oftalmologista Leon Grupenmacher para a Secretaria da Segurança e a demissão de Jozélia Nogueira das Finanças deverão esquentar os debates, esta tarde, na Assembleia Legislativa do Paraná; para o deputado Enio Verri, presidente estadual do PT, a secretária foi demitida porque era honesta; à‰ a primeira vez que eu vejo alguém ser demitido porque é honesto!, lamentou ao blog; Requião, pelo Twitter, achou graça na nomeação de Beto Richa na Segurança: “Paraná. Em governo de cego oftalmologista é rei”, sapecou; o vice-presidente da Câmara, André Vargas, também tirou uma lasquinha! da reforma do secretariado tucano: “Agora ninguém pode dizer que o secretário da Segurança do governador Beto Richa não é um homem de visão”, ironizou.

A sessão de hoje à  tarde na Assembleia Legislativa do Paraná promete ser quente. Aliás, muito quente. Dois temas deverão polarizar os debates entre os deputados da oposição e situação. O primeiro diz respeito à  demissão da secretária da Fazenda, Jozélia Nogueira, e o segundo tem relação à  escolha do novo secretário de Segurança Pública. ... 

Leia mais

11 de março de 2014
por Esmael Morais
2 Comentários

Dilma Rousseff agora assopra: O PMDB só me dá alegria!

do Brasil 247
“O PMDB só me dá alegria”, declarou nesta terça-feira 11 a presidente Dilma Rousseff a jornalistas, no Chile, após encontro com a presidente Michelle Bachelet, que toma posse hoje. A declaração sinaliza que praticamente não há crise do PT com a maior parte da base aliada e que a aliança com o partido, ameaçada nos últimos dias, está tranquila.

A frase se aplica a 99% do PMDB, com exceção do líder da bancada na Câmara, o deputado Eduardo Cunha (RJ), que com críticas e sugestões para se “repensar” a aliança, segundo ele, com base em parlamentares insatisfeitos, virou inimigo pessoal e não representa o posicionamento da cúpula do partido.

Líderes peemedebistas, como os presidentes do Senado, Renan Calheiros (AL), e da Câmara, Henrique Alves (RN), e o vice-presidente da República, Michel Temer, fecharam com a presidente em reuniões nos últimos dias, numa estratégia para isolar Eduardo Cunha. A cúpula admitiu que há insatisfação, mas não clima de ruptura.

Os dirigentes se preocupam, conforme analisa o colunista Ilimar Franco, do jornal O Globo, em deixar aberto o caminho para a recomposição, que deve acontecer após a reforma ministerial e as convenções de junho. O comportamento radical de Cunha não é uma surpresa para a direção nacional da legenda, mas acabará tirando-o de campo.

Leia mais

11 de março de 2014
por Esmael Morais
22 Comentários

Coluna do André Vargas: “Tem sujeira grossa nos canos da Sanepar”

André Vargas, em sua coluna desta terça, levanta suspeita sobre licitação de R$ 469 milhões que a Sanepar está fazendo no Litoral; Meio bilhão de reais para investimentos no programa de saneamento básico!, destaca; segundo o colunista, a empresa poderá cometer uma ilegalidade que custará cerca de R$ 90 milhões aos usuários dos serviços de água e esgoto; vice-presidente da Câmara, parafraseando o senador Roberto Requião, afirma que a patifaria não para por aí!: clientelismo, privatização, tarifaço, viagens para o exterior, carros de luxo para diretores pagos com dinheiro de reajustes nas tarifas que chegam a 40% no governo Richa; Tem sujeira grossa nos canos da Sanepar", denuncia o deputado do PT; leia o texto.

André Vargas, em sua coluna desta terça, levanta suspeita sobre licitação de R$ 469 milhões que a Sanepar está fazendo no Litoral; Meio bilhão de reais para investimentos no programa de saneamento básico!, destaca; segundo o colunista, a empresa poderá cometer uma ilegalidade que custará cerca de R$ 90 milhões aos usuários dos serviços de água e esgoto; vice-presidente da Câmara, parafraseando o senador Roberto Requião, afirma que a patifaria não para por aí!: clientelismo, privatização, tarifaço, viagens para o exterior, carros de luxo para diretores pagos com dinheiro de reajustes nas tarifas que chegam a 40% no governo Richa; Tem sujeira grossa nos canos da Sanepar”, denuncia o deputado do PT; leia o texto.

André Vargas* ... 

Leia mais

11 de março de 2014
por Esmael Morais
18 Comentários

Ratinho Jr ‘não dá conta do recado’ na Comec, dizem prefeitos

Pela enésima vez, os prefeitos vinculados à  Associação dos Municípios da Região Metropolitana de Curitiba (Assomec) voltaram se reunir ontem (10) para encontrar uma solução para o transporte nas 13 cidades que compõem a Rede Integrada de Transporte (RIT). Ninguém quer gerenciar “de fato” as linhas de ônibus metropolitanas. Nem o governo estadual, nem a prefeitura da capital.

Sob a batuta do maestro Luizão Goulart (PT), prefeito de Pinhais e presidente da Assomec, sobrou críticas à  Coordenação da Região Metropolitana (Comec). O órgão está sob as asas do secretário do Desenvolvimento Urbano (SEDU), Ratinho Júnior (PSC), que não compareceu ao encontro. No seu lugar esteve o chefe da Casa Civil, Reinold Stephanes (PSD), que nada decidiu.

Prefeitos saíram da reunião de ontem com a sensação que uma solução só será encontrada quando o Saci-Pererê cruzar as pernas ou o sargento Garcia prender o Zorro. Ninguém quer ficar com o ônus da região metropolitana, mas todos querem o bônus do mercado consumidor e a mão de obra — de preferência barata — encontrada em abundância nesses municípios.

Ao blog, com sua simplicidade típica, um dos prefeitos que participou da reunião na Comec deu sua impressão sobre o impasse: o secretário Ratinho Júnior não consegue dar conta do recado.

Antes do feriadão de Carnaval, prefeitos da mesma Assomec questionaram a competência de gestão de Ratinho (clique aqui). Em nota oficial, a entidade colocou “panos quentes” no assunto (relembre aqui).

Segundo o presidente da Assomec e prefeito de Pinhais, Luizão Goulart é necessário que a Comec assuma definitivamente o gerenciamento do transporte coletivo da Região Metropolitana.

O governo do estado criou o subsídio e tem a legitimidade de gerenciar o transporte, não podemos ficar neste “empurra, empurra” entre URBS e Comec, pois a cada inicio de ano vivemos uma grande “novela” na RMC!, ponderou.

Para os prefeitos o que falta principalmente é informação. Segundo o prefeito de Itaperuçu, Neneu Artigas (PDT), os prefeitos ficam de mãos atadas! e mesmo assim depois correm o risco de serem responsabilizados pela falta de ações efetivas no que se refere ao transporte coletivo.

Em nossa região, por exemplo, existe um grande monopólio, já que há mais de 20 anos as mesmas empresas administram o transporte e nós não podemos nem questionar!, salientou.

Durante a reunião o prefeito de Curitiba, Gustavo Fruet (PDT) mostrou-se a favor dos municípios e da integração com a região metropolitana, no entanto, alertou mais uma vez que a capital não pode continuar arcando com as despesas sem que haja ajuste na tarifa.

à‰ necessário pensar o mais rápido possível em um novo modelo de governança para o transporte, pois não é possível que Curitiba continue assumindo o gerenciamento das linhas metropolitanas após uma série de acréscimos na tarifa técnica, sendo que o subsídio do governo estadual continua o mesmo do ano passado!, defendeu.

Representando o governador Beto Richa (PSDB) durante a reunião, Reinhold Stephanes admitiu falta de planejamento nos últimos anos para que novas alternativas para o transporte coletivo na RMC fossem implantadas com êxito.

Reconhecemos que o governo estadual tem responsabilidade em resolver este problema, assim como os municípios também tem a responsabilidade de cobrar e ajudar a encontrar so Leia mais

11 de março de 2014
por Esmael Morais
1 Comentário

Gilberto Gil defende aprovação do Marco Civil da Internet

da Rede Brasil Atual, via Brasil 247
O Avaaz, plataforma de campanhas online que sedia e divulga abaixo-assinados, divulgou ontem (10) mensagem do ex-ministro da Cultura Gilberto Gil (PV) em defesa do Marco Civil da Internet, que deve ir a votação no Congresso nesta semana.

No texto, o ex-ministro pede que os internautas manifestem seu apoio em contraposição ao “lobby irresponsável de um punhado de empresas” que trabalham contra o princípio de neutralidade da rede, critério segundo o qual provedores de internet são proibidos de oferecer pacotes de serviços restritos, capazes de acessar apenas uma quantidade limitada de sites, ou de restringir a velocidade da conexão de acordo com o endereço virtual acessado.

“O poderoso lobby das empresas de telecomunicações está influenciando nossos políticos para que transformem a internet em uma espécie de TV a cabo, em que se poderia cobrar a mais para podermos assistir a vídeos, ouvir música ou acessar informações. A votação será apertada, mas uma grande mobilização pública pode convencer os deputados de que suas reeleições dependem desse voto”, afirma Gil, que prevê a votação para as próximas 48 horas.

Até as 16h, o abaixo-assinado havia reunido 106 mil assinaturas, superando a meta inicial de 100 mil apoios. O novo objetivo, até o início da votação do Marco Civil da Internet no plenário da Câmara dos Deputados, é de 200 mil assinaturas. “Eu acredito que o Marco Civil seja o melhor projeto de lei que já entrou no Congresso, porque foi feito por todos nós, de forma colaborativa pela rede. Ele limita quais informações os provedores podem guardar e estabelece critérios rígidos para as empresas”, ressalta Gil.

O Marco Civil da Internet foi redigido colaborativamente, pela internet, entre 2009 e 2011, quando foi enviado à  Câmara dos Deputados pela presidenta Dilma Rousseff (PT). Desde então, teve sua votação em plenário adiada oito vezes, mas voltou à  Ordem do Dia após o governo federal declarar urgência sobre o projeto, em setembro de 2013, como reação à s notícias de que o governo dos Estados Unidos espionava telefonemas e e-mails do primeiro escalão do governo e de estatais estratégicas, como a Petrobras.

Leia mais

11 de março de 2014
por Esmael Morais
7 Comentários

Rodrigo Rocha Loures: “Empresários têm que atuar mais na política e nas eleições de 2014”

O empresário Rodrigo Rocha Loures, ex-presidente da Federação das Indústrias do Estado do Paraná (Fiep), em artigo especial para o Blog do Esmael, analisa a participação do setor produtivo na política e a perspectivas nas eleições de 2014; o fundador da Nutrimental diz que o empresário participa da política através de uma agenda setorial, do lobby nos parlamentos ou no executivo, ou ainda financiando candidaturas; "à‰ pouco, muito pouco", opina, para logo em seguida pregar o uso da inteligência no processo: "O ano eleitoral é a oportunidade perfeita para retomarmos com força nosso papel político na sociedade"; leia o texto.

O empresário Rodrigo Rocha Loures, ex-presidente da Federação das Indústrias do Estado do Paraná (Fiep), em artigo especial para o Blog do Esmael, analisa a participação do setor produtivo na política e a perspectivas nas eleições de 2014; o fundador da Nutrimental diz que o empresário participa da política através de uma agenda setorial, do lobby nos parlamentos ou no executivo, ou ainda financiando candidaturas; “à‰ pouco, muito pouco”, opina, para logo em seguida pregar o uso da inteligência no processo: “O ano eleitoral é a oportunidade perfeita para retomarmos com força nosso papel político na sociedade”; leia o texto.

Rodrigo Rocha Loures* ... 

Leia mais