9 de março de 2014
por Esmael Morais
21 Comentários

Riocentro: Prêmio Esso de Jornalismo sofre ameaça de morte no Paraná

O jornalista José Carlos Sucupira denunciou em seu perfil no Facebook, neste domingo (9), que ainda sofre ameaças de morte por causa de reportagem feita para o Jornal do Brasil sobre o Caso Riocentro. As investigações publicadas no JB, além de ajudar na elucidação do atentado terrorista cometido por militares em 1981, lhe renderam o Prêmio Esso de Jornalismo em 1988.

Na semana passada, o premiado jornalista esteve em Brasília para depor no Ministério Público Federal sobre o mesmo Caso Riocentro. Nas redes sociais, Sucupira conta que ainda é ameaçado por mexer com os poderosos, falar a verdade.

No entanto, a grande preocupação é com a segurança dele no Paraná. Ele pensa em deixar Curitiba. “Uma pena que nem eu nem qualquer cidadão se sinta seguro no Paraná, a questão não é pessoal, amo o Paraná mas não confio no Beto [Richa]”, tuitou no começo desta noite.

Exatamente por isto, uma comissão de 12 deputados federais e dois senadores foram até a Polícia Federal (PF) para pedir proteção ao jornalista.

Em pleno ano de 2014, a direita reacionária sabe que por trás do Riocentro existem coisas ainda mais perturbadoras e que ainda estão sendo mantidas em sigilo.

A PF não garantiu nenhum tipo de proteção, a não ser que haja mais algum tipo de ameaça ou perigo. Mas não é tom de perigo as ameaças anteriormente feitas?

Algumas informações acerca do Caso Riocentro

O MP no Rio de Janeiro denunciou seis pessoas por crimes de homicídio doloso, associação criminosa armada e transporte de explosivo no atentado a bomba no Riocentro, em 1981, durante a realização de um show para comemorar o Dia do Trabalho.

Outros nove suspeitos de envolvimento foram identificados, porém não foram indiciados por já terem morrido. Se fosse uma tentativa de homicídio comum, por exemplo, já teria prescrito. Mas nesse caso, não há prescrição por se tratar de um ataque sistemático do Estado contra a população. à‰ imprescritível!, explicou o procurador Antônio Cabral.

O órgão federal requereu à  Justiça pena de 36 anos e seis meses de prisão para o general reformado Newton Araújo de Oliveira e Cruz, que confessou, em depoimento ao MP, que teve conhecimento do atentado antes da execução, e 36 anos de prisão para o também general reformado Nilton Cerqueira.

A mesma punição foi solicitada em relação ao ex-delegado Cláudio Antônio Guerra e ao coronel reformado Wilson Luiz Chaves Machado.

Para o major Divany Carvalho Ramos e o general Edson Sá Rocha, foram pedidas penas de um ano de prisão e dois anos e seis meses de prisão, respectivamente.

Com informações do Blog da Luciana Pombo.

Leia mais

9 de março de 2014
por Esmael Morais
127 Comentários

EUA deslocam caças. Rússia não cede. Vem aí a 3!ª Guerra Mundial?

do Brasil 247As pressões sobre o tabuleiro da Ucrânia só aumentam. Enquanto o comando da Otan declara apoiar o governo do país e a Rússia fixa seu exército dentro da Crimeia, os Estados Unidos realizam seu primeiro movimento militar. Um esquadrão com uma dúzia de caças F-16 foi deslocada para a fronteira da Polônia com a Ucrânia. A clara intenção é mostrar mobilização militar para impedir a conexão da Crimeia, península autônoma da Ucrânia, à  Federação Russa.

Será preciso, porém, mais do que o deslocamento de F-16 para levar a Rússia a um recuo. Após dar sua posição ao presidente dos EUA, Barack Obama, em dois longos telefonemas, Putin procurou a chanceler alemã à‚ngela Merkel para repetir seus argumentos de que o plebiscito marcada para o próximo final de semana na Ucrânia é legítimo. O parlamento do país aprovou por unanimidade a ligação à  Federação Russa.

Os grandes movimentos militares são acompanhados, até aqui, com relativa calma dentro da Ucrânia. Vai ficando claro, agora, que pelos menos duas dezenas de grupos organizados de neonazistas e fascistas estavam entre a massa que levou à  queda do presidente Viktor Yanukovich.

Abaixo, notícia da Agência Reuters a respeito:

EUA não reconhecerão anexação da Crimeia, diz autoridade

WASHINGTON (Reuters) – Os Estados Unidos não vão reconhecer a anexação da Crimeia pela Rússia se residentes votarem em referendo na próxima semana pela integração da região ao território russo, afirmou o oficial de segurança nacional dos EUA Tony Blinken, neste domingo.

Autoridades da Crimeia convocaram para 16 de março um referendo para confirmar que a região, que tem maioria formada por russos étnicos, é parte da Rússia. A votação foi marcada depois da deposição do presidente ucraniano, aliado de Moscou, no mês passado.

Tony Blinken, vice-conselheiro de segurança nacional do presidente norte-americano, Barack Obama, afirmou em entrevista à  CNN que a Rússia ficará sob pressão internacional cada vez maior como consequência do referendo.

“Primeiro, se houver uma anexação da Crimeia, um referendo que transfira a Crimeia da Ucrânia para a Rússia, não vamos reconhecê-lo nem a maior parte do mundo vai”, disse Blinken.

“Segundo, a pressão que já exercemos em coordenação com nossos parceiros e aliados vai crescer. O presidente deixou muito claro ao anunc Leia mais

9 de março de 2014
por Esmael Morais
14 Comentários

Fábio Camargo pode renunciar ao cargo de conselheiro do TCE

Movimentação intensa nos bastidores da política pode resultar em "acordão" na Assembleia Legislativa do Paraná; segundo o Blog do Johnny, do Caderno Ponta Grossa, o conselheiro Fábio Camargo poderá renunciar ao cargo no Tribunal de Contas do Estado nas próximas horas; se jogar a toalha, conselheiro tem até 5 de abril para se filiar em partido político e disputar cadeira na Assembleia; Plauto ainda avalia se entra no entendimento! visando o TCE, embora tenha consciência de que economizaria "energia" nas eleições e, por tabela, ajudaria reeleger o sobrinho guarapuavano Bernardo Carli.

Movimentação intensa nos bastidores da política pode resultar em “acordão” na Assembleia Legislativa do Paraná; segundo o Blog do Johnny, do Caderno Ponta Grossa, o conselheiro Fábio Camargo poderá renunciar ao cargo no Tribunal de Contas do Estado nas próximas horas; se jogar a toalha, conselheiro tem até 5 de abril para se filiar em partido político e disputar cadeira na Assembleia; Plauto ainda avalia se entra no entendimento! visando o TCE, embora tenha consciência de que economizaria “energia” nas eleições e, por tabela, ajudaria reeleger o sobrinho guarapuavano Bernardo Carli.

O conselheiro do Tribunal de Contas do Estado do Paraná (TCE-PR), Fábio Camargo, poderá renunciar ao mandato vitalício para qual foi eleito em 15 de julho de 2013. Esta é a informação do Blog do Johnny, Caderno Ponta Grossa, que vê acordo com o deputado Plauto Miró Guimarães Filho (DEM). ... 

Leia mais

9 de março de 2014
por Esmael Morais
30 Comentários

Pelotão de frente terá três candidaturas ao governo do Paraná

Corrida pelo governo do Paraná tem semelhança com uma "Corrida Maluca" cujos personagens de desenho animado embalavam as tardes dos anos 70 e 80; frente política paranaense prevê três candidaturas do

Corrida pelo governo do Paraná tem semelhança com uma “Corrida Maluca” cujos personagens de desenho animado embalavam as tardes dos anos 70 e 80; frente política paranaense prevê três candidaturas do “primeiro time”, liderando o pelotão de frente, com Richa, Gleisi e Requião; o ex-governador Orlando Pessuti avalia que está no páreo, pois antecipa que disputará com Requião a indicação do PMDB; “Ele [Requião] é que tem que me derrotar, não eu derrotar a ele”, diz; a senadora petista aposta no cardápio de obras! do governo federal para derrotar o governador tucano, que agora tem dúvidas sobre um plebiscito! (confronto direto) com a ex-ministra.

Quem esperava um Fla-Flu com apenas duas candidaturas fortes ao governo do Paraná, nas eleições de outubro, pode ir tirando o cavalinho da chuva. Aos menos três nomes estarão no ‘pelotão de frente’ da disputa pelo Palácio Iguaçu. ... 

Leia mais

9 de março de 2014
por Esmael Morais
25 Comentários

Ibope revela que jornais e revistas estão no bico do corvo

Fatores relevantes da pesquisa sobre hábitos de consumo de mídia com 18 mil brasileiros, divulgada nesta semana pela Secretaria de Comunicação, do governo federal, são os péssimos resultados das revistas e dos jornais impressos; levantamento do Ibope deixa impressos no bico do corvo, cuja previsão de morte definitiva no Brasil é em 2027; tradicional revista semanal norte-americana Newsweek, uma espécie Veja dos Estados Unidos, por exemplo, teve sua última edição impressa publicada em 31 de dezembro de 2012, que agora só existe na versão eletrônica na internet, depois de 80 anos no papel; levantamento da Secom ajudará o poder público a direcionar verbas da publicidade; a internet deverá alcançar fatia de 15% dos investimentos este ano; com baixa estima, circulação em queda e declínio comercial, como as revistas e os jornais impressos irão sobreviver?

Fatores relevantes da pesquisa sobre hábitos de consumo de mídia com 18 mil brasileiros, divulgada nesta semana pela Secretaria de Comunicação, do governo federal, são os péssimos resultados das revistas e dos jornais impressos; levantamento do Ibope deixa impressos no bico do corvo, cuja previsão de morte definitiva no Brasil é em 2027; tradicional revista semanal norte-americana Newsweek, uma espécie Veja dos Estados Unidos, por exemplo, teve sua última edição impressa publicada em 31 de dezembro de 2012, que agora só existe na versão eletrônica na internet, depois de 80 anos no papel; levantamento da Secom ajudará o poder público a direcionar verbas da publicidade; a internet deverá alcançar fatia de 15% dos investimentos este ano; com baixa estima, circulação em queda e declínio comercial, como as revistas e os jornais impressos irão sobreviver?

O instituto Ibope fez levantamento a pedido da Secretaria de Comunicação Social (Secom), da Presidência da República, sobre os hábitos de consumo de mídia do público brasileiro. Constatou-se que os internautas ficam, em média, três horas e 39 minutos na internet, enquanto os telespectadores passam três horas e 29 minutos vendo TV. A televisão ainda continua bastante popular, pois tem a preferência de 76,4%. ... 

Leia mais