Vice-governador Flávio Arns é vaiado na abertura dos trabalhos da Assembleia; ouça o áudio

Vice-governador e secretário da Educação, Flávio Arns, do PSDB, também foi alvo de apupos nesta segunda-feira; ele recebeu várias vaias durante balanço de governo na abertura dos trabalhos na Assembleia Legislativa; hoje pela, nas 2,1 mil escolas da rede pública, governador Beto Richa já havia sido vaiado à  distância pelos educadores que se revoltaram com seu pronunciamento em vídeo; ouça o áudio com as vaias a Arns.

Vice-governador e secretário da Educação, Flávio Arns, do PSDB, também foi alvo de apupos nesta segunda-feira; ele recebeu várias vaias durante balanço de governo na abertura dos trabalhos na Assembleia Legislativa; hoje pela, nas 2,1 mil escolas da rede pública, governador Beto Richa já havia sido vaiado à  distância pelos educadores que se revoltaram com seu pronunciamento em vídeo; ouça o áudio com as vaias a Arns.

Não foi somente o governador Beto Richa (PSDB) que recebeu vaias nesta segunda-feira (3). O vice-governador e secretário da Educação, Flávio Arns (PSDB), também mereceu vários apupos na abertura da sessão de instalação dos trabalhos de 2014 na Assembleia Legislativa do Paraná.

Pela manhã, Richa foi vaiado depois de pronunciamento exibido nas 2,1 mil escolas da rede pública estadual na abertura da Semana Pedagógica. Na palestra à  distância, o tucano atribuiu o calote do governo estadual nos educadores e o descumprimento da Lei de Responsabilidade Fiscal, o que implica no não pagamento de R$ 100 milhões devidos à  categoria, à  falta de repasses de verbas federais (clique aqui para relembrar).

Já pela tarde, na Assembleia, foi a vez de Arns ser alvo de vaias. Ele fazia o balanço dos três anos de gestão do governo do PSDB. As estridentes manifestações contrárias das galerias, formadas por funcionários públicos, o impediu de prosseguir a leitura do discurso. Foi preciso a intervenção do presidente da Casa, deputado Valdir Rossoni (PSDB), que também recebeu saraivadas dos visitantes.

Os investimentos na área da saúde aumentaram em 60%!, jurou o vice, que não foi perdoado por alguns minutos.

Ao final do discurso, Flávio Arns assinou deixando um “abraço” do governador Beto Richa. Pronto. Bastou para que as vaias fossem retomadas. O recurso para aplacar a ira das galerias foi tocar o Hino Nacional.

Ouça o áudio com a sessão de vaias a Flávio Arns:


Clique aqui para fazer o download do áudio.

Comentários encerrados.