TCE: Tribunal de Justiça retoma hoje julgamento de Fábio Camargo

Publicado em 17 fevereiro, 2014
Compartilhe agora!

Nesta segunda-feira (17), Tribunal de Justiça retoma julgamento de Fábio Camargo cujo placar é de 7 votos contra e 1 a favor a sua permanência no TCE; resultado na corte poderá desencadear nova votação na Assembleia Legislativa para a escolha do novo conselheiro; petista Tarso Cabral Violin, advogado e professor universitário, já entrou no aquecimento para um eventual segundo turno contra o deputado Plauto Miró; Tarso teria apoio velado do grupo RPC/Gazeta do Povo e partiria na disputa com 7 votos da bancada do PT.
Nesta segunda-feira (17), Tribunal de Justiça retoma julgamento de Fábio Camargo cujo placar é de 7 votos contra e 1 a favor a sua permanência no TCE; resultado na corte poderá desencadear nova votação na Assembleia Legislativa para a escolha do novo conselheiro; petista Tarso Cabral Violin, advogado e professor universitário, já entrou no aquecimento para um eventual segundo turno contra o deputado Plauto Miró; Tarso teria apoio velado do grupo RPC/Gazeta do Povo e partiria na disputa com 7 votos da bancada do PT.
O à“rgão Especial do Tribunal de Justiça do Paraná (TJPR), composto por 25 desembargadores, retoma nesta segunda-feira (17) o agravo regimental do conselheiro afastado do Tribunal de Contas (TCE) Fabio Camargo.

O julgamento iniciado no dia 3 de fevereiro foi interrompido devido pedido de vistas do desembargador José Augusto Gomes Aniceto. O placar congelado no início do mês é de 7 a 1 contra o conselheiro afastado.

Camargo quer retornar ao cargo até que os desembargadores julguem o mérito de outro caso, um mandado de segurança que o tirou do TCE em novembro do ano passado.

O advogado Tarso Cabral Violin, terceiro na votação da Assembleia Legislativa, em julho passado, já entrou em aquecimento. Com o apoio dos sete parlamentares do PT, ele deverá participar de um segundo turno com o deputado Plauto Miró (DEM), que ficou em segundo lugar.

Na eleição de 15 de julho, Fábio Camargo (PTB) foi eleito conselheiro com 27 votos; Plauto fez 22 e Tarso 2; Paulo Roberto teve 1.

Compartilhe agora!

Comments are closed.