Fruet ameaça prender empresários do transporte coletivo de Curitiba

O prefeito de Curitiba Gustavo Fruet radicalizou e ameaçou prender os dirigentes sindicais tanto do Sindicato dos empresários como do Sindicato dos trabalhadores se houver comprovação que a greve está sendo articulada pelos interesses das empresas de transporte coletivo de Curitiba.

O prefeito de Curitiba Gustavo Fruet radicalizou e ameaçou prender os dirigentes sindicais tanto do Sindicato dos empresários como do Sindicato dos trabalhadores se houver comprovação que a greve está sendo articulada pelos interesses das empresas de transporte coletivo de Curitiba.

O prefeito Gustavo Fruet (PDT) radicalizou, nesta quarta (26), ao ameaçar prender os dirigentes sindicais e empresários do transporte coletivo de Curitiba. A notícia surpreendeu até o senador Roberto Requião (PMDB) que, hoje cedo, havia cobrado uma posição firme do pedetista. Abaixo, a nota do prefeito em seu! perfil do Facebook.

Não vou permitir tarifa de ônibus a R$ 3,40, como querem empresários.

Se ficar comprovado que esta greve é uma articulação para forçar o reajuste da tarifa, vou pedir a prisão do presidente do Sindicato dos Empresários e do presidente do Sindicato dos Trabalhadores.

Curitiba hoje banca 30% do subsídio para os municípios da região metropolitana.

Não é justo que Curitiba assuma uma responsabilidade que é do Governo do Estado.

Acompanhe agora entrevista ao vivo na RPC!.
Gustavo Fruet

Comentários encerrados.