Fissura na base governista: Tercilio Turini arma palanque para Requião

Onde passa um boi, passa uma boiada!, diz ditado popular; depois do estouro da porteira pelo deputado Waldyr Pugliesi, na sexta, outros parlamentares flertam com apoio a Requião; na Assembleia, Turini, da bancada governista, planeja armar palanque com holofotes para o senador; também é esperado anuncio oficial de apoio de Caíto Quintana ao projeto da candidatura própria do PMDB ao Palácio Iguaçu; movimentações evidenciam fissuras na base de sustentação do governador Beto Richa na Assembleia Legislativa do Paraná.

Onde passa um boi, passa uma boiada!, diz ditado popular; depois do estouro da porteira pelo deputado Waldyr Pugliesi, na sexta, outros parlamentares flertam com apoio a Requião; na Assembleia, Turini, da bancada governista, planeja armar palanque com holofotes para o senador; também é esperado anuncio oficial de apoio de Caíto Quintana ao projeto da candidatura própria do PMDB ao Palácio Iguaçu; movimentações evidenciam fissuras na base de sustentação do governador Beto Richa na Assembleia Legislativa do Paraná.

As deserções deverão continuar ao longo dos próximos dias na base de sustentação do governador Beto Richa (PSDB), na Assembleia Legislativa do Paraná. Na última sexta-feira (14), em Cambé, o deputado Waldyr Pugliesi, ex-presidente estadual do PMDB, estourou a porteira ao aceitar o chamado do senador Roberto Requião e aderir ao projeto da candidatura própria da legenda ao Palácio Iguaçu.

Nesta semana, na reabertura dos trabalhos da Assembleia, outros parlamentares deverão deixar evidente a fissura na base de sustentação do tucano. à‰ o caso do deputado Tercilio Turini (PPS) que vai propor à  CPI do Pedágio que convide Requião para depor. Para quem entende um pouquinho de política, isso significa armar palanque para o peemedebista tripudiar Richa diante dos holofotes.

Também é dada como favas contadas esta semana a formalização do apoio do deputado Caíto Quintana à  candidatura de Requião ao governo do Paraná. Tido como um dos ícones do PMDB e liderança da região Sudoeste, Caíto contribuirá para pôr mais uma pá de cal no projeto de apoio à  reeleição de Richa.

Meus colegas de parlamento começaram a cuspir o bagaço antes porque o governo Beto Richa (PSDB) acabou!, explicou neste sábado (15) Anibelinho, o pai da teoria do bagaço [entenda-se bagaço por governo Richa].

Comentários encerrados.