Deputados e senadores do PT ajudam nas vaquinhas para as vítimas de Joaquim Barbosa

do Brasil 247

A grande maioria dos parlamentares do PT está fazendo doações nas vaquinhas dos quatro condenados no julgamento da Ação Penal 470 para pagamento de suas multas; entre os doadores estão o senador Eduardo Suplicy, que está em guerra com o ministro Gilmar Mendes exatamente por causa das doações, e o deputado André Vargas, que levantou o braço com punho cerrado ao lado de Joaquim Barbosa; já entre os petistas que não ajudaram e não ajudarão está o deputado Henrique Fontana, do Rio Grande do Sul; 'Não vou participar'.
A grande maioria dos parlamentares do PT está fazendo doações nas vaquinhas dos quatro condenados no julgamento da Ação Penal 470 para pagamento de suas multas; entre os doadores estão o senador Eduardo Suplicy, que está em guerra com o ministro Gilmar Mendes exatamente por causa das doações, e o deputado André Vargas, que levantou o braço com punho cerrado ao lado de Joaquim Barbosa; já entre os petistas que não ajudaram e não ajudarão está o deputado Henrique Fontana, do Rio Grande do Sul; ‘Não vou participar’.
A grande maioria dos parlamentares do PT está fazendo doações nas vaquinhas dos quatro condenados no julgamento da Ação Penal 470 para pagamento de suas respectivas multas impostas pelo Supremo Tribunal Federal (STF). O jornal Folha de São Paulo diz que ouviu 22 petistas, entre deputados e senadores, 16 deles confirmaram ajuda financeira a Delúbio Soares, João Paulo Cunha, José Dirceu e José Genoino.

Segundo o jornal, os petistas informaram depósitos de até R$ 5 mil aos correligionários ou intenção de ainda colaborar. Seis afirmaram que não doaram e que não o farão.

Doações feitas para multa de Delúbio e Genoino somaram R$ 1,7 milhão e foram suficientes para pagar também a de João Paulo Cunha. Somando as multas dos três, valor foi de R$ 1,5 milhão.

Está em curso arrecadação para pagamento da multa de R$ 971 mil (a mais alta) do ex-ministro José Dirceu. Até ontem, terceiro dia de site no ar, já havia sido arrecadados mais de R$ 310 mil.

Em guerra com o ministro Gilmar Mendes, do STF, exatamente por causa das doações (Gilmar questiona procedência do dinheiro doado), o senador Eduardo Suplicy, do PT de São Paulo, é um dos que confirmam ajuda aos companheiros.

“Convivi 34 anos com todos estes membros do PT e me sinto na responsabilidade de mostrar solidariedade diante dessa dificuldade muito grande”. Ele não revelou o valor com o qual contribuiu.

Em entrevista à  Folha, a deputada Benedita da Silva, do PT fluminense, afirmou que doou R$ 2.500 para Delúbio e o mesmo valor para Geoino. “Nossos companheiros precisam de apoio financeiro. Já contribuo com o PT a vida toda, uma contribuição a mais, outra a menos, não vai fazer diferença”.

Quem também confirma doação é o vice-presidente da Câmara Federal, deputado André Vargas (PT-PR), aquele que levantou o braço com punho cerrado ao lado do presidente do STF, Joaquim Barbosa, em ‘solidariedade’ aos condenados.

Já entre os petistas que não ajudaram e não ajudarão está o deputado Henrique Fontana, do Rio Grande do Sul. “Não vou participar dessa matéria”, disse à  Folha de São Paulo.

Comments are closed.