Deputado Anibelinho: “Em junho a bancada do PMDB cospe o bagaço”

Publicado em 10 fevereiro, 2014
Compartilhe agora!

Em entrevistas concedias nas rádios Banda B e Transamérica Light, de Curitiba, nesta segunda, Requião poupou deputados do PMDB das mais severas críticas; por outro lado, não deu refresco ao governador Beto Richa, a que acusa de promover a "desordem" no Paraná e se colocou à  disposição do partido para "arrumar outra vez" o estado; paralelamente, ao blog, deputado Anibelinho, único peemedebista que jura que não ter sido cooptado na Assembleia pela base governista, revelou que em junho a bancada cospe o bagaço!; ouça o áudio com a entrevista de Requião.
Em entrevistas concedias nas rádios Banda B e Transamérica Light, de Curitiba, nesta segunda, Requião poupou deputados do PMDB das mais severas críticas; por outro lado, não deu refresco ao governador Beto Richa, a que acusa de promover a “desordem” no Paraná e se colocou à  disposição do partido para “arrumar outra vez” o estado; paralelamente, ao blog, deputado Anibelinho, único peemedebista que jura que não ter sido cooptado na Assembleia pela base governista, revelou que em junho a bancada cospe o bagaço!; ouça o áudio com a entrevista de Requião.
O deputado estadual Antônio Anibelli Neto, o Anibelinho, orgulha-se com o fato de ser o único da bancada do PMDB, na Assembleia Legislativa do Paraná, que não se entregou “aos paraguaios”, ou seja, não caiu no canto do governador Beto Richa (PSDB) nesses últimos três anos. Ele afirma que, mesmo na adversidade, continuou na oposição ao tucano e, firme e forte, com o senador Roberto Requião, que pavimenta nova candidatura ao Palácio Iguaçu.

Anibelinho, ao blog, disse que, assim como ele, a bancada peemedebista marchará em torno da candidatura de Requião. “Em junho a bancada do PMDB cospe o bagaço”, revelou o deputado, algo que a maioria dos leitores desta página já sabe faz tempo.

A mesma convicção de que “o bom filho a casa sempre retorna” também tem o próprio senador Requião. Foi esse tom ameno que o polêmico pré-candidato utilizou ao se referir à  bancada estadual do PMDB, que hoje chupa a laranja, mas que em junho — data fatal para as convenções — cuspirá o bagaço.

Perguntado sobre uma possível coligação do PMDB com o PSDB para a eleição deste ano, Requião foi taxativo: a coligação com o PSDB é impossível!.

Por bagaço, tanto Requião quanto Anibelinho, sem citar nomes, se referem ao governo Richa.

Se em relação aos deputados do PMDB Requião foi complacente nas duas entrevistas que deu na manhã desta segunda (10), por outro lado, não deu refresco a Richa. Destilou severas críticas administrativas e o acusou de promover desordem no Paraná, beneficiar grupos econômicos, privatizar a Copel e a Sanepar, enfim, se propôs a “colocar o estado em ordem” outra vez se o partido assim o quiser.

Ouça agora sem cortes o que disse hoje pela manhã Requião em entrevista na rádio Banda B:

Parte 1


Clique aqui para fazer o download do áudio.

Parte 2


Clique aqui para fazer o download do áudio.

Compartilhe agora!

Comments are closed.