Por Esmael Morais

Beto Richa tem “Vitória de Pirro” na disputa do PMDB de Curitiba

Publicado em 23/02/2014

Stephanes Júnior, candidato de Richa, obteve 55% dos votos na convenção municipal de Curitiba; evento de hoje também escolheu os 12 delegados à  convenção estadual, em junho, que definirá pela candidatura própria ou aliança; sete são favoráveis ao PSDB e cinco vão de Requião; a etapa estadual deverá reunir cerca de 600 delegados.

Stephanes Júnior, candidato de Richa, obteve 55% dos votos na convenção municipal de Curitiba; evento de hoje também escolheu os 12 delegados à  convenção estadual, em junho, que definirá pela candidatura própria ou aliança; sete são favoráveis ao PSDB e cinco vão de Requião; a etapa estadual deverá reunir cerca de 600 delegados.

O governador Beto Richa (PSDB) foi o grande vencedor na disputa pelo comando do PMDB de Curitiba — o maior de todos os diretórios do partido no Paraná. Seu candidato “oficial”, deputado estadual Stephanes Júnior, derrotou neste domingo (23) o deputado federal João Arruda, sobrinho do senador Roberto Requião. O placar ficou em 55% a 45%.

O resultado de hoje quase nada influenciará na convenção estadual, em junho, pois o diretório curitibano só terá direito a 12 delegados ao encontro que decidirá pela candidatura própria ou pela aliança. Desses 7 são favoráveis à  composição com Richa e cinco pela candidatura de Requião.

A convenção estadual reunirá cerca de 600 delegados de todo o estado daqui a 120 dias.

Pelo Twitter, Requião reclamou do resultado da convenção: “PMDB DE CTBA. De protagonista reduz-se a proto agonizante, nas mãos mercenárias e assalariadas. Momento triste de nosso partido.”

João Arruda, derrotado no encontro, acusou o Palácio Iguaçu de usar a máquina pública. “Só não veio a polícia do governo votar contra nós porque as viaturas estavam sem gasolina!”, disse.

Segundo informações do PMDB, votaram na convenção de hoje 851 filiados. A média dos últimos 10 anos era de 500 votantes no diretório de Curitiba.

Embora tenha baixo impacto na convenção estadual que decidirá pela candidatura própria ou não, no mês de junho, o resultado da convenção de hoje tende a acirrar ainda mais a disputa interna no PMDB.

Richa foi o grande vencedor neste domingo graças à  frente formada entre os deputados estaduais, capitaneados por Stephanes Júnior, e o ex-governador Orlando Pessuti. Essa aliança vai sobreviver até a convenção de junho? A conferir.

“Ganhar do Requião na ‘sua casa’ isso não tem preço!”, provocou o presidente eleito Stephanes Júnior.

A vitória de Richa na convenção do PMDB, neste domingo, pode ser considerada uma “Vitória de Pirro”. Ou seja, venceu, mas dificilmente ganhará no final.