22 de fevereiro de 2014
por Esmael Morais
55 Comentários

Dilma estaciona, mas vence em 1!º turno, diz Datafolha

do Brasil 247
A presidente Dilma Rousseff (PT) continua favorita à  reeleição em outubro próximo e com vitória no primeiro turno. à‰ o que revela a pesquisa Datafolha, realizada entre os dias 19 e 20 deste mês em 161 cidades de todo o país. Dilma tem 47% das intenções de voto. Aécio Neves (PSDB) aparece em segundo com 17%. Eduardo Campos (PSB) tem 12%. O índice dos que estão propensos a votar em branco e nulo chega a 18%. Não sabe ou não responderam são 6%. Foram entrevistadas 2.614 pessoas. A margem de erro é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos.

Quando Marina Silva (PSB) aparece como candidata no lugar de Campos, pontua 23%. Mas em novembro tinha 26%. Em outubro, 29%. Nesse cenário, Dilma também vence no primeiro turno, com 43%. Aécio fica com 15%.

Quando o ex-presidente Lula é o candidato do PT, ele mantém seu desempenho sempre superior ao de Dilma. Ele venceria hoje a disputa com 54% das intenções de voto. Aécio teria 15% e Campos, 9%.

No quesito avaliação do governo Dilma, a aprovação também se manteve estacionada: 41% de ótimo e bom; 37% de regular; 21% de ruim e péssimo. A nota média do governo é de 6,2.

Abaixo todos os cenários da pesquisa:

Cenário A:

Dilma – 47%

Aécio – 17%

Campos – 12%

Nulo/branco – 18%

Não sabe – 6%

Cenário B;

Dilma – 43%

Marina – 23%

Aécio – 15%

Nulo/branco – 14%

Não sabe – 4%

Cenário C:

Lula – 54%

Aécio – 15%

Campos – 9%

Nulo/branco – 15%

Não sabe – 6%

Cenário D:

Lula – 51%

Marina – 19%

Aécio – 14%

Branco/nulo – 11%

Não sabe – 5%

Leia mais

22 de fevereiro de 2014
por Esmael Morais
60 Comentários

“Richa fica de chororô e não governa nada”, diz Gleisi Hoffmann

Gleisi Hoffmann, pré-candidata ao Palácio Iguaçu, neste sábado (22), desancou o governador Beto Richa que, na opinião dela, fica de chororô e não governa nada; "e ainda fica colocando a culpa nos outros pela sua incompetência administrativa", criticou a petista; Gustavo Fruet, prefeito de Curitiba, reafirmou o apoio à  senadora; "estamos no mesmo projeto", assegurou o pedetista.

Gleisi Hoffmann, pré-candidata ao Palácio Iguaçu, neste sábado (22), desancou o governador Beto Richa que, na opinião dela, fica de chororô e não governa nada; “e ainda fica colocando a culpa nos outros pela sua incompetência administrativa”, criticou a petista; Gustavo Fruet, prefeito de Curitiba, reafirmou o apoio à  senadora; “estamos no mesmo projeto”, assegurou o pedetista.

A ex-ministra e senadora Gleisi Hoffmann disse neste sábado (22), em Curitiba, durante reunião ampliada do PT, que o governador Beto Richa (PSDB) fica de chororô e não governa nada.  ... 

Leia mais

22 de fevereiro de 2014
por Esmael Morais
25 Comentários

Veja descobre que Brasil em tempos de PT não acabou e pede: Sorria!

do Brasil 247
A capa deste fim de semana da revista Veja surpreende um leitor acostumado a receber da publicação, quase sempre, uma imagem negativa do País. Veja pede ao leitor que sorria. E mais: afirma que existem bons empregos à  frente. Num país em pleno emprego, que fechou janeiro com a menor taxa de desocupação da história, com apenas 4,8% das pessoas em idade ativa fora do mercado do trabalho, Veja se curva ao óbvio: o Brasil vai bem, obrigado.

O que não significa, porém, que a Editora Abril, que edita Veja, esteja em boa saúde. Ao contrário. Mergulhada em profunda crise financeira, a empresa da família Civita colocou à  venda sua “galinha dos ovos de ouro”, a Abril Educação, que reúne sistemas de ensino e escolas de inglês como o Red Balloon e a Wise Up – esta última, comprada por valores exorbitantes, é uma das causas da crise. Com esses recursos, a Abril pretende socorrer suas divisão de revistas, que sofre com a migração da publicidade de meios impressos para publicações digitais.

Com a capa desta semana, Veja transmite uma mensagem ao poder. Talvez, uma bandeira branca, ao reconhecer que a situação econômica do País não é desastrosa como foi pintado em capas recentes da revista – quem não se lembra, por exemplo, da célebre “Dilma pisou no tomate”?

O esforço de diplomacia é uma das estratégias de Fábio Barbosa, executivo que comanda a gestão da empresa. Recentemente, ele foi a Brasília e pediu ajuda de bancos oficiais para uma operação que ajudaria a recuperar a saúde financeira da companhia. A resposta foi negativa. Ao que tudo indica, a Abril terá que se virar com as próprias pernas.

Mas há uma clara inflexão editorial nas páginas de Veja, cujo objetivo parece ser o de transmitir sinais de uma possível pacificação. O que se torna ainda mais necessário num momento em pesquisas mostram o enfraquecimento das revistas num mundo em que as pessoas se informam cada vez mais por outros meios – especialmente a internet.

Fábio Barbosa estendeu a bandeira branca. Resta saber se será atendido e até quando irá durar a trégua.

Leia mais

22 de fevereiro de 2014
por Esmael Morais
9 Comentários

Ricardo Barros conspira nas sombras contra reeleição de Beto Richa

Secretário da Indústria e Comércio, Ricardo Barros, conspira contra a reeleição do governador Beto Richa, mas, "afrouxaria o sutiã" se obtivesse a vice na chapa do tucano para sua esposa Cida Borghetti; Barros ameaça candidatura própria do irmão ex-prefeito de Maringá, Silvio II, com o objetivo de levar Gleisi Hoffmann ao segundo turno da disputa pelo Palácio Iguaçu; nas sombras do poder, com aval do governo federal, o secretário de Richa articula com sete partidos políticos: PSD, PHS, PROS, PCdoB, PV, Solidariedade e PV; movimentação do G-7 também tem a ver com rebelião! contra o chapão proporcional com 14 siglas na reeleição do governador do PSDB, que seria equivalente ao suicídio para a maioria das pequenas e médias legendas!.

Secretário da Indústria e Comércio, Ricardo Barros, conspira contra a reeleição do governador Beto Richa, mas, “afrouxaria o sutiã” se obtivesse a vice na chapa do tucano para sua esposa Cida Borghetti; Barros ameaça candidatura própria do irmão ex-prefeito de Maringá, Silvio II, com o objetivo de levar Gleisi Hoffmann ao segundo turno da disputa pelo Palácio Iguaçu; nas sombras do poder, com aval do governo federal, o secretário de Richa articula com sete partidos políticos: PSD, PHS, PROS, PCdoB, PV, Solidariedade e PV; movimentação do G-7 também tem a ver com rebelião! contra o chapão proporcional com 14 siglas na reeleição do governador do PSDB, que seria equivalente ao suicídio para a maioria das pequenas e médias legendas!.

O secretário de Estado da Indústria e Comércio, Ricardo Barros (PP), ex-vice-líder no governo Lula, conspira nos bastidores contra seu “patrão”, o governador Beto Richa (PSDB). ... 

Leia mais

22 de fevereiro de 2014
por Esmael Morais
3 Comentários

Coluna do Ricardo Gomyde: “Juntos sempre podemos mais”

Ricardo Gomyde, em sua coluna deste sábado, relata que Foz do Iguaçu vai ganhar um Centro Esportivo de 43 mil metros quadrados destinados à  prática do futebol feminino e sediar delegações internacionais durante nos jogos olímpicos Rio 2016; ele destaca a parceria entre Ministério do Esporte, Prefeitura e Itaipu; "Trabalhando juntos sempre podemos mais", frisa o colunista; leia o texto.

Ricardo Gomyde, em sua coluna deste sábado, relata que Foz do Iguaçu vai ganhar um Centro Esportivo de 43 mil metros quadrados destinados à  prática do futebol feminino e sediar delegações internacionais durante nos jogos olímpicos Rio 2016; ele destaca a parceria entre Ministério do Esporte, Prefeitura e Itaipu; “Trabalhando juntos sempre podemos mais”, frisa o colunista; leia o texto.

Ricardo Gomyde* ... 

Leia mais