19 de fevereiro de 2014
por Esmael Morais
16 Comentários

Batman refuga. Richa nomeia José Iégas como secretário de Segurança

Francischini recusou convite para assumir a Segurança Pública do Paraná; parlamentar do Solidariedade prefere disputar a reeleição a correr risco de permanecer apenas 9 meses no cargo; na noite desta quarta, Richa nomeou o também delegado da PF José Iégas como novo titular da pasta; Cid Vasquez se demitiu ontem à  noite depois de perder a queda de braço com o Gaeco.

Francischini recusou convite para assumir a Segurança Pública do Paraná; parlamentar do Solidariedade prefere disputar a reeleição a correr risco de permanecer apenas 9 meses no cargo; na noite desta quarta, Richa nomeou o também delegado da PF José Iégas como novo titular da pasta; Cid Vasquez se demitiu ontem à  noite depois de perder a queda de braço com o Gaeco.

O deputado federal Fernando Francischini, o Batman, refugou. Não aceitou o convite para assumir a Secretaria de Estado de Segurança Pública. Acha mais seguro concorrer à  reeleição na Câmara. Não quis correr riscos de ficar apenas 9 meses na pasta. ... 

Leia mais

19 de fevereiro de 2014
por Esmael Morais
20 Comentários

Osmar Dias define dia 15 de março candidatura ao governo do Paraná

Lideranças pedetistas sonham reeditar campanha de 2010 com candidatura de Osmar Dias; atual vice-presidente do Banco do Brasil pediu ao PDT até o dia 15 de março para definir-se; caso refugue a disputa, o ex-prefeito de Foz do Iguaçu, Paulo Mac Donald, garante que topa o desafio; deputado Nelson Luersen não vê o "sumiço" de Osmar como problema; "Ele mergulhou no trabalho, deixou o Beto à  vontade, não atrapalhou em nada, portanto, se preservou. Mas agora é a vez dele", disse o parlamentar da sigla, o homem da CPI do Pedágio.

Lideranças pedetistas sonham reeditar campanha de 2010 com candidatura de Osmar Dias; atual vice-presidente do Banco do Brasil pediu ao PDT até o dia 15 de março para definir-se; caso refugue a disputa, o ex-prefeito de Foz do Iguaçu, Paulo Mac Donald, garante que topa o desafio; deputado Nelson Luersen não vê o “sumiço” de Osmar como problema; “Ele mergulhou no trabalho, deixou o Beto à  vontade, não atrapalhou em nada, portanto, se preservou. Mas agora é a vez dele”, disse o parlamentar da sigla, o homem da CPI do Pedágio.

O deputado estadual Nelson Luersen, do PDT, ao blog, afirmou nesta quarta (19) acreditar que o presidente licenciado do partido, Osmar Dias, atual vice-presidente do Banco do Brasil, aceitará o desafio de disputar o governo do Paraná pela terceira vez. Na primeira vez que concorreu ao Palácio Iguaçu, em 2006, contra o então governador Roberto Requião (PMDB), que buscava a reeleição, perdeu por apenas 10 mil votos. Em 2010, contra o atual governador Beto Richa (PSDB), fez 45,63% dos votos válidos. ... 

Leia mais

19 de fevereiro de 2014
por Esmael Morais
44 Comentários

Richa corta R$ 78 milhões de escola, mas pega emprestado R$ 65 milhões para estádio da Copa

por Rodrigo Mattos, no portal UOL

Governo Beto Richa tomou emprestados R$ 65 milhões para terminar a Arena da Baixada visando abrigar quatro jogos da Copa, mas, com a outra mão, cortou R$ 78 milhões para reformas e construção de escolas no Paraná; na foto acima, a Escola Municipal Lagoinha, toda de madeira, construída em Mandirituba, região metropolitana de Curitiba, longe do "Padrão Fifa", coloca em risco a segurança da comunidade escolar; senador Roberto Requião, pelo Twitter, comentou o contra-senso: "intolerável".

Governo Beto Richa tomou emprestados R$ 65 milhões para terminar a Arena da Baixada visando abrigar quatro jogos da Copa, mas, com a outra mão, cortou R$ 78 milhões para reformas e construção de escolas no Paraná; na foto acima, a Escola Municipal Lagoinha, toda de madeira, construída em Mandirituba, região metropolitana de Curitiba, longe do “Padrão Fifa”, coloca em risco a segurança da comunidade escolar; senador Roberto Requião, pelo Twitter, comentou o contra-senso: “intolerável”.

O jornalista Rodrigo Mattos, do portal UOL, destaca na sua coluna o contra-senso do Governo do Paraná, que vive uma dramática crise financeira, mas toma empréstimo do BNDES para financiar a obra da Arena da Baixada. Abaixo a íntegra da coluna: ... 

Leia mais

19 de fevereiro de 2014
por Esmael Morais
28 Comentários

Requião bomba nas redes sociais

Monitoramento de empresa especializada em internet, de Curitiba, aponta ambiente favorável ao senador Roberto Requião nas redes sociais; de cinco mil comentários analisados em sites, blogs e perfis no Twitter e Facebook, 53% foram positivos, 26% neutros e 21% negativos; ao saber do resultado do estudo sobre o impacto de sua presença na web, Requião declarou: se Deus é por nós, quem será contra?!.

Monitoramento de empresa especializada em internet, de Curitiba, aponta ambiente favorável ao senador Roberto Requião nas redes sociais; de cinco mil comentários analisados em sites, blogs e perfis no Twitter e Facebook, 53% foram positivos, 26% neutros e 21% negativos; ao saber do resultado do estudo sobre o impacto de sua presença na web, Requião declarou: se Deus é por nós, quem será contra?!.

Este blog teve acesso à  análise realizada por agência de monitoramento de redes sociais, de Curitiba, sobre a presença dos pré-candidatos no ambiente virtual. O nome do senador Roberto Requião (PMDB) foi o primeiro destrinchado. Entre 1 de janeiro de 2014 e 14 de fevereiro, a empresa debruçou-se em 5 mil comentários de sites, blogs e perfis no Twitter e Facebook. 53% foram positivos, 26% neutros e 21% negativos. ... 

Leia mais

19 de fevereiro de 2014
por Esmael Morais
11 Comentários

Mensalão tucano causa 1!ª baixa. Eduardo Azeredo renuncia ao mandato de deputado federal

do Brasil 247 O ex-governador e deputado federal Eduardo Azeredo, do PSDB, está desenvolvendo uma manobra política para se livrar de ser julgado diretamente pelo Supremo Tribunal Federal. Ele renunciou ao mandato parlamentar na tarde desta quarta-feira 19, em Brasília, com a clara intenção de ser considerado um réu comum, sem os privilégios de um parlamentar. Isso levaria seu caso para a primeira instância, alongando no tempo qualquer decisão definitiva.

A carta de renúncia não foi encaminhada pelo parlamentar tucano, mas por seu filho Ricardo, numa decisão que visa dar uma pitada de sentimentalismo ao caso.

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pediu pena de 22 anos de prisão para Azeredo, pelos crimes de corrupção e prática de caixa dois. O relator do caso é o ministro Luís Roberto Barroso.

Abaixo, a carta-renúncia de Azeredo:

“Quem assume a atividade política se sujeita a, repentinamente, encarar situações dramáticas e até impensáveis, ditadas pelas mudanças de conjuntura e por ataques, pressões e interesses de adversários. As versões dadas aos fatos, sem cerimônia, estraçalham a vida pessoal como num atropelamento inesperado na travessia de uma rua. Não importa o que a pessoa é e o que já fez em favor da sociedade e dos ideais que escolheu servir.

à‰ assim que me sinto hoje! Uma tragédia desabou sobre mim e a minha família, arrasando o meu nome e a minha reputação, construídos com zelo permanente a partir do legado exemplar que recebi dos meus saudosos pais, Renato e Ruth Azeredo — eles próprios, pessoas que também sempre se dedicaram à  vida pública e ao bem de Minas Gerais e de nosso país.

As acusações de que fui alvo pela Procuradoria Geral da República, com base em testemunhos e documentos falsos, não me pouparam. De cidadão, que deveria ter assegurado o sagrado direito de defesa, fui transformado em mero alvo político destinado a sofrer ataques para compensar delitos cometidos por outros.

A infeliz coincidência de uma agência de publicidade contratada antes mesmo de meu governo, ter se envolvido em rumoroso episódio de negociações suspeitas para fins políticos a nível federal, fez de mim um cúmplice que não fui e nunca seria em ações de que nunca participei nem participaria. As alegações injustas, agressivas, radicais e desumanas da PGR formaram a tormenta que me condena a priori e configuram mais uma antiga e hedionda denúncia da Inquisição do que uma peça acusatória do Ministério Público.

Mas, contra elas, volto a assegurar e repetir que não sou culpado de nenhum ato de peculato. Não fiz empréstimo fictício para a minha campanha de reeleição ao govern Leia mais

19 de fevereiro de 2014
por Esmael Morais
9 Comentários

APP-Sindicato foi censurada ou teve um negócio frustrado?

Rádio BandNews, de Curitiba, se recusou a vender espaço publicitário para a APP-Sindicato; entidade presidida pela Professora Marlei viu censura  na recusa, mas, na opinião deste blog, apenas houve uma transação comercial frustrada, afinal, quando um não quer dois não brigam!, diz o ditado popular; em homenagem e solidariedade aos professores paranaenses que lutam contra os calotes do governo do estado, este blogueiro veicula abaixo, espontânea e gratuitamente, o áudio "censurado" pela BandNews; ouça.

Rádio BandNews, de Curitiba, se recusou a vender espaço publicitário para a APP-Sindicato; entidade presidida pela Professora Marlei viu censura na recusa, mas, na opinião deste blog, apenas houve uma transação comercial frustrada, afinal, quando um não quer dois não brigam!, diz o ditado popular; em homenagem e solidariedade aos professores paranaenses que lutam contra os calotes do governo do estado, este blogueiro veicula abaixo, espontânea e gratuitamente, o áudio “censurado” pela BandNews; ouça.

O leitor está careca de saber que este blogueiro apoia as justas reivindicações dos educadores paranaenses, que são vítimas de constantes calotes do governo Richa. à‰ chover no molhado enumerar as vezes que o tucano fez de bobos professores e funcionários das 2,1 mil escolas da rede pública. ... 

Leia mais

19 de fevereiro de 2014
por Esmael Morais
23 Comentários

Enfim, uma “boa notícia” no governo Richa: saiu o dinheiro para os jornais do interior do Paraná

Donos de jornais no interior do Paraná, ligados à  ADI, tiveram ontem pagamento de atrasados e novos anúncios no governo Beto Richa; Palácio Iguaçu, segundo Requião, gasta R$ 600 milhões em propaganda, mas deixa faltar leite para as crianças e dá calote em professores e fornecedores; enfim, para os barões da mídia do interior, não deixa de ser uma boa notícia...

Donos de jornais no interior do Paraná, ligados à  ADI, tiveram ontem pagamento de atrasados e novos anúncios no governo Beto Richa; Palácio Iguaçu, segundo Requião, gasta R$ 600 milhões em propaganda, mas deixa faltar leite para as crianças e dá calote em professores e fornecedores; enfim, para os barões da mídia do interior, não deixa de ser uma boa notícia…

Os donos de jornais do interior estão rindo à  toa. E não é por menos. Os felizardos associados à  ADI (Associação dos Diários do Interior do Paraná) receberam ontem, do governo Beto Richa (PSDB), parcelas que estavam atrasadas e novos anúncios para seus veículos. ... 

Leia mais

19 de fevereiro de 2014
por Esmael Morais
7 Comentários

TRE suspende cassação do prefeito de Almirante Tamandaré

Prefeito de Almirante Tamandaré, Aldnei Siqueira, aliado do governador tucano Beto Richa, conseguiu ontem uma liminar que o mantém no cargo até julgamento pelo pleno do TRE; caso a cassação de mandato seja confirmada mais adiante, necessariamente, o município da região metropolitana terá de realizar nova eleição, haja vista que o segundo colocado, Gerson Colodel, é considerado inelegível pela Justiça Eleitoral; de volta à  cadeira, Aldnei despacha normalmente nesta quarta (19).

Prefeito de Almirante Tamandaré, Aldnei Siqueira, aliado do governador tucano Beto Richa, conseguiu ontem uma liminar que o mantém no cargo até julgamento pelo pleno do TRE; caso a cassação de mandato seja confirmada mais adiante, necessariamente, o município da região metropolitana terá de realizar nova eleição, haja vista que o segundo colocado, Gerson Colodel, é considerado inelegível pela Justiça Eleitoral; de volta à  cadeira, Aldnei despacha normalmente nesta quarta (19).

O juiz Jean Carlo Leeck, do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), concedeu ontem uma liminar suspendendo decisão da juíza eleitoral Inês Zarpellon que cassava o mandato do prefeito Adnei Siqueira (PSD) e de seu vice, Antonio Claret Giordano Todeschi (PR), de Almirante Tamandaré, na região metropolitana de Curitiba, por caixa 2 na campanha eleitoral de 2012. ... 

Leia mais

19 de fevereiro de 2014
por Esmael Morais
25 Comentários

Alzimara, do PPL, esclarece cargo comissionado no governo Richa

A servidora pública Alzimara Bacellar, ideóloga do PPL no Paraná, em mensagem enviada ao blog, nega que tenha se atirado aos braços do neoliberalismo por ter sido nomeada pelo governador Beto Richa (PSDB) em cargo comissionado.

Este blogueiro registrou ontem que Alzimara ocupa desde 31 de janeiro cargo símbolo DAS-5 como chefe do Escritório Regional da Secretaria de Estado do Trabalho. O titular da pasta é o deputado licenciado Luiz Cláudio Romanelli (PMDB).

“Para seu conhecimento não sou mulher de me atirar aos braços do neoliberalismo, tenho pautado minha vida política de maneira séria e consequente. Não projete sobre mim os seus desejos”, diz um trecho da mensagem.

Alzimara Bacellar atribui somente a sua competência técnica, como funcionária de carreira, a nomeação para o cargo de confiança em uma região — Curitiba — em que o governador do PSDB vai muito mal das pernas.

A seguir, leia a íntegra da mensagem de Alzimara Bacellar:

NOTA DE ESCLARECIMENTO

Sr. Esmael,
Hoje pela manhã fui informada por um amigo de que o seu blog fazia referência a minha pessoa. Agora à  noite, depois de cumprir as minhas oito horas de trabalho, como funcionária pública que sou, lhe respondo.

O Partido Pátria Livre nasce da vontade de centenas de homens e mulheres, e obtêm o seu registro após a certificação de cerca de quinhentas mil assinaturas pelos tribunais eleitorais de todo o país . Assinaturas coletadas nas praças, nos terminais de ônibus, portas de fábrica e nos bairros populares das nossas cidades, em especial aqui em Curitiba.

Não vejo nisso nenhuma maneira sui generis. As nossas divergências em relação ao Governo da Presidenta Dilma, estão expostos em nossos documentos, entre eles, Construir uma alternativa comprometida com o interesse nacional, e que você pode ler no www.partidopatrialivre.org.br. Neles estão fundamentadas as nossas considerações e análises sobre as medidas econômicas adotadas pelo atual governo: elevação das taxas de juros, desnacionalização da economia, privatizações dos portos, aeroportos e a entrega do nosso Pré-Sal através do Leilão de Libra, tudo a serviço do superavit primário, isto é, ter caixa para entregar aos banqueiros.

Não fomos nós, do PPL, que nos afastamos da defesa dos interesses nacionais, não Leia mais

19 de fevereiro de 2014
por Esmael Morais
18 Comentários

De olho no Senado, Barbosa dará aviso prévio a Dilma sobre saída do STF

do Brasil 247O presidente do Supremo Tribunal Federal, Joaquim Barbosa, telefonou para a presidente Dilma Rousseff para dar satisfações sobre rumores de sua empreitada política.

Ele nega oficialmente intenções de disputar as eleições de 2014, mas nos bastidores, se diz lisonjeado com apostas em seu nome como candidato da oposição.

A assessoria do STF confirmou que Barbosa tem o desejo de deixar o Supremo antes de completar 70 anos. Ele trabalharia com duas datas-chave: 5 de abril, prazo máximo para ele se filiar a algum partido e disputar as eleições; ou 22 de novembro, quando ele deixa a presidência do STF, passando o cargo a Ricardo Lewandowski, o revisor da AP 470 com quem discutiu várias vezes ao longo do julgamento.

Barbosa foi convidado pelo PSB de Eduardo Campos para disputar o governo do Rio de Janeiro. Apesar de não ter afinidade com o presidenciável, tem simpatia por sua potencial vice, a ex-senadora Marina Silva. O PDT, de Carlos Lupi, também sinalizou interesse em lança-lo como candidato à  Presidência.

Leia nota de Mônica Bergamo, da Folha de S. Paulo, sobre o assunto:

ALARME FALSO
Joaquim Barbosa telefonou para a presidente Dilma Rousseff na segunda. Disse que informações sobre sua eventual saída do STF (Supremo Tribunal Federal) para disputar as eleições não passam, por enquanto, de especulação. Afirmou que, como os ministros são indicados pela Presidência, ele jamais sairia da função sem comunicar antes a ela. O ministro ainda não decidiu a data em que sairá da corte neste ano.

BONS AMIGOS
A conversa foi considerada amistosa no Palácio Leia mais

19 de fevereiro de 2014
por Esmael Morais
63 Comentários

Coluna do Ademar Traiano: “Gleisi é vaiada pelo “rolezinho” que faz contra o Paraná no Senado”

Ademar Traiano, em sua coluna desta quarta, acusa a senadora Gleisi Hoffmann e o PT de prejudicarem o Paraná em nome de uma ideia fixa: "tomar o poder a qualquer custo"; colunista, que é o principal ideólogo do Palácio Iguaçu e do governo Beto Richa, afirma que a petista agia contra o estado na Casa Civil e agora faz "rolezinho" no Senado contra o Paraná; "A aposta na ignorância popular já provou ter sido um grande erro. Ela se tornou evidente no primeiro evento que Gleisi participou como pré-candidata, no último dia 14, numa palestra na Universidade Estadual de Maringá, quando foi interrompida por vaias e protestos pelas ações praticadas como ministra, inclusive pelo bloqueio dos empréstimos do Paraná. O clima ficou tão ruim que teve de abreviar o discurso e acabou saindo à  francesa, escoltada!, relata o parlamentar tucano; leia o texto.

Ademar Traiano, em sua coluna desta quarta, acusa a senadora Gleisi Hoffmann e o PT de prejudicarem o Paraná em nome de uma ideia fixa: “tomar o poder a qualquer custo”; colunista, que é o principal ideólogo do Palácio Iguaçu e do governo Beto Richa, afirma que a petista agia contra o estado na Casa Civil e agora faz “rolezinho” no Senado contra o Paraná; “A aposta na ignorância popular já provou ter sido um grande erro. Ela se tornou evidente no primeiro evento que Gleisi participou como pré-candidata, no último dia 14, numa palestra na Universidade Estadual de Maringá, quando foi interrompida por vaias e protestos pelas ações praticadas como ministra, inclusive pelo bloqueio dos empréstimos do Paraná. O clima ficou tão ruim que teve de abreviar o discurso e acabou saindo à  francesa, escoltada!, relata o parlamentar tucano; leia o texto.

Ademar Traiano* ... 

Leia mais

Esmael Morais 2009-2018. O Blog do Esmael é liberto das excludentes convenções mercantis Copyright ©. O site não cobra pelos direitos autorais, portanto, pode e deve ser reproduzido no todo ou em parte, além de ser liberado para distribuição desde que preservado seu conteúdo e o nome do autor. | A política como ela é em tempo real.

Topo