Tarifaço da água garante carros de luxo a 5 diretores da Sanepar

Publicado em 28 janeiro, 2014
Compartilhe agora!

Sem comando firme do governo do Paraná, diretores da Sanepar promovem farra com dinheiro amealhado a partir de reajustes abusivos nas tarifas de água e esgoto; prova da situação nababesca dentro da empresa, funcionários enviaram fotos de cinco camionetas Hilux, modelo 2014, compradas por R$ 127 mil, cada, para atender aos caprichos da diretoria; tarifaço acumulado na gestão Richa bate a casa de 50%; contraditoriamente à  gastança, rombo na companhia chega a R$ 170 milhões e consumidores são insistentemente tungados, inclusive com duplicidade de cobrança na fatura.
Sem comando firme do governo do Paraná, diretores da Sanepar promovem farra com dinheiro amealhado a partir de reajustes abusivos nas tarifas de água e esgoto; prova da situação nababesca dentro da empresa, funcionários enviaram fotos de cinco camionetas Hilux, modelo 2014, compradas por R$ 127 mil, cada, para atender aos caprichos da diretoria; tarifaço acumulado na gestão Richa bate a casa de 50%; contraditoriamente à  gastança, rombo na companhia chega a R$ 170 milhões e consumidores são insistentemente tungados, inclusive com duplicidade de cobrança na fatura.
Funcionário bem instalado no gabinete da Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar) descobriu para qual ralo está indo parte do dinheiro tungado dos consumidores de água e esgoto com sucessivos aumentos na tarifa: compra de carros de luxo.

Segundo informações de saneparianos, que são obrigados a engolir uma draconiana política de redução de gastos, a empresa comprou cinco camionetes modelo Hilux 2014 pela bagatela de R$ 127 mil (cada) para uso dos diretores.

Contraditoriamente à  gastança, a direção da Sanepar reuniu todos os gerentes e determinou contenção de gastos, pois anunciou que há um furo de R$ 170 milhões para o ano de 2014.

Na mesma esteira dessa nababesca decisão, vem novo um aumento de 8,17% já autorizado pelo Conselho de Administração para tapar as barbaridades cometidas pela atual diretoria. Nos três anos de gestão do governador Beto Richa (PSDB) acumula-se reajustes de quase 50% (clique aqui).

Nunca é demais lembrar que no final do ano passado, a companhia antecipou dividendos aos sócios privados. Por lei, isso só poderia ocorrer no meio deste ano de 2014.

Além disso, sempre buscando fechar o rombo, ainda segundo os saneparianos, a empresa impôs para a população dois faturamentos da tarifa de água no mesmo mês de janeiro/2014. A primeira com o vencimento normal e logo em seguida o segundo faturamento com vencimento para 24/01/2014. “Essa antecipação de receita não me parece coisa séria”, condenou o graduado funcionário.

Compartilhe agora!

Comments are closed.