“O Torto” agora é Richa

Publicado em 29 janeiro, 2014
Compartilhe agora!

De mal com Fruet, o dono do bar "O Torto", o Magrão, se entregou aos "paraguaios", ou seja, aos tucanos; indignado pela falta de apoio ao projeto da "Quadra Cultural", organizada por ele, Magrão se abraçou ao governador Beto Richa e vice-versa; no mundo da política, porém, a conversa é que a prefeitura "cedeu" Magrão aos tucanos em gratidão pela "cessão" de Paulo Vítola, ex-diretor-presidente da TV Educativa, o novo interventor na Secretaria Municipal de Comunicação.
De mal com Fruet, o dono do bar “O Torto”, o Magrão, se entregou aos “paraguaios”, ou seja, aos tucanos; indignado pela falta de apoio ao projeto da “Quadra Cultural”, organizada por ele, Magrão se abraçou ao governador Beto Richa e vice-versa; no mundo da política, porém, a conversa é que a prefeitura “cedeu” Magrão aos tucanos em gratidão pela “cessão” de Paulo Vítola, ex-diretor-presidente da TV Educativa, o novo interventor na Secretaria Municipal de Comunicação.
Arlindo Ventura, conhecido como Magrão, dono do bar “O Torto”, em Curitiba, vestiu a “cueca de seda” nesta semana (clique aqui para entender o neologismo). O moço recebeu o governador Beto Richa (PSDB), que até então ocupava o espectro diametralmente oposto ao dos frequentadores habituais do boteco localizado na Rua Paula Gomes, no histórico bairro São Francisco.

O local ganhou fama porque Magrão fechava a rua para realizar a “Quadra Cultural” — festival de shows com músicos e bandas de MPB e rock — em parceria com a prefeitura.

Nas eleições de 2012, o proprietário de “O Torto”, abertamente, apoiou a eleição de Gustavo Fruet (PDT). Era reduto do então candidato (clique aqui).

Pois bem, eleito o pedetista torceu o nariz para a “Quadra Cultural” de Magrão. O executivo municipal considera o evento privado e, portanto, o poder público não pode apoiar a iniciativa.

Oportunista, Richa se abraçou rapidinho com Magrão. Pensando bem, como diz o ditado, quem não tem cão caça com gato… Sem PMDB, vai de “Torto” mesmo.

Nos bastidores da política, as maledicentes línguas afirmam ainda que a prefeitura “cedeu” Magrão aos tucanos em gratidão pela “cessão” de Paulo Vítola, ex-diretor-presidente da TV Educativa, o novo interventor de Fruet na Secretaria Municipal de Comunicação (clique aqui).

Compartilhe agora!

Comments are closed.