Por Esmael Morais

Gleisi e Requião podem formar “linha” contra a reeleição de Beto Richa

Publicado em 31/01/2014

A petista Gleisi Hoffmann e o peemedebista Roberto Requião podem combinar jogadas contra o tucano Beto Richa; a ainda ministra e o senador cumprirão agendas neste sábado em Umuarama, no Noroeste do estado; não é descartado um encontro casual! entre ambos oposicionistas.

A petista Gleisi Hoffmann e o peemedebista Roberto Requião podem combinar jogadas contra o tucano Beto Richa; a ainda ministra e o senador cumprirão agendas neste sábado em Umuarama, no Noroeste do estado; não é descartado um encontro casual! entre ambos oposicionistas.

A ministra Gleisi Hoffmann (PT) se despede oficialmente do Planalto na próxima segunda-feira (3). Ela deixará a chefia da Casa Civil, na próxima segunda-feira (3), para dedicar-se à  campanha pelo governo do Paraná. Aloizio Mercadante (PT) a substituirá em evento programado para as 11 horas no Palácio do Planalto.

Como último compromisso da agenda federal, ela vai entregar casas populares. Gleisi vai entregar 600 unidades do programa Minha Casa, Minha Vida neste sábado em Umuarama, na região Noroeste do Paraná. A ministra será ciceroneada pelo deputado correligionário Zeca Dirceu, coordenador de sua campanha na frente dos prefeitos.

Coincidência ou não, Gleisi percorre neste final de semana a mesma região que o senador Roberto Requião (PMDB) escolheu para iniciar sua corrida rumo ao quarto mandato à  frente do Palácio Iguaçu. Há possibilidade do peemedebista e da petista se encontrarem sábado em Umuarama, onde ambos têm agendas.

Gleisi e Requião comungam do desejo de arrancar o governador Beto Richa (PSDB) do Palácio Iguaçu nas eleições de outubro. A pergunta que fica é: será que os candidatos do PT e PMDB formarão uma “linha” (combinar a jogada) para depenar o tucano nas urnas? A conferir.