Por Esmael Morais

Sem dinheiro para gasolina no jatinho, Richa pega voo comercial

Publicado em 16/12/2013

Crise financeira aguda no governo impõe "dieta" de voos a Richa, que trocou jatos e helicópteros oficiais pelos voos comerciais; neste final de semana, governador do PSDB voou de Londrina a Curitiba pela TAM, o que retrata gravidade do problema no caixa do estado; jornal Folha de S. Paulo, nesta segunda, relata o aprofundamento da agonia tucana; deputado Elton Welter, líder da oposição, afirma que o governo não tem como garantir pagamento de salários aos 230 mil servidores a partir de 2014.

Crise financeira aguda no governo impõe “dieta” de voos a Richa, que trocou jatos e helicópteros oficiais pelos voos comerciais; neste final de semana, governador do PSDB voou de Londrina a Curitiba pela TAM, o que retrata gravidade do problema no caixa do estado; jornal Folha de S. Paulo, nesta segunda, relata o aprofundamento da agonia tucana; deputado Elton Welter, líder da oposição, afirma que o governo não tem como garantir pagamento de salários aos 230 mil servidores a partir de 2014.

Reflexo da falta de dinheiro, o governador Beto Richa (PSDB) trocou neste final de semana o jatinho e helicópteros que tanto gosta pelo voo comercial da TAM (voo JJ 3106). O tucano veio de Londrina, no Norte do Estado, e desembarcou no aeroporto Internacional Afonso Pena, em São José dos Pinhais, região metropolitana de Curitiba, acompanhado do chefe da Casa Civil, Reinold Stephanes.

A crise no governo Beto Richa (PSDB) ganha repercussão nacional. Nesta segunda (16), a Folha de S. Paulo traz reportagem da jornalista Estelita Hass Carazzai sobre calote em fornecedores e funcionários públicos estaduais.

A própria gestão do PSDB considera que a situação é de “sufoco” e a oposição liderada pela ministra-chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann (PT), e pelo senador Roberto Requião (PMDB), exploram a “má gestão” de Richa.

A situação caótica no Paraná inclui construções de rodovias paralisadas, diversas viaturas policiais paradas por falta de combustível, sem conserto em oficinas, e até obras da Copa afetadas.

A dívida é de R$ 700 milhões. O orçamento anual, de R$ 29 bilhões. Ou seja, o Estado deve cerca de 30% das despesas mensais.

Graças à  liberação de parte de empréstimo de R$ 815 milhões do Banco Mundial (Bird), o governo do estado conseguirá pagar o 13!º salário do funcionalismo. Na Assembleia Legislativa do Paraná, apesar do otimismo do Palácio Iguaçu, o deputado Elton Welter (PT), líder da oposição, diz que Richa não tem como garantir os salários dos cerca de 230 mil servidores a partir de 2014 (clique aqui).

No sábado (14), o governador Beto Richa participou da 22!ª edição das 500 Milhas de Londrina. Ele teve problemas com o carro ao longo da prova e terminou em 25!º lugar. à‰ quase o mesmo desempenho registrado pelo Ibope nesta sexta (clique aqui para relembrar).