“Eu quero Ratinho Júnior disputando o governo do Paraná”, pede vereador de Curitiba

Tropa de choque do secretário de Desenvolvimento Urbano, Ratinho Júnior, aos poucos, se levanta para pedir candidatura própria do PSC ao governo do Paraná; nesta segunda (23), o vereador de Curitiba, Rogério Campos, afirmou que deseja ver o partido disputando o Palácio Iguaçu; Mesmo não vencendo em 2014, Ratinho se consolidaria como um nome para a sucessão do prefeito Gustavo Fruet (PDT) em 2016!, analisa o parlamentar; ato contínuo, na manhã de hoje, a bancada do Jornal da Massa reivindicou a colocação do nome de Ratinho Júnior nas sondagens dos institutos de pesquisas; secretário está prestes a romper com o governador Beto Richa, que não cumpriu a promessa de vitaminar a pasta com R$ 300 milhões para investimentos e obras.

Tropa de choque do secretário de Desenvolvimento Urbano, Ratinho Júnior, aos poucos, se levanta para pedir candidatura própria do PSC ao governo do Paraná; nesta segunda (23), o vereador de Curitiba, Rogério Campos, afirmou que deseja ver o partido disputando o Palácio Iguaçu; Mesmo não vencendo em 2014, Ratinho se consolidaria como um nome para a sucessão do prefeito Gustavo Fruet (PDT) em 2016!, analisa o parlamentar; ato contínuo, na manhã de hoje, a bancada do Jornal da Massa reivindicou a colocação do nome de Ratinho Júnior nas sondagens dos institutos de pesquisas; secretário está prestes a romper com o governador Beto Richa, que não cumpriu a promessa de vitaminar a pasta com R$ 300 milhões para investimentos e obras.

O vereador Rogério Campos (PSC), de Curitiba, defende que o partido lance a candidatura de Ratinho Júnior ao governo do Paraná em 2014. Segundo o parlamentar, a disputa pelo Palácio Iguaçu não só ficaria emocionante como as chances de vitória seriam concretas.

“Mesmo não vencendo em 2014, Ratinho se consolidaria como um nome para a sucessão do prefeito Gustavo Fruet (PDT) em 2016”, analisou o vereador.

O secretário de Estado do Desenvolvimento Urbano (SEDU) está prestes a romper com Richa, de acordo com fontes fidedignas no PSC. O tucano não cumpriu com a promessa de vitaminar o orçamento da pasta em R$ 300 milhões. Para piorar o relacionamento, o governador tem prometido mundos e fundos a prefeitos e a “jaca” (promessas não cumpridas) tem ficado nas mãos de Ratinho Júnior. Ou seja, a pasta lhe dá visibilidade, mas também lhe traz muitos desgastes políticos.

Com ou sem candidatura própria do PMDB (clique aqui), o jogo eleitoral apenas está começando. Na semana que passou a movimentação da tropa de Ratinho Júnior mexeu com a frente política (clique aqui para relembrar).

Na bancada do Jornal da Massa, emissora do apresentador Carlos Massa, o Ratinho, pai de Júnior, nesta segunda (23), os três apresentadores reivindicaram a colocação do secretário nas sondagens dos institutos de pesquisas.

Comentários encerrados.