Despenca a aprovação do prefeito Gustavo Fruet, diz Paraná Pesquisas

Levantamento da Paraná Pesquisas aponta dificuldade do prefeito de Curitiba, Gustavo Fruet, em recuperar popularidade perdida com protestos de junho; em abril, o pedetista tinha 66% de aprovação, agora tem 54%; prefeito curitibano segue as mesmas pegadas do governador Beto Richa, que também viu sua aprovação despencar; de acordo com o Ibope, de segundo melhor avaliado entre 27 governadores, em dezembro de 2011, com 74% de aprovação, o tucano caiu para a sétima posição com 45%.
Levantamento da Paraná Pesquisas aponta dificuldade do prefeito de Curitiba, Gustavo Fruet, em recuperar popularidade perdida com protestos de junho; em abril, o pedetista tinha 66% de aprovação, agora tem 54%; prefeito curitibano segue as mesmas pegadas do governador Beto Richa, que também viu sua aprovação despencar; de acordo com o Ibope, de segundo melhor avaliado entre 27 governadores, em dezembro de 2011, com 74% de aprovação, o tucano caiu para a sétima posição com 45%.
A Paraná Pesquisas divulgou nesta quinta (26), nas páginas do jornal Gazeta do Povo, nova sondagem sobre a aprovação do prefeito de Curitiba, Gustavo Fruet (PDT). De acordo com o instituto de Murilo Hidalgo, o pedetista, seguindo as pegadas do governador Beto Richa (PSDB), também experimentou queda de 66%, em abril, para 54% em dezembro.

Pesquisa Ibope divulgada no dia 13 de dezembro captou que o governador do Paraná despencou na avaliação entre os eleitores do estado. De segundo melhor avaliado entre 27 governadores, em dezembro de 2011, com 74% de aprovação, o tucano caiu para a sétima posição com 45% (clique aqui para relembrar).

A desaprovação do prefeito curitibano, que subiu de 26% para 41% no período, se deveu ao rastro dos protestos de junho que reivindicava a redução no preço da tarifa do ônibus.

Para 47% dos entrevistados, Fruet não vem cumprindo promessas da campanha de 2012. Em abril, o índice dos que enxergavam calote eleitoral na gestão do pedetista era de 29%.

Para 26% dos entrevistados, o prefeito não está melhorando a saúde, construindo mais postos, contratando mais médicos e criando unidades 24 horas.

A saúde é a área para qual o prefeito deveria dar mais atenção no futuro, segundo 47% dos entrevistados. Na sequência, aparecem segurança (15%) e educação (9%).

Os números divulgados hoje pela Gazeta do Povo revelam que o prefeito da capital está tendo dificuldades para recuperar sua popularidade. Em outro levantamento, de julho, da mesma Paraná Pesquisas, 55% dos eleitores curitibanos aprovavam a gestão de Fruet ante 39% que a desaprovavam (clique aqui para relembrar).

Veja o infográfico e compare os números:

fruet_pesquisa2013

Comments are closed.