Coluna do Ricardo Mac Donald: “Ex-prefeito Luciano Ducci promovia orgias pantagruélicas”

Ricardo Mac Donald, capitão do time do prefeito Gustavo Fruet, em sua coluna derradeira de 2013,  acusa o ex-prefeito Luciano Ducci de ter promovido a maior comilança da história e farra com diárias da prefeitura de Curitiba;  "[Em comida] Ex-prefeito gastou R$ 229 mil, em 2012, e Fruet gastou R$ 104 mil, em 2013", compara o colunista, que ainda provoca: "Agradeço os apoios e as críticas, desejando aos amigos e inimigos um ótimo 2014"; leia o texto.

Ricardo Mac Donald, capitão do time do prefeito Gustavo Fruet, em sua coluna derradeira de 2013, acusa o ex-prefeito Luciano Ducci de ter promovido a maior comilança da história e farra com diárias da prefeitura de Curitiba; “[Em comida] Ex-prefeito gastou R$ 229 mil, em 2012, e Fruet gastou R$ 104 mil, em 2013”, compara o colunista, que ainda provoca: “Agradeço os apoios e as críticas, desejando aos amigos e inimigos um ótimo 2014”; leia o texto.

por Ricardo Mac Donald*

Recentemente, o jornal Gazeta do Povo fez extensa matéria a respeito dos gastos dos prefeitos paranaenses com diárias. Curitiba ficou de fora, porque usa o Sistema de Ressarcimento de Despesas. Mas, o tema é interessante pois marca o modo de gerir a coisa pública pelos governantes. Vejamos, então, um comparativo de despesas de viagens e estadias de 2012 (Gestão Luciano Ducci) com 2013 (Gestão Gustavo Fruet).

O ex-prefeito gastou R$ 123.864,34 nos seus deslocamentos, e o atual gastou R$ 16.484,78. Não estou questionando sua necessidade, ou outros gastos para representação da cidade, mas destaco o comedimento de um e a complacência de outro.

O mesmo se dá com refeições, recepções e cafés da manhã. O ex-prefeito gastou R$ 229.493,36, em 2012, e o prefeito Gustavo Fruet gastou R$ 104.006,04, em 2013.

A diferença também é grande no que se refere à  utilização de veículos e motoristas. O Gabinete do Prefeito e a Secretaria do Governo devolveram 14 veículos e 16 motoristas, o que representa uma economia anual de R$ 1.381.146,28.

São exemplos de um grande esforço para economizar e pagar as contas herdadas do passado, as quais estão sob exame do Tribunal de Contas e do Ministério Público, que destacaram equipes para examinar as irregularidades. Essas equipes passaram semanas dentro da Prefeitura analisando todos os detalhes, e agora devem estar fazendo os relatórios finais.

Enfim, até esta data, a economia em 2013 ultrapassou 163 milhões de reais, o que permitiu pagar os fornecedores e parcelar o restante em até 36 prestações mensais, corrigidas pelo índice de inflação.

Com isso, colocamos a casa em ordem. Agora podemos nos dedicar as obras e investimentos programados, que alcançam a cifra de 8 bilhões de reais, sendo mais da metade para o metrô e outras importantes obras de mobilidade.

Há algumas semanas estou ocupando este espaço, a convite do Esmael. Agradeço os apoios e as críticas, desejando aos amigos e inimigos um ótimo 2014.

*Ricardo Mac Donald Ghisi é advogado, secretário Municipal de Governo de Curitiba. Escreve à s sextas no Blog do Esmael.

Comentários encerrados.