Coluna do Ademar Traiano: “Campanha com dinheiro público não pode, dona Gleisi Hoffmann”

Publicado em 4 dezembro, 2013
Compartilhe agora!

Ademar Traiano, em sua coluna de hoje, acusa Gleisi Hoffmann de utilizar ilegalmente! e fora de época! aviões da Força Aérea Brasileira (FAB) para fazer campanha política no Paraná; sempre citando como fontes O Globo e a Folha, o tucano também acusa a petista de querer tomar o poder no estado em "voos da alegria para entregar obras, retroescavadeiras e caminhões"; considerado o principal ideólogo do Palácio Iguaçu, líder do governador na Assembleia também cita o insuspeito! !“ nas palavras dele -- jornal Gazeta do Povo como fonte da pancadaria contra a candidata do PT; colunista denuncia que José Dirceu, mesmo da Papuda, onde está preso desde 15 de novembro, estaria operando campanha para eleger a ministra-chefe da Casa Civil sucessora de Beto Richa; leia o texto.
Ademar Traiano, em sua coluna de hoje, acusa Gleisi Hoffmann de utilizar ilegalmente! e fora de época! aviões da Força Aérea Brasileira (FAB) para fazer campanha política no Paraná; sempre citando como fontes O Globo e a Folha, o tucano também acusa a petista de querer tomar o poder no estado em “voos da alegria para entregar obras, retroescavadeiras e caminhões”; considerado o principal ideólogo do Palácio Iguaçu, líder do governador na Assembleia também cita o insuspeito! !“ nas palavras dele — jornal Gazeta do Povo como fonte da pancadaria contra a candidata do PT; colunista denuncia que José Dirceu, mesmo da Papuda, onde está preso desde 15 de novembro, estaria operando campanha para eleger a ministra-chefe da Casa Civil sucessora de Beto Richa; leia o texto.
por Ademar Traiano*

Matéria do jornal O Globo, reproduzida pela insuspeita Gazeta do Povo, revela que a ministra paranaense Gleisi Hoffmann (PT), da Casa Civil, é a campeã no uso dos jatinhos da FAB para fazer campanha política ilegal e fora de época.

Diz a matéria de O Globo: Nas asas dos jatinhos da Força Aérea Brasileira (FAB), ministros que serão candidatos no ano que vem percorrem suas bases eleitorais num misto mal-disfarçado de trabalho com campanha antecipada!.

E prossegue: De todos os ministros candidatos, a maior ofensiva tem sido da ministra da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, que enfrenta dificuldades para emplacar sua candidatura contra o governador tucano Beto Richa, no Paraná!.

Apanhada em flagrante, fazendo campanha ilegal, Gleisi tentou disfarçar: Fazer entregas de equipamentos e obras de governo é parte das atribuições dos ministros, inclusive da Casa Civil!. Não é.

As atribuições da Casa Civil são o assessoramento do presidente, a coordenação de ações de governo, inclusive de outros ministérios. Também é responsável pela avaliação das propostas legislativas que o Executivo encaminha ao Poder Legislativo e cuidar da publicação de atos oficiais do governo. Entre essas funções não está, certamente, a de percorrer o Paraná em jatos da FAB, pagos pelo contribuinte brasileiro, para distribuir caminhões basculantes.

A matéria de O Globo revela ainda que Gleisi requisita jatinhos da FAB para seu uso, mas lota a aeronave com aliados políticos, como o deputado federal Zeca Dirceu (PT), filho do mensaleiro Zé Dirceu, cotado para ser seu vice. Voos da alegria para entregar obras, retroescavadeiras e caminhões. São atos descarados de campanha bancada pelo contribuinte.

Não é só no uso de jatinhos da FAB que Gleisi usa a máquina do governo em sua campanha. A jornalista Monica Bergamo, da Folha de São Paulo, revela que a campanha de Gleisi, através de seu marido, o ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, atuou na armação petista que gerou o estranho emprego do mensaleiro José Dirceu como gerente de um hotel em Brasília com um salário nababesco. Diz a jornalista:

O PTN (Partido Trabalhista Nacional) deve apoiar a candidatura da ministra Gleisi Hoffmann (Casa Civil) ao governo do Paraná no próximo ano. O partido é presidido por José Masci de Abreu, irmão de Paulo Masci de Abreu, dono do hotel que contratou José Dirceu para trabalhar em Brasília. No mês passado, Gleisi e o marido, Paulo Bernardo, ministro das Comunicações, receberam em casa representantes do partido no Paraná. Além do hotel, Masci tem também uma empresa de comunicação que possui ao menos oito rádios em SP!.

Entre os problemas que o novo patrão de Dirceu espera resolver com sua proximidade com o PT e a campanha de Gleisi, segundo revela a revista Veja, está um projeto muito lucrativo. A renovação da concessão da TV Excelsior, cassada em 1970.

O paranaense deve ficar atento. A sede de poder dos petistas é insaciável. A obsessão de tomar o poder no Paraná é antiga. A falta de limites do PT é tamanha que a cúpula do partido está encarcerada na Papuda por corrupção e formação de quadrilha. E mesmo na cadeia continua operando.

*Ademar Traiano é deputado estadual pelo PSDB e líder do governo Beto Richa na Assembleia Legislativa. Ele escreve à s quartas-feiras sobre governo e parlamento.

Compartilhe agora!

Comments are closed.