“Caíto daria um excelente vice para Gleisi”, sugere André Vargas

Publicado em 6 dezembro, 2013
Compartilhe agora!

A entrega de máquinas a 64 municípios paranaenses nesta sexta em Francisco Beltrão aproximou novamente PT e PMDB; a ministra Gleisi Hoffmann e o deputado André Vargas estiveram com o deputado estadual Caíto Quintana, líder do PMDB na Assembleia, com o senador Sérgio Souza, o coordenador de Relações Institucionais da Vice-presidência da República, Rodrigo Rocha Loures, e os deputados estaduais Nelson Luersen, do PDT, e Luciana Rafagnin, do PT; petistas dizem que respeitam as candidaturas de Roberto Requião e Orlando Pessuti, mas a hipótese de ter o PMDB na vice do PT não está descartada.  A chapa ainda está totalmente aberta e seria muito importante repetir no Paraná a chapa nacional. Caíto seria um grande vice!, reforçou Vargas.
A entrega de máquinas a 64 municípios paranaenses nesta sexta em Francisco Beltrão aproximou novamente PT e PMDB; a ministra Gleisi Hoffmann e o deputado André Vargas estiveram com o deputado estadual Caíto Quintana, líder do PMDB na Assembleia, com o senador Sérgio Souza, o coordenador de Relações Institucionais da Vice-presidência da República, Rodrigo Rocha Loures, e os deputados estaduais Nelson Luersen, do PDT, e Luciana Rafagnin, do PT; petistas dizem que respeitam as candidaturas de Roberto Requião e Orlando Pessuti, mas a hipótese de ter o PMDB na vice do PT não está descartada. A chapa ainda está totalmente aberta e seria muito importante repetir no Paraná a chapa nacional. Caíto seria um grande vice!, reforçou Vargas.
O deputado federal André Vargas, vice-presidente da Câmara, foi “autorizado” pela ministra-chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, falar com os partidos políticos em nome de sua candidatura e do PT visando o Palácio Iguaçu em 2014.

Na região do Sudoeste, onde entregaram máquinas, esta tarde, Vargas disse que torce pela candidatura própria do senador Roberto Requião pelo PMDB, mas, como o partido definiu apoio a Gleisi como segunda opção, “o deputado Caíto Quintana daria um excelente vice”.

Na última quarta (4), em Brasília, o vice-presidente da República, Michel Temer, que luta para continuar na chapa de Dilma Rousseff, foi enfático ao vetar o PMDB no palanque do PSDB no Paraná. Apontou prioridade na candidatura própria e, como segunda opção, aliança com a ministra Gleisi Hoffmann.

Uma rápida contagem de “garrafas” no jantar com Temer, na quarta à  noite, cinco deputados estaduais já se declararam favoráveis à  candidatura própria de Requião. São eles: Caito Quintana, Anibelli Neto, Gilberto Martin, Cleiton Kielse e Waldyr Pugliesi.

Outros cinco se disseram favoráveis à  aliança ou com PT ou com PSDB, o que, na opinião deles, facilitaria sua reeleição na Assembleia. São eles: Luiz Cláudio Romanelli, Stephanes Júnior, Teruo kato, Ademir Bier e Jonas Guimarães.

Compartilhe agora!

Comments are closed.