Bancada estadual do PMDB do Paraná delicia carneiro e participa da noite das “facas longas” em Brasília

Publicado em 4 dezembro, 2013
Compartilhe agora!

Sem os senadores Sérgio Souza e Requião, bancada estadual pró-Beto Richa degusta hoje à  noite, em Brasília, na casa de Michel Temer, carneiro assado pelo tradicional restaurante Piantella; coordenador da bancada federal Marcelo Almeida, que torce por Gleisi, advoga pela aproximação do vice-presidente com os estaduais; Rocha Loures jura que defende candidatura própria do partido ao governo do Paraná; enfim, esta noite, tem tudo para ser a noite das "facas longas", onde cobra tentará dar rasteira em cobra; tendência é que tudo permaneça em aberto até a convenção partidária de junho.
Sem os senadores Sérgio Souza e Requião, bancada estadual pró-Beto Richa degusta hoje à  noite, em Brasília, na casa de Michel Temer, carneiro assado pelo tradicional restaurante Piantella; coordenador da bancada federal Marcelo Almeida, que torce por Gleisi, advoga pela aproximação do vice-presidente com os estaduais; Rocha Loures jura que defende candidatura própria do partido ao governo do Paraná; enfim, esta noite, tem tudo para ser a noite das “facas longas”, onde cobra tentará dar rasteira em cobra; tendência é que tudo permaneça em aberto até a convenção partidária de junho.
Caberá ao restaurante Piantella, o mais tradicional do mundo político, servir nesta noite, no Palácio Jaburu, residência oficial do vice-presidente da República, Michel Temer, em Brasília, carneiro assado para a bancada de 13 deputados estaduais do Paraná.

A reunião foi articulada pelo coordenador da bancada paranaense, deputado Marcelo Almeida, que quer aproximar os estaduais do vice-presidente, a quem considera um “lorde inglês”.

Almeida afirmou a este blogueiro que defende o alinhamento do PMDB à  candidatura da ministra-chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, do PT. Caso não vingue essa coligação, o parlamentar opina pela candidatura própria.

“Acho que hoje, na bancada estadual, dá Beto Richa (PSDB)”, arrisca o coordenador, que disse desconhecer a reaproximação do senador Roberto Requião com o ex-governador Orlando Pessuti, o que, em tese, daria maioria na convenção partidária.

Este blogueiro também conversou com o coordenador de Relações Institucionais da Vice-Presidência da República, ex-deputado Rodrigo Rocha Loures, sobre o encontro de hoje à  noite. Ele disse que discutirá com a bancada estadual um ritual para definir uma posição do PMDB do Paraná. “Discutir nomes antes ajuda somente quem quer nos ver divididos”, afirmou.

Curiosamente, Marcelo Almeida “desconvidou” para a carneirada desta noite os senadores Requião e Sérgio Souza, bem como os deputados federais. “A ideia é criar uma relação íntima entre os estaduais e o presidente Temer”.

Esta quarta tem tudo para ter a noite das “facas longas”, haja vista a quantidade de cobra reunida tentando dar rasteira em cobra. Mas a tendência é que os parlamentares peemedebistas saiam da carneirada com o papinho cheio, no entanto, sem definição alguma.

Compartilhe agora!

Comments are closed.