10 de dezembro de 2013
por Esmael Morais
12 Comentários

Padre Valter Pegorer, de Apucarana, deverá assumir vaga na Assembleia Legislativa do Paraná

 A cassação do prefeito de Cascavel, Edgar Bueno, e a consequente posse do deputado Lemos na prefeitura de Cascavel, vai mexer na composição da Assembleia; Padre Valter Pegorer (PMDB), de Apucarana, deverá assumir o cargo na condição de primeiro suplente da coligação PDT, PT, PMDB, PR e PCdoB; político apucaranense obteve 36 mil votos nas eleições de 2010; Luiz Cláudio Romanelli (PMDB), titular da vaga, está licenciado para ocupar a Secretaria do Trabalho.


A cassação do prefeito de Cascavel, Edgar Bueno, e a consequente posse do deputado Lemos na prefeitura de Cascavel, vai mexer na composição da Assembleia; Padre Valter Pegorer (PMDB), de Apucarana, deverá assumir o cargo na condição de primeiro suplente da coligação PDT, PT, PMDB, PR e PCdoB; político apucaranense obteve 36 mil votos nas eleições de 2010; Luiz Cláudio Romanelli (PMDB), titular da vaga, está licenciado para ocupar a Secretaria do Trabalho.

A cassação do prefeito de Cascavel, Edgar Bueno (PDT), e a consequente posse do segundo colocado nas eleições de 2012, deputado Professor Lemos (PT), vai mexer com a composição da Assembleia Legislativa do Paraná. ... 

Leia mais

10 de dezembro de 2013
por Esmael Morais
42 Comentários

TRE decide: Petista Professor Lemos é o novo prefeito de Cascavel (PR)

Tribunal Regional Eleitoral, por unanimidade, nesta terça (10), acatou embargos da defesa do deputado Professor Lemos (PT) que assumirá a prefeitura de Cascavel assim que a decisão seja publicada em Diário Oficial; decisão alça o petista a uma das prefeituras mais importantes do Paraná; Edgar Bueno foi cassado e afastado do cargo, pela Justiça, porque cometeu fraude eleitoral nas eleições de 2012.

Tribunal Regional Eleitoral, por unanimidade, nesta terça (10), acatou embargos da defesa do deputado Professor Lemos (PT) que assumirá a prefeitura de Cascavel assim que a decisão seja publicada em Diário Oficial; decisão alça o petista a uma das prefeituras mais importantes do Paraná; Edgar Bueno foi cassado e afastado do cargo, pela Justiça, porque cometeu fraude eleitoral nas eleições de 2012.

O deputado estadual Professor Lemos, do PT, será o novo prefeito do município de Cascavel, assim que o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Paraná divulgue o acórdão que resultou na cassação do prefeito Edgar Bueno (PDT). ... 

Leia mais

10 de dezembro de 2013
por Esmael Morais
29 Comentários

“Governo Richa mente sobre origem dos recursos para compra de ônibus escolares”, acusa Verri

Em discurso na Assembleia Legislativa nesta terça-feira (10), o deputado Enio Verri, presidente estadual do PT, acusou o governo Beto Richa de mentir para a população sobre a origem dos recursos utilizados para a compra dos ônibus escolares entregues hoje. Verri disse que o governo tucano está, mais uma vez, fazendo autopromoção à s custas dos programas federais.

Foram entregues hoje 115 ônibus para transporte de alunos das escolas especiais do Paraná. Em junho, o governo já havia repassado 67 veículos, totalizando 182 veículos. De acordo com o governo estadual, em matéria divulgada pela Agência Estadual de Notícias (AEN), o dinheiro para a compra dos ônibus é proveniente da economia da Assembleia Legislativa e também recursos do próprio caixa do estado. “Mentira”, acusa o petista.

“Nem a gasolina Beto Richa está pagando para os ônibus chegarem aos municípios”, ironiza o parlamentar, referindo-se à  constante falta de combustível em viaturas da PM e Corpo de Bombeiros devido a calote em postos.

Verri apresentou um extrato de transferência do Plano de Ação Articulada (PAR) !“ sistema do Ministério da Educação que gerencia os programas federais e investimentos repassados a estados e municípios !“ que confirma a destinação de R$ 19,6 milhões ao Paraná referente ao programa Caminho da Escola. O dinheiro, proveniente do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), é destinado para a compra de veículos escolares, numa política do governo Dilma que visa garantir segurança e qualidade ao transporte dos estudantes especiais.

No dia 28 de dezembro de 2012, houve uma transferência direta ao Paraná de R$ 19,6 milhões do programa Caminho da Escola, dinheiro suficiente para comprar cerca de 180 ônibus. São recursos federais, a fundo perdido, enviado para a compra de veículos para as escolas. Agora, se o dinheiro utilizado para a compra destes ônibus é federal, onde está o dinheiro da Assembleia que estão dizendo que foi usado? E onde está a parte que cabe ao estado?!

Verri enfatizou que não se faz política com atitudes desonestas. à‰ preciso ter limites. Já dissemos aqui da incompetência do governo Richa em administrar o estado. Já falamos sobre a dificuldade em somar um mais um, porque este governo conseguiu uma coisa inédita, criou uma crise financeira nunca vista no Paraná. Negar um fato que está dado, que está documentado, é um absurdo!, disse.

O deputado acusou o governo estadual de mais uma vez enganar a população, escondendo dos paranaenses que os recursos são provenientes do governo federal e não do próprio caixa. A entrega dos veículos é mais um evento que o governo Richa gasta dinheiro com aparelho de som, com a tenda para a sombra, e sai falando o que não é verdade.!

Leia mais

10 de dezembro de 2013
por Esmael Morais
9 Comentários

Após prisões de delegados pelo Gaeco, MP adia decisão sobre futuro de secretário da Segurança do PR

Conselho Superior do Ministério Público do Paraná resolveu adiar o "duelo final" entre os promotores Batisti e Vasques para o próximo dia 17; nesta terça, Gaeco, que pede a cabeça do secretário da Segurança, realizou megaoperação que resultou na prisão de 15 pessoas, dentre as quais o ex-delegado-geral da Polícia Civil, Marcus Vinicius Michelotto, e do delegado Geraldo Celezinski, que atuava no 5!º Distrito Policial.

Conselho Superior do Ministério Público do Paraná resolveu adiar o “duelo final” entre os promotores Batisti e Vasques para o próximo dia 17; nesta terça, Gaeco, que pede a cabeça do secretário da Segurança, realizou megaoperação que resultou na prisão de 15 pessoas, dentre as quais o ex-delegado-geral da Polícia Civil, Marcus Vinicius Michelotto, e do delegado Geraldo Celezinski, que atuava no 5!º Distrito Policial.

A guerra intestina no Ministério Público do Paraná (MP) envolvendo o secretário da Segurança Pública, Cid Vasques, procurador do órgão, e o procurador Leonir Batisti, coordenador do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), deverá se estender pelo menos até o próximo dia 17 de dezembro. ... 

Leia mais

10 de dezembro de 2013
por Esmael Morais
17 Comentários

De olho na Secretaria do Trabalho, presidente da UGT estende mão a Beto Richa que vive crise sem-fim!

Paulo Rossi, presidente da UGT Paraná, de olho na Secretaria do Trabalho, estende a mão para o governador Beto Richa; tucano se arrasta para terminar mandato; filiado ao PSD, líder sindical torce o nariz para a candidatura própria de Joel Malucelli; candidatura própria de Roberto Requião poderá antecipar a saída de peemedebista do governo do PSDB; Secretaria do Trabalho é ocupada, hoje, pelo deputado licenciado Luiz Cláudio Romanelli.

Paulo Rossi, presidente da UGT Paraná, de olho na Secretaria do Trabalho, estende a mão para o governador Beto Richa; tucano se arrasta para terminar mandato; filiado ao PSD, líder sindical torce o nariz para a candidatura própria de Joel Malucelli; candidatura própria de Roberto Requião poderá antecipar a saída de peemedebista do governo do PSDB; Secretaria do Trabalho é ocupada, hoje, pelo deputado licenciado Luiz Cláudio Romanelli.

O presidente da União Geral dos Trabalhadores (UGT), seção Paraná, Paulo Rossi, no último final de semana, durante plenária estadual que reuniu 500 dirigentes sindicais, em Guaratuba, Litoral, fez um gesto que poucos fariam em momentos de crise: estendeu a mão ao governador Beto Richa (PSDB), que patina para concluir o mandato. ... 

Leia mais

10 de dezembro de 2013
por Esmael Morais
17 Comentários

Exclusivo: Richa demite ex-vereador Juliano Borghetti por envolvimento em briga de torcida organizada

Boa fonte instalada no Palácio Iguaçu informa com exclusividade que o governador Beto Richa vai demitir, na tarde desta terça (10), o ex-vereador Juliano Borghetti, que ocupa a superintendência da EcoParaná, autarquia ligada à  Secretaria de Turismo; ex-vereador de Curitiba foi flagrando na pancadaria entre torcidas do Atlético e Vasco, no domingo, em Joinville (SC); Borghetti é irmão da deputada federal Cida Borghetti  e cunhado de Ricardo Barros, secretário de Estado da Indústria e Comércio; pelo Twitter, o senador Roberto Requião pediu a mesma agilidade na demissão do secretário do Planejamento Cássio  Taniguchi.

Boa fonte instalada no Palácio Iguaçu informa com exclusividade que o governador Beto Richa vai demitir, na tarde desta terça (10), o ex-vereador Juliano Borghetti, que ocupa a superintendência da EcoParaná, autarquia ligada à  Secretaria de Turismo; ex-vereador de Curitiba foi flagrando na pancadaria entre torcidas do Atlético e Vasco, no domingo, em Joinville (SC); Borghetti é irmão da deputada federal Cida Borghetti e cunhado de Ricardo Barros, secretário de Estado da Indústria e Comércio; pelo Twitter, o senador Roberto Requião pediu a mesma agilidade na demissão do secretário do Planejamento Cássio Taniguchi.

O governador Beto Richa (PSDB) decidiu demitir nesta tarde o ex-vereador Juliano Borghetti (PP), superintendente da EcoParaná, autarquia vinculada à  Secretaria de Turismo, em virtude de seu envolvimento na briga entre as torcidas organizadas do Atlético Paranaense e Vasco da Gama, no último domingo na arena do Joinville (SC). ... 

Leia mais

10 de dezembro de 2013
por Esmael Morais
7 Comentários

Aperto de mão histórico entre Castro e Obama sob a bênção de Mandela

do Brasil 247
Após mais de meio século de relações cortadas e embargo comercial, iniciado em 1962, o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, cumprimentou nesta terça-feira o presidente de Cuba, Raúl Castro, durante cerimônia em homenagem ao pacificador Nelson Mandela, no estádio Soccer City, em Johanesburgo, àfrica do Sul.

Desde então, os dois chefes de Estado só tinham se encontrado na Assembleia-Geral da ONU, onde não têm o hábito de se cumprimentar. O simbolismo do gesto, presenciado pela presidente Dilma Rousseff, significa a compreensão entre contrários. O lutador e líder sul-africano foi grande admirador da revolução cubana, sem nutrir ódio pelos norte-americanos.

O novo momento na relação entre os dois países pode ter sido iniciado no cumprimento entre Barack Obama e Raúl Castro e sob a bênção de Nelson Mandela. Hoje, Obama, primeiro presidente negro dos EUA, foi ovacionado pelos sul-africanos ao se levantar para discursar, assim como Raúl Castro, cujo irmão, Fidel, foi grande amigo de Mandela.

No início dos anos 1970, Cuba, sob o comando de Fidel Castro, enviou soldados e tanques para apoiar o exército de Angola na luta contra rebeldes. A revolução angolana venceu e, da prisão, Mandela escreveu carta registrando que, a partir daquele momento, a luta na àfrica do Sul havia obtido as condições para ser vitoriosa.

Leia abaixo reportagem da Reuters:

Obama e Raúl Castro trocam aperto de mãos no funeral de Mandela

Por Stella Mapenzauswa e David Dolan

JOHANESBURGO, 10 Dez (Reuters) – Os presidentes dos Estados Unidos, Barack Obama, e de Cuba, Raúl Castro, trocaram um aperto de mãos nesta terça-feira durante a cerimônia póstuma em homenagem ao líder sul-africano Nelson Mandela, deixando de lado por alguns instantes um conflito que dura mais de meio século.

Seguindo o legado de conciliação deixado por Mandela, Raúl sorriu ao receber o cumpr Leia mais

10 de dezembro de 2013
por Esmael Morais
13 Comentários

Gaeco faz megaoperação antes de ser “extinto” no Paraná

Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado realiza na manhã desta terça o que poderá ser sua última atividade antes de ser extinto!; hoje, Conselho Superior do Ministério Público analisa se concede licença para o promotor Cid Vasques continue à  frente da Secretaria de Segurança Pública; promotor Leonir Batisti acusa o colega secretário de dificultar o combate à  corrupção ao propor rodízio de policiais no grupo que age como braço armado do MP, o que, segundo Batisti, significará o fim do Gaeco no Paraná.

Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado realiza na manhã desta terça o que poderá ser sua última atividade antes de ser extinto!; hoje, Conselho Superior do Ministério Público analisa se concede licença para o promotor Cid Vasques continue à  frente da Secretaria de Segurança Pública; promotor Leonir Batisti acusa o colega secretário de dificultar o combate à  corrupção ao propor rodízio de policiais no grupo que age como braço armado do MP, o que, segundo Batisti, significará o fim do Gaeco no Paraná.

O Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), o braço policial do Ministério Público do Paraná (MP), realiza na manhã desta terça (10) uma megaoperação que poderá ser a última antes de ser “extinto”, conforme afirmou ontem (clique aqui) o coordenador da força-tarefa Leonir Batisti. ... 

Leia mais

10 de dezembro de 2013
por Esmael Morais
3 Comentários

Uruguai deve aprovar hoje Lei da Maconha

da Agência Brasil/EBC

O Uruguai deve se converter, nesta terça-feira (10), no primeiro país a legalizar e a regulamentar a produção, a venda e o consumo da marijuana (maconha). O polêmico projeto de lei, defendido pelo presidente uruguaio Jose Pepe! Mujica e aprovado pela Câmara dos Deputados, será votado pelo Senado, onde o governo tem 17 dos 30 legisladores.

Vinte e oito mil uruguaios !“ 5% da população entre 15 e 65 anos !“ fumam um cigarro de maconha por dia. Segundo a Junta Nacional de Drogas do Uruguai, 22 toneladas de marijuana são vendidas anualmente no Uruguai !“ o dobro do ano passado.

Consumir drogas (mesmo as mais fortes, como a cocaína ou o crack) não é considerado crime no Uruguai. Foi permitido, por decreto, há 40 anos. A lei só proíbe comprar e vender.

Essa contradição beneficia os narcotraficantes. Como o consumo é permitido e o comércio é proibido, criamos um mercado cativo para o crime organizado, que comercializa a droga sem qualquer controle!, explicou, em entrevista á Agência Brasil, o deputado governista Julio Bango, autor do projeto. Com a venda de maconha, os traficantes faturam US$ 40 milhões anuais.

Segundo Bango, o governo tinha duas opções para combater o narcotráfico: proibir o consumo de maconha (algo que dificilmente conseguiria implementar) ou legalizar e regulamentar o comércio. à‰ melhor que o Estado assuma o controle e coloque limites, do que os narcotraficantes ditem as regras!.

No Uruguai, a maconha é a quarta droga mais consumida, depois do álcool, do tabaco e dos psicofármacos. Nenhuma das quatro faz bem á saúde e a ideia não é promover o consumo da maconha!, explicou. O que queremos é justamente regulamentar o comércio da maconha, como fazemos com as outras três!.

Com a nova lei, qualquer pessoa residente no Uruguai, maior de 18 anos, terá direito a comprar até 40 gramas de maconha por mês na farmácia !“ a preços inferiores aos do narcotraficantes. Mas pr Leia mais

10 de dezembro de 2013
por Esmael Morais
20 Comentários

Dilma Rousseff vence no primeiro turno, diz Paraná Pesquisas

O diretor da Paraná Pesquisas, Murilo Hidalgo, afirma que se as eleições fosse hoje a presidenta Dilma Rousseff (PT) seria reeleita, caso seus adversários fossem o senador Aécio Neves (PSDB-MG) e o governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB).

Segundo sondagem nacional feita pelo instituto, a presidenta teria 47,2% das intenções de voto. Somados, Aécio e Campos, teriam 31,8%.

A presidente também teria uma vantagem de 10 pontos, caso o candidato tucano fosse o ex-governador de São Paulo, José Serra.

A ex-senadora tem melhor desempenho que Campos na pesquisa. Ela tem 24,5% das intenções de voto, ante 42,5% de Dilma e 17,9% de Aécio, o que representa uma diferença de ínfimos 0,1% entre a intenção de voto na petista e a soma dos outros dois.

De acordo com a Paraná Pesquisas, a disputa só iria para o segundo turno em cenário cujos adversários da petista fossem Marina Silva (PSB) e José Serra (PSDB). A dupla oposicionista somaria 44,3% ante 41,08% de Dilma.

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa, embora não se declare candidato, aparece 15,6%, tecnicamente empatado com Aécio.

Hidalgo avalia que somente Marina poderá complicar a vida de Dilma e ele não descarta que a ex-senadora venha a substituir Campos na disputa, caso continue patinando nas pesquisas.

Aprovação

Entre junho e dezembro, a aprovação do governo de Dilma subiu de 50% para 56%. A desaprovação passou de 44% para 39%. Apesar dessa melhora, temos um índice alto de desaprovação. Não é um número que traga tranquilidade!, diz Hidalgo.

Dilma também tem a rejeição mais alta entre todos os candidatos, 27,6%. Os nomes com os menores índices de rejeição são justamente os de Marina (6,9%) e Barbosa (5,0%). A margem de erro da pesquisa é de 2%.

Acerca da pesquisa

A Paraná Pesquisas entrevistou 2,250 eleitores maiores de 16 anos, em 158 municípios brasileiros, entre os dias 3 e 7 de dezembro. A margem de erro é de 2% para mais ou para menos.

Veja os cenários da Paraná Pesquisas:

Com informações do jornal Gazeta do Povo.

Leia mais

10 de dezembro de 2013
por Esmael Morais
31 Comentários

Coluna do André Vargas: “Como Beto Richa conseguiu quebrar as finanças do Paraná”

André Vargas, em sua coluna desta terça, faz "necropsia" do governo Beto Richa; ao relatar motivos da quebradeira do Paraná, petista compara "desgoverno" tucano com a gestão de Requião, a quem elogia, e divide culpa do caos financeiro no estado com o senador àlvaro Dias, que teria indicado Luiz Carlos Hauly para a Secretaria da Fazenda (ele deixou o cargo recentemente); colunista questiona motivos de o tesouro estadual querer empréstimos sendo que arrecadará R$ 30 bilhões em 2014; vice-presidente da Câmara afirma que este governo não tem rumo, não tem identidade e nenhuma marca! e ao final crava uma pergunta: o que Beto Richa fez a não ser gastar mais recursos em consertos de veículos do que em manutenção de estradas e vias?!; leia o texto.

André Vargas, em sua coluna desta terça, faz “necropsia” do governo Beto Richa; ao relatar motivos da quebradeira do Paraná, petista compara “desgoverno” tucano com a gestão de Requião, a quem elogia, e divide culpa do caos financeiro no estado com o senador àlvaro Dias, que teria indicado Luiz Carlos Hauly para a Secretaria da Fazenda (ele deixou o cargo recentemente); colunista questiona motivos de o tesouro estadual querer empréstimos sendo que arrecadará R$ 30 bilhões em 2014; vice-presidente da Câmara afirma que este governo não tem rumo, não tem identidade e nenhuma marca! e ao final crava uma pergunta: o que Beto Richa fez a não ser gastar mais recursos em consertos de veículos do que em manutenção de estradas e vias?!; leia o texto.

por André Vargas* ... 

Leia mais