3 de dezembro de 2013
por Esmael Morais
40 Comentários

Não basta prender. Globo quer agora evitar emprego de Dirceu

do Brasil 247 A Rede Globo, através do Jornal Nacional, publicou reportagem, exclusiva, contra os proprietários do hotel Saint Peter, que se ofereceu emprego ao condenado na Ação Penal 470, José Dirceu. O JN, encontrou o suposto presidente da empresa administradora do hotel de Brasília que ofereceu o salário de R$ 20 mil ao ex-secretário da Casa Civil. A reportagem mostra que o homem mora em uma área pobre, no Panamá. E trabalha como auxiliar de escritório em uma empresa de advocacia.

O telejornal destaca que um dos sócios do hotel, Paulo Masci de Abreu, é irmão de José Masci de Abreu, presidente do PTN, informação que já foi divulgada pela grande mídia. Mas a reportagem aponta que Paulo Masci de Abreu é apenas um sócio minoritário. Tem uma cota, no valor de R$ 1, como mostra um contrato social. Todas as outras cotas, que somam R$ 499 mil, pertencem à  uma empresa estrangeira, Truston International Inc, com sede na cidade do Panamá.

A Globo foi então atrás desta empresa e descobriu que o presidente da Truston é um cidadão panamenho, José Eugenio Silva Ritter. Ele também aparece ligado a mais de mil empresas em um site criado por um ativista anticorrupção. O procurador da Truston no Brasil, como mostra o contrato do hotel Saint Peter, é Raul de Abreu, filho de Paulo Masci de Abreu, que disse à  reportagem que José Eugênio Silva Ritter é um empresário estrangeiro que foi apresentado por meio de um advogado. Também afirmaram que a empresa presta contas a José Eugênio regularmente.

No Panamá, o JN localizou o presidente da empresa que administra o hotel Saint Peter, que mora em uma rua de um bairro pobre na periferia da Cidade do Panamá. Ele estava lavando o carro na porta de casa quando a reportagem chegou. Ritter disse que trabalha em um escritório de advocacia, o Morgan y Morgan, há mais de 30 anos. E reconheceu que aparece mesmo como sócio de muitas empresas mundo afora. E que isso ocorreria justamente por ele trabalhar na Morgan y Morgan.

Ao JN, a advogada de Paulo Masci de Abreu, Rosane Ribeiro, informou que a sócia majoritária da Truston International é a nora dele, a empresária Lara Severino Vargas, e que ela vendeu a Paulo de Abreu o controle acionário do hotel Saint Peter.

Embora a reportagem tenha um teor que pode ser considerado grave, não há qualquer acusação direta que caia sobre José Dirceu.

Leia mais

3 de dezembro de 2013
por Esmael Morais
15 Comentários

Lerner reúne crias políticas, Fruet e Richa, em evento da ACP

Este blog vem mostrando, há dias, certa sintonia fina entre Richa e Fruet; ontem, porém, fizeram teste de DNA e comprovaram serem filhos políticos de Jaime Lerner; prefeito e governador veneraram o homem considerado o pior governador que o Paraná já teve; talvez seja desbancado pelo tucano em breve; ex-governador foi homenageado pela Associação Comercial do Paraná, antro do conservadorismo e vanguarda do atraso no estado, no decadente Clube Curitibano.

Este blog vem mostrando, há dias, certa sintonia fina entre Richa e Fruet; ontem, porém, fizeram teste de DNA e comprovaram serem filhos políticos de Jaime Lerner; prefeito e governador veneraram o homem considerado o pior governador que o Paraná já teve; talvez seja desbancado pelo tucano em breve; ex-governador foi homenageado pela Associação Comercial do Paraná, antro do conservadorismo e vanguarda do atraso no estado, no decadente Clube Curitibano.

A Associação Comercial do Paraná (ACP), antro do conservadorismo e do atraso, concedeu ontem (2) a Comenda Barão do Serro Azul ao ex-prefeito de Curitiba e ex-governador do Paraná Jaime Lerner. ... 

Leia mais

3 de dezembro de 2013
por Esmael Morais
16 Comentários

PPL rompe com presidenta Dilma e anuncia apoio a Eduardo Campos

Campos cresce partidariamente, mas ainda patina nas pesquisas de opinião; de acordo com Cláudio Fajardo, dirigente no Paraná, PPL rompe com Dilma e PT ao anunciar apoio à  candidatura do governador de Pernambuco; ex-radical Movimento Revolucionário 8 de Outubro, o MR-8, acredita que o socialista! é o novo timoneiro antineoliberal no país; segundo o partido presidido por Sérgio Rubens, acabou a era Lula! quando Dilma desnacionalizou a economia e se aproximou demais da política de FHC.

Campos cresce partidariamente, mas ainda patina nas pesquisas de opinião; de acordo com Cláudio Fajardo, dirigente no Paraná, PPL rompe com Dilma e PT ao anunciar apoio à  candidatura do governador de Pernambuco; ex-radical Movimento Revolucionário 8 de Outubro, o MR-8, acredita que o socialista! é o novo timoneiro antineoliberal no país; segundo o partido presidido por Sérgio Rubens, acabou a era Lula! quando Dilma desnacionalizou a economia e se aproximou demais da política de FHC.

O Partido da Pátria Livre (PPL), sucessor do Movimento Revolucionário 8 de Outubro (MR-8), em seu 3!º Congresso Nacional, realizado no último final de semana em São Paulo, “decretou” o fim da era Lula no país. O evento contou com a presença do governador pernambucano Eduardo Campos (PSB), adversário da presidenta Dilma Rousseff em 2014. ... 

Leia mais

3 de dezembro de 2013
por Esmael Morais
8 Comentários

Triunfo já tem pronto estudo de novos pedágios na PR-445 e PR-092

Empreiteira Triunfo, dona da Econorte, quer comandar novos pedágios na PR-445 e PR-092; empresa já tem pronto estudo de viabilidade técnica e econômica de duplicação nos trechos;  quando o assunto é criar novas praças de pedágio essa turma do governo Beto Richa (PSDB) é muito rápida.

Empreiteira Triunfo, dona da Econorte, quer comandar novos pedágios na PR-445 e PR-092; empresa já tem pronto estudo de viabilidade técnica e econômica de duplicação nos trechos; quando o assunto é criar novas praças de pedágio essa turma do governo Beto Richa (PSDB) é muito rápida.

A empreiteira Triunfo, dona da concessionária de pedágio Econorte, já tem pronto o estudo da duplicação de dois trechos da PR-445 e PR-092 e, por óbvio, implantação de novas praças de pedágio nas regiões Norte Pioneiro e Norte do Paraná. ... 

Leia mais

3 de dezembro de 2013
por Esmael Morais
13 Comentários

Pós-CPI: Richa ameaça, outra vez, cortar subsídio de R$ 100 mi ao transporte coletivo de Curitiba

O governador Beto Richa (PSDB) estuda acabar com o subsídio de R$ 100 milhões ao ano para a Rede Integrada de Transporte (RIT), que permite que usuários de Curitiba e mais 13 municípios da região metropolitana paguem a mesma tarifa.

O tucano deverá tomar a decisão tendo como base o relatório final da CPI do Transporte, concluída semana passada pela Câmara Municipal de Curitiba, que afirma haver “gordura” de R$ 0,48 no preço da tarifa. O presidente da comissão, vereador Jorge Bernardi (PDT), advoga a tese de que a tarifa tem que baixar para R$ 2,22.

Além de Bernardi, que é líder do PDT no legislativo municipal, partido prefeito Gustavo Fruet, o governador Beto Richa também se apoia em parecer do Tribunal de Contas do Estado (TCE), que analisou contratos e planilhas de custo do sistema de ônibus em Curitiba. No relatório, produzido em setembro, órgão afirma que a passagem de ônibus deveria custar, no máximo, R$ 2,25 aos passageiros.

O subsídio concedido pelo governo do estado serve para compensar o valor da tarifa técnica da passagem, ou seja, aquela que é efetivamente paga à s empresas. Enquanto os usuários arcam com R$ 2,70, as empresas de ônibus recebem, atualmente, R$ 2,99 por cada passageiro transportado.

Depois dos protestos de junho nas ruas da capital, Fruet reduziu a tarifa nas linhas da Rede Integrada de Transporte de R$ 2,85 para R$ 2,70, equivalente a 5,23%, que vigora desde 1!º de julho.

No esforço para garantir a tarifa em R$ 2,70, até o presidente da Câmara, Paulo Salamuni (PV), se somou ao esforço ao destinar R$ 10 milhões de sobra do orçamento para os cofres municipais.

Como confusão pouca é bobagem, de posse do relatório da CPI do Transporte, vereadores de todos os partidos se movimentam no sentido de cobrar de Roberto Gregório da Silva Junior, presidente da Urbs (Urbanização de Curitiba S/A), a empresa que gerencia o transporte em Curitiba, que reduza a tarifa do ônibus para R$ 2,20 conforme determinou a comissão de investigação presidida pelo líder do partido do prefeito Fruet.

Na prática, a CPI do Transporte deu a Richa o álibi que precisava: a tarifa tem uma gordura e o município não precisa de subsídio do governo do estado; ou a CPI é laranja?

Leia mais

3 de dezembro de 2013
por Esmael Morais
17 Comentários

Genoino renuncia ao mandato e evita cassação na Câmara

da Agência Câmara, via Brasil 247O deputado licenciado José Genoino (PT-SP) apresentou há pouco a carta de renúncia de seu mandato parlamentar à  Mesa Diretora. A comunicação foi feita pelo 1!º vice-presidente da Câmara dos Deputados, Andre Vargas (PT-PR), durante reunião da Mesa, um pouco antes da decisão final sobre a abertura ou não de processo de cassação de seu mandato.

O 2!º secretário da Mesa, deputado Simão Sessim (PP-RJ), acrescentou que o pedido oficial de renúncia foi apresentado quando a votação da cassação já havia iniciado e a maioria dos votos era pela abertura do processo.

O diretor-geral da Câmara, Sergio Sampaio, disse que, mais tarde, vai divulgar comunicado oficial sobre a possível aposentadoria ou não do agora ex-deputado. O deputado Renato Simões (PT-SP) já estava no lugar do Genoino e, segundo a Secretária Geral da Mesa, vai continuar no mandato.

Reafirma inocência

Em seu comunicado de renúncia, o agora ex-deputado José Genoino reafirmou sua inocência no caso do mensalão, pelo qual foi condenado pelo Supremo Tribunal Federal (STF) a seis anos e 11 meses de prisão em regime semiaberto.

Genoino comunicou sua renúncia destacando que iniciará nova batalha para reafirmar sua inocência. “Com história de mais de 45 anos de luta na defesa intransigente do povo brasileiro e da democracia, darei uma breve pausa nessa luta, que representa o início de uma nova batalha dentre tantas outras que já enfrentei”, afirmou.

O ex-deputado, que no momento cumpre pena domiciliar devido a seu estado de saúde, destacou que, “entre a humilhação e a ilegalidade”, prefere o risco da luta. Ressaltou ainda que não acumulou patrimônio e riqueza, agradecendo a confiança que seus eleitores depositaram nele.

Ele criticou ainda a transformação de seu processo de cassação em espetáculo.

Caso Genoino

A Câmara foi comunicada pelo Supremo Tribunal Federal (STF) da prisão de condenados no processo do mensalão e a perda dos direitos políticos por sentença criminal transitada em julgado no últim Leia mais

3 de dezembro de 2013
por Esmael Morais
20 Comentários

Governo Richa dá calote em hospital e deixa servidores públicos sem saúde na região Sudoeste

Sargento da reserva da PM Carlos Alberto Santin, do município de Enéas Marques, denuncia que atraso de 60 dias em pagamentos leva hospital de Francisco Beltrão, no Sudoeste, a suspender atendimento a funcionários públicos de 27 municípios; crise financeira se alastra no governo Beto Richa; haverá salvação?

Sargento da reserva da PM Carlos Alberto Santin, do município de Enéas Marques, denuncia que atraso de 60 dias em pagamentos leva hospital de Francisco Beltrão, no Sudoeste, a suspender atendimento a funcionários públicos de 27 municípios; crise financeira se alastra no governo Beto Richa; haverá salvação?

O sargento da reservada da Polícia Militar e advogado Carlos Alberto Santin, do município de Enéas Marques, denuncia que o Hospital São Francisco, de Francisco Beltrão, da mesma região Sudoeste, suspendeu o atendimento pelo SAS (Sistema de Assistência a Saúde) por falta de pagamento do governo Beto Richa (PSDB).  ... 

Leia mais

3 de dezembro de 2013
por Esmael Morais
94 Comentários

Lobão agride Dilma no Roda Viva: “inapta” e “estúpida”; assista

do Brasil 247

Colunista de Veja, o cantor Lobão foi o entrevistado no Roda Viva na noite de ontem, em sua nova fase, sob o comando de Augusto Nunes; no programa, não faltaram agressões à  presidente Dilma Rousseff; "Dilma é completamente inapta, não sabe falar, não sabe fazer nada. à‰ de uma estupidez galopante", disse o músico; "nem tomar sorvete na testa ela vai conseguir, porque não vai conseguir mirar a própria testa", continuou, antes de se definir como "ex-petista"; ele afirmou ainda que a "Revolução de 64" safou o Brasil de "algo bem pior", referindo-se à  chamada "ameaça comunista"; ídolo do rock nos anos 80, Lobão hoje joga no time neocon; assista ao vídeo.

Colunista de Veja, o cantor Lobão foi o entrevistado no Roda Viva na noite de ontem, em sua nova fase, sob o comando de Augusto Nunes; no programa, não faltaram agressões à  presidente Dilma Rousseff; “Dilma é completamente inapta, não sabe falar, não sabe fazer nada. à‰ de uma estupidez galopante”, disse o músico; “nem tomar sorvete na testa ela vai conseguir, porque não vai conseguir mirar a própria testa”, continuou, antes de se definir como “ex-petista”; ele afirmou ainda que a “Revolução de 64” safou o Brasil de “algo bem pior”, referindo-se à  chamada “ameaça comunista”; ídolo do rock nos anos 80, Lobão hoje joga no time neocon; assista ao vídeo.

O programa Roda Viva, hoje sob o comando de Augusto Nunes, colunista de Veja e militante político, já viveu dias melhores. Na noite de ontem, o entrevistado do programa, pago pelo governo de São Paulo, foi o cantor Lobão, também colunista de Veja e autor do livro “Manifesto do Nada na Terra do Nunca”. ... 

Leia mais

3 de dezembro de 2013
por Esmael Morais
4 Comentários

Breno Altman: Datafolha retrata avanços e perigos para Dilma

por Breno Altman*, especial para o 247

A cada pesquisa divulgada nos últimos meses, confirma-se a curva de recuperação do governo Dilma Rousseff e a consolidação de seu favoritismo para as eleições de 2014. Os números da última enquete do Datafolha não fogem desse registro. Cinco meses depois das manifestações de junho, o índice dos que acham seu governo ótimo ou bom pulou de 30% para 41%, enquanto as avaliações negativas despencaram de 25% para 17%.

Para cada brasileiro que gostava da gestão petista, em seu pior momento político, havia outro que a detestava. Atualmente, a cada eleitor que vaia, há outros dois que aplaudem a administração. Da mesma maneira que nenhum colapso econômico ou social esteve na origem do fosso junino, a recuperação acelerada de popularidade tampouco se apoia sobre feitos formidáveis. Mas revela-se um aparente retorno à  confluência entre os interesses de classe, o ânimo diante do governo e a disposição de voto. Não é pouca coisa.

O bloco de candidaturas oposicionistas, que chegou a ostentar de 52% a 56% das intenções eleitorais em outubro, dependendo dos postulantes, desidratou para algo entre 33% e 41% em menos de dois meses. A titular do Planalto, nesse mesmo período, pulou de uma faixa que variava de 37% a 40% para outra entre 41% e 45% das simpatias eleitorais. Se o ex-presidente Lula estivesse no páreo, a diferença seria ainda mais acachapante.

Pode-se interpretar que a reação de Dilma à s manifestações, tratando-as como protestos legítimos e respondendo a suas reivindicações através dos célebres cinco pactos, foi o freio de arrumação que deteve a queda e assentou o caminho da recuperação. A oposição de direita, também surpreendida pelas ruas, não tinha repertório para encantar as multidões mobilizadas, que pediam mais reformas e mais Estado.

A presidente sinalizou que aceitava os desafios de mudanças no governo, como contraposição à  mudança de governo. Apesar de algumas propostas lançadas por Dilma terem sido mortas no nascedouro, especialmente a convocação de uma Constituinte para a reforma política, o esforço de diálogo deteve a avalanche social e refez paulatinamente os vínculos de confiança construídos com as camadas populares ao longo da trajetória do PT e do governo Lula.

Não é à  toa que o programa mais empolgante tenha sido o Mais Médicos. Além de enfrentar um problema crucial na vida dos mais pobres, escancarou o caráter elitista e antipopular das classes dominantes, externado pela aliança entre os partidos conservadores, a mídia tradicional e boa parte das entidades médicas.

Leia mais

3 de dezembro de 2013
por Esmael Morais
29 Comentários

Coluna do André Vargas: “Enquanto Richa faz vergonha nacional, Dilma leva Educação ao interior”

André Vargas, em sua coluna desta terça, discorre sobre a extensão da UFPR, que leva ao interior do Paraná "um naco de esperança aos jovens"; inevitável, o colunista compara ações do governo Dilma para universalização do ensino público com o que ele considera "vergonha nacional" do governo Richa na Educação, outrora bem avaliada; Graças ao descalabro administrativo em curso no governo Beto Richa, será bem-vinda a ampliação da oferta [pelo governo federal] de formação de nível superior a diversas regiões deprimidas social e economicamente no estado!, propugna o vice-presidente da Câmara; leia o texto.

André Vargas, em sua coluna desta terça, discorre sobre a extensão da UFPR, que leva ao interior do Paraná “um naco de esperança aos jovens”; inevitável, o colunista compara ações do governo Dilma para universalização do ensino público com o que ele considera “vergonha nacional” do governo Richa na Educação, outrora bem avaliada; Graças ao descalabro administrativo em curso no governo Beto Richa, será bem-vinda a ampliação da oferta [pelo governo federal] de formação de nível superior a diversas regiões deprimidas social e economicamente no estado!, propugna o vice-presidente da Câmara; leia o texto.

por André Vargas* ... 

Leia mais