2 de dezembro de 2013
por Esmael Morais
7 Comentários

Em resposta a Gleisi, governo Richa jura que não “cochila” no expediente

O governador Beto Richa (PSDB) escalou, nesta segunda (2), o Instituto Ambiental do Paraná (IAP) para responder a ministra-chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann (PT), que hoje disse que o tucano perde recursos por que “cochila” no governo (clique aqui para relembrar).

Em uma resposta técnica, evitando o confronto direto, Richa jura que não “cochila” de jeito nenhum. O IAP informa que o Paraná se inscreveu, sim, em um edital do Cadastro Ambiental Rural (CAR) pleiteando R$ 1,2 milhão e noutro, que, segundo o órgão, prioriza somente os Biomas da Amazônia.

Neste final de semana, Gleisi e a colega do Ministério do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, em Marechal Cândido Rondon, região Oeste do Paraná, desmentiram a versão de que outros estados !” como Pará e Tocantins !” foram privilegiados com mais recursos do CAR. Segundo as ministras, o governo Richa perdeu recursos porque não inscreveu o estado no em dois editais abertos pelo programa.

A seguir, leia a íntegra da nota do governo Beto Richa:

NOTA RESPOSTA

O Instituto Ambiental do Paraná (IAP), órgão responsável pela implantação do CAR no Paraná, informa que enviou ao Ministério do Meio Ambiente o projeto para pleitear recursos para o CAR.

Em um dos editais disponibilizados pelo Ministério para o CAR, o Paraná enviou o seu projeto e aguarda o posicionamento do Ministério que, por sua vez, aguarda aprovação do Banco Mundial. Neste documento, o montante a ser financiado pleiteado pelo Estado é de R$ 1 milhão e 200 mil e o valor foi reduzido para cerca de R$ 450 mil. O montante deste recurso foi definido pelo próprio Ministério do Meio Ambiente e será custeado pelo Banco Mundial.

Como neste edital podiam ser contemplados somente áreas com Bioma Cerrado, foi possível inserir somente os municípios abrangidos por esse bioma no Paraná (7 dos 399 municípios).

As informações foram repassadas pelo próprio Ministério do Meio Ambiente durante a última Reunião Ordinária da Associação Brasileira de Entidades Ambientais (Abema), no dia 26 de novembro, em Brasília.

O outro edital gerenciado pelo Fundo Amazônia, prioriza tão somente os Biomas da Amazônia, Cerrado e Caatinga. Mesmo assim, o Estado do Paraná está pleiteando recursos em parceria com Simepar e demais ONGs do Estado.

Destaca-se que 98% do territ Leia mais

2 de dezembro de 2013
por Esmael Morais
12 Comentários

MPF defende prisão domiciliar de Genoino por 90 dias

da Agência BrasilO procurador-geral da República, Rodrigo Janot, enviou hoje (2) ao Supremo Tribunal Federal (STF) parecer a favor da prisão domiciliar para o deputado federal e ex-presidente do PT José Genoino por 90 dias. Com o parecer, o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa, vai decidir se mantém a prisão domiciliar de Genoino ou determina a volta do deputado para a Penitenciária da Papuda, no Distrito Federal.

Laudo feito por uma junta médica do Hospital Universitário de Brasília concluiu que Genoino é portador de cardiopatia que não se caracteriza como grave!. A avaliação médica foi feita a pedido de Barbosa.

No laudo de oito páginas enviado ao STF, a junta médica descreve os problemas de saúde de Genoino e diz que não é necessário tratamento domiciliar. A equipe diz que ele deve receber acompanhamento médico periódico. Pela avaliação, o ex-presidente do PT está com condição patológica tratada e resolvida.”

Segundo o procurador, nova análise da saúde do deputado deverá ser feita após 90 dias. Genoino foi condenado a quatro anos e oito meses de prisão, em regime semiaberto, na Ação Penal 470, o processo do mensalão.

No parecer enviado ao STF, Janot afirmou que o laudo comprovou que Genoino precisa de atendimento médico, uso rigoroso de medicação, além de dieta restrita. Segundo o procurador, o sistema prisional não garante a Genoino os cuidados médicos de que ele necessita. “Ressalte-se que ao Estado incube o dever de cuidado, assistência e proteção à  saúde do preso, não sendo possível sua omissão diante de situação que imponha risco real e iminente ao condenado de ter agravado seu estado de saúde ou até vir a óbtito, caso não receba o atendimento adequado”, disse o procurador.

Leia mais

2 de dezembro de 2013
por Esmael Morais
9 Comentários

TCE suspende licitação milionária para propaganda da prefeitura de Curitiba

Secretário Municipal da Comunicação, Gladimir Nascimento, não conseguiu realizar licitação de R$ 100 milhões para contratar propaganda; TCE suspendeu liminarmente, nesta segunda (2), concorrência milionária para contratar 4 empresas; agências que atendem governo do estado permanecerão atendendo Gustavo Fruet; na prática, Beto Richa continua mandando na prefeitura de Curitiba.

Secretário Municipal da Comunicação, Gladimir Nascimento, não conseguiu realizar licitação de R$ 100 milhões para contratar propaganda; TCE suspendeu liminarmente, nesta segunda (2), concorrência milionária para contratar 4 empresas; agências que atendem governo do estado permanecerão atendendo Gustavo Fruet; na prática, Beto Richa continua mandando na prefeitura de Curitiba.

O Tribunal de Contas do Estado do Paraná (TCE) suspendeu liminarmente a licitação da prefeitura de Curitiba, por quatro anos, para contratação de agências de propaganda pelo valor de R$ 100 milhões. ... 

Leia mais

2 de dezembro de 2013
por Esmael Morais
6 Comentários

Dilma deverá fazer reforma ministerial em duas etapas

do Brasil 247 Se antes a expectativa era de que a reforma ministerial da presidente Dilma Rousseff ocorresse até janeiro, espera-se agora que as trocas aconteçam em duas etapas, e se estendam até meados de abril. Pelo menos 13 ministros devem deixar suas pastas para disputar cargos, principalmente de governador, nas eleições de 2014. O limite para a saída é seis meses antes do pleito, que acontece em outubro.

A mudança no plano acontece após a defesa, pelo ex-presidente Lula, de que se nomeie aliados políticos em alguns dos ministérios que devem ficar vagos. A presidente ganha então mais tempo para articular com partidos da base aliada, de quem irá analisar as indicações para os cargos e quem formará o grupo de apoio à  candidatura à  reeleição ao Palácio do Planalto da candidata do PT.

A estratégia é segurar as siglas que hoje compõem a base de sustentação do governo no Congresso, lutando para que elas não se sintam insatisfeitas e passem a apoiar o ex-aliado petista e governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), e sua nova parceira Marina Silva. Uma reforma menor deve ser feita primeiro, em janeiro, e outra, movimentando cerca de dez nomes, aproximadamente dois meses depois.

Assessores da presidente afirmam que a petista tem consciência sobre o fato de que a demora para realizar a reforma causa atritos na base. Alguns exemplos de aliados que querem indicar seus filiados à s pastas são o PMDB, que escolheu o nome do senador Vital do Rêgo (PB) para o ministério da Integração, e o PDT, que almeja o cargo de titular do Trabalho, mas corre o risco de ficar sem o posto caso não anuncie logo apoio a Dilma.

Alguns critérios para que os ministros saiam antes ou depois do Executivo nacional têm relação direita com as eleições. A ministra Gleisi Hoffmann (Casa Civil), por exemplo, que pretende disputar o governo do Paraná, deve deixar o cargo antes para se dedicar à  campanha e se defender dos ataques que têm recebido do tucano Beto Richa. Já o titular da Saúde, Alexandre Padilha, deve ficar mais tempo no governo, uma vez que é pouco conhecido em São Paulo, onde concorrerá pelo cargo do governador Geraldo Alckmin (PSDB). Semanas a mais à  frente do programa Mais Médicos garantirá mais visibilidade ao petista.

Outros ministros cotados para sair da equipe de Dilma Rousseff são o do Desenvolvimento, Fernando Pimentel, que lançará seu nome ao governo de Minas Gerais no ano que vem, Ideli Salvatti, da Secretaria de Relações Institucionais e possível candidata em Santa Catarina, Marco Crivella (Pesca e Aqu Leia mais

2 de dezembro de 2013
por Esmael Morais
17 Comentários

Pedágio mais caro do mundo gera bate-boca na Assembleia do PR

Presidente da Assembleia, Valdir Rossoni, depois de bate-boca com relator da CPI do Pedágio, deputado Douglas Fabrício, se comprometeu a votar requerimento nesta terça (3) que pedindo anulação no aumento do pedágio; reajuste autorizado por Richa, neste domingo, deu ao Paraná título de pedágio mais caro do mundo; aumento desmoralizou comissão de investigação, que nos bastidores é chamada de CPI dos Patetas!.

Presidente da Assembleia, Valdir Rossoni, depois de bate-boca com relator da CPI do Pedágio, deputado Douglas Fabrício, se comprometeu a votar requerimento nesta terça (3) que pedindo anulação no aumento do pedágio; reajuste autorizado por Richa, neste domingo, deu ao Paraná título de pedágio mais caro do mundo; aumento desmoralizou comissão de investigação, que nos bastidores é chamada de CPI dos Patetas!.

O deputado estadual Douglas Fabrício (PPS) bateu boca nesta segunda (2) com o presidente da Assembleia Legislativa do Paraná, Valdir Rossoni (PSDB), por causa do reajuste nas tarifas do pedágio, neste domingo (1), autorizado pelo governador Beto Richa (PSDB). ... 

Leia mais

2 de dezembro de 2013
por Esmael Morais
3 Comentários

Dra. Jozélia Nogueira fez de bobos os vereadores de Curitiba

Secretária de Estado Jozélia Nogueira, da Fazenda, deixou vereadores curitibanos chupando dedos na manhã desta segunda (2); ela deveria ter comparecido à  Câmara para discutir isenção do ICMS sobre o óleo diesel usado no transporte coletivo; parlamentares foram insensíveis, pois quiseram falar em corda na casa de enforcado; governo do estado não tem dinheiro nem para pagar o cafezinho, gasolina para viaturas da PM, enfim, até salários e 13!º ainda correm risco de não cair na conta dos servidores públicos estaduais; vereador Chico do Uberaba (PMN) recebeu e-mail de um assessor da secretária informando a ausência.

Secretária de Estado Jozélia Nogueira, da Fazenda, deixou vereadores curitibanos chupando dedos na manhã desta segunda (2); ela deveria ter comparecido à  Câmara para discutir isenção do ICMS sobre o óleo diesel usado no transporte coletivo; parlamentares foram insensíveis, pois quiseram falar em corda na casa de enforcado; governo do estado não tem dinheiro nem para pagar o cafezinho, gasolina para viaturas da PM, enfim, até salários e 13!º ainda correm risco de não cair na conta dos servidores públicos estaduais; vereador Chico do Uberaba (PMN) recebeu e-mail de um assessor da secretária informando a ausência.

A secretária de Estado da Fazenda, Dra. Jozélia Nogueira, nesta segunda (2), deu um “olé” na Câmara Municipal de Curitiba. Os vereadores a esperaram pela manhã inteira, feitos bobos, mas a moça não compareceu para falar sobre a isenção do ICMS sobre o óleo diesel usado no transporte coletivo. ... 

Leia mais

2 de dezembro de 2013
por Esmael Morais
12 Comentários

Segundo o IBGE, expectativa de vida do brasileiro sobe para 74,6 anos

da Agência BrasilA expectativa de vida ao nascer no Brasil chegou a 74,6 anos em 2012, segundo dados divulgados hoje (2) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). De acordo com a Tábua Completa de Mortalidade para o Brasil de 2012, entre 2011 e 2012, os brasileiros tiveram ganho de cinco meses e 12 dias na expectativa de vida ao nascer. O número passou de 74,1 anos em 2011 para 74,6 anos no ano seguinte.

As mulheres tiveram maior ganho: seis meses e 25 dias, chegando a 78,3 anos em 2012. Já a expectativa entre os homens subiu quatro meses e 10 dias, alcançando 71 anos.

Em uma análise retrospectiva, os dados mostram que na comparação com 1980, a população brasileira teve ganho médio de 12,1 anos já que, à  época, a esperança de vida era 62,5. Duas décadas depois, em 2000, os números mostram ganho de quatro anos e dois meses. Segundo o pesquisador do IBGE Fernando Albuquerque a tendência é que a expectativa de vida continue a crescer.

Os índices de mortalidade da população brasileira ainda são distantes de países mais desenvolvidos. Por isso, ainda vamos continuar aumentando a expectativa de vida. O Brasil ainda tem ‘gordura’ para queimar em termos de mortalidade. Além disso, a expectativa é que, com programas governamentais e não governamentais de melhoria do saneamento, transferência de renda e acesso a medicamentos, a mortalidade continue a cair!, disse.

A variação da expectativa de vida muda conforme a faixa etária do brasileiro. Para um brasileiro de 40 anos, por exemplo, a estimativa é que ele viva até os 78,3 anos. Para pessoas acima de 80 anos, a expectativa é que elas vivam nove anos e um mês a mais. A tábua completa com dados da mortalidade no Brasil foi publicada no Diário Oficial de hoje.

Leia mais

2 de dezembro de 2013
por Esmael Morais
22 Comentários

Richa perde recursos por que “cochila” no governo, diz Gleisi

A ministra-chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, nesta segunda (2), mandou avisar que o governo de Beto Richa (PSDB) “cochilou” e não se inscreveu em dois editais abertos para o Cadastro Ambiental Rural (CAR) destinado aos produtores agrícolas.

Neste final de semana, Gleisi e a colega do Ministério do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, em Marechal Cândido Rondon, região Oeste do Paraná, desmentiram a versão de que outros estados — como Pará e Tocantins — foram privilegiados com mais recursos do CAR.

De acordo com a versão da tropa de choque de Gleisi, não houve privilégio a nenhum estado. Segundo os petistas, ocorreu novo “cochilo” de Richa que deixou de cadastrar o governo do estado em dois editais abertos no programa.

Acerca do CAR

Implantado juntamente com o novo Código Florestal Brasileiro, aprovado em 2012, o CAR constitui uma base de dados que integra informações ambientais das propriedades rurais, entre elas, a situação das àreas de Preservação Permanente (APPs) e Reserva Legal, remanescentes de floresta nativa, àreas de Uso Restrito e áreas produtivas.

No Paraná
O Paraná é o 11!º Estado a implantar o cadastro, que se constitui na principal estratégia para controle e combate ao desmatamento. Após registradas, as informações passam a integrar o Sistema do Cadastro Ambiental Rural (Sicar), disponível no site www.car.gov.br.

Os produtores que fizerem o CAR têm como benefícios diretos a segurança jurídica, acesso a crédito e apoio à  regularização ambiental. O cadastro é um registro eletrônico que fica disponível para os órgãos ambientais de cada Estado.

No Paraná, de acordo com informações do governo do Estado, são 532 mil imóveis rurais, sendo 93% do total formado por pequenos agricultores; no Brasil, são Leia mais

2 de dezembro de 2013
por Esmael Morais
8 Comentários

CPI da Urbs sugere tarifa de ônibus a R$ 2,22. Vai baixar Fruet?

O vereador Jorge Bernardi (PDT), líder do governo municipal na Câmara, tem se esforçado por aí para convencer o pacato cidadão curitibano que a CPI da Urbs, que ele presidiu até semana passada, não produziu uma “pizza” relatório final. Há controversas.

Depois de muita investigação realizada a comissão chegou à  conclusão de que o preço da tarifa pode ser reduzido de R$ 2,70 para R$ 2,22. O líder do governo municipal é um dos que prega essa tese. Logo, cabe a pergunta: o prefeito vai baixar a tarifa quando?

No começo de outubro, em sua coluna neste blog, o secretário Municipal de Governo, Ricardo Mac Donald, considerado o capitão do time de Fruet, radicalizou ao propor redução da tarifa de ônibus a R$ 1 e passe livre aos estudantes (clique aqui para relembrar).

Mac Donald aponta o vale-transporte universal como mecanismo de financiamento do sistema e baixar o preço da passagem para o usuário do transporte público na capital. Ele sugere que a receita da universalização do VT vá diretamente para o operador do sistema.

Volto à  questão da controversa “CPI da Pizza”. Este blog sempre defendeu da tese de que não basta reduzir a tarifa do ônibus para R$ 2,22, como sugere o relatório final da investigação! (clique aqui para ler a íntegra).

Os vereadores da CPI da Urbs não tiveram coragem de indiciar !” sequer tiveram força para convocar o ex-prefeito Beto Richa e seu ex-procurador Ivan Bonilha !” para explicar a licitação que a comissão julga irregular.

Uma CPI que investigava o transporte e seus tentáculos, que se pretendia ser séria, deveria ter ao menos recomendado a constituição da frota pública de ônibus na capital. Não o fez. Apenas recomendou trocar uma máfia pela outra ao sugerir nova licitação.

Quanto à  redução no preço da tarifa, tal qual já ocorreu no pedágio, pode-se conjunturalmente reduzir, mas, logo em diante, aumenta-se com a mesma facilidade. Afinal de contas, as empresas e o modelo privado de gerenciamento, através da Urbs, prevê o lucro no sistema de transporte coletivo.

Leia mais

2 de dezembro de 2013
por Esmael Morais
38 Comentários

Em baixa: Barbosa é rejeitado pela maioria dos partidos

do Brasil 247As pretensões políticas de Joaquim Barbosa não encontram espaço em 2014 para 32 legendas do Brasil. Segundo pesquisa realizada pelo Estado de S.Paulo, outras oito siglas afirmam que precisariam discutir a filiação do presidente do STF para concorrer ao Planalto e apenas sete, de pequeno porte, dizem que abririam as portas para ele. O PT não quis responder ao levantamento (Leia aqui).

A intenção de se engajar na política foi revelada pelo próprio Barbosa, em outubro, durante um evento no Rio. A lei garante ao magistrado a possibilidade de se filiar a uma legenda até seis meses antes da eleição, no dia 5 de abril do ano que vem.

Desde que assumiu a relatoria da Ação Penal 470 e, em seguida, a presidência do STF, Barbosa agradou ao establishment como uma esperança à  direita de apear o PT do poder. Ironicamente indicado por Lula ao cargo, ele assumiu o primeiro lugar da fila dos inimigos do partido, redigindo e interpretando um relatório duro. No momento de aplicar as penas, foi ainda mais extremista, qualificando como de importância 01, 02 e 03 os condenados José Genoino, José Dirceu e Delúbio Soares !“ em resumo, a primeira geração de líderes do PT.

Em pesquisa Datafolha divulgada neste final de semana, ele aparece com 15% de intenções de voto. Os dois maiores candidatos da oposição, Aécio Neves (PSDB) e Eduardo Campos (PSB), aparecem atrás do juiz, com 14% e 9%, respectivamente.

Leia mais

2 de dezembro de 2013
por Esmael Morais
19 Comentários

Coluna do Marcelo Araújo: “As ruas de Curitiba estão um queijo suíço”

Marcelo Araújo, em sua coluna desta segunda, abre fogo contra o secretário Municipal de Governo e também colunista deste blog, Ricardo Mac Donald; especialista em trânsito cobra do município reparação em ruas esburacadas da capital, as quais ele compara a "queijo suíço"; ex-secretário Municipal de Trânsito, Araújo faz uma sugestão ao capitão do time do prefeito Gustavo Fruet: "recorra a um dos candidatos derrotados de peso [Rafael Greca], especialista em avaliar as condições de pavimentos"; leia o texto.

Marcelo Araújo, em sua coluna desta segunda, abre fogo contra o secretário Municipal de Governo e também colunista deste blog, Ricardo Mac Donald; especialista em trânsito cobra do município reparação em ruas esburacadas da capital, as quais ele compara a “queijo suíço”; ex-secretário Municipal de Trânsito, Araújo faz uma sugestão ao capitão do time do prefeito Gustavo Fruet: “recorra a um dos candidatos derrotados de peso [Rafael Greca], especialista em avaliar as condições de pavimentos”; leia o texto.

por Marcelo Araújo* ... 

Leia mais

2 de dezembro de 2013
por Esmael Morais
6 Comentários

Morre Déda, governador de Sergipe. PT perde um de seus maiores quadros

do Brasil 247
O governador Marcelo Déda Chagas (53) faleceu na madrugada (4h45, horário de Brasília) desta segunda-feira, 2 de dezembro de 2013. Desde setembro do ano passado, ele lutava contra um câncer no estômago. Déda se licenciou do governo no último dia 27 de maio e fazia tratamento contra a doença no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo. O governador, casado com Eliane Aquino, deixa cinco filhos. A informação sobre o falecimento foi feita pelo Twitter do próprio Déda (rede social que ele usava frequentemente, inclusive, durante todo o tratamento): “O céu acaba de ganhar mais uma estrela, Marcelo Déda voou ‘nas asas da quimera’. Paz & Bem – família Marcelo Déda”. Ainda não há informações sobre o velório e o enterro. Sabe-se apenas que o velório ocorrerá no Palácio-Museu Olímpio Campos, no centro de Aracaju.

Durante o domingo (1!º), políticos de diferentes linhas ideológicas já lamentavam o agravamento da doença e postavam mensagens de solidariedade nas redes sociais (leia aqui). Na noite do sábado (1!º), o hospital emitiu um boletim de ocorrência em que informava sobre o agravamento do quadro clínico (leia aqui). Em junho, quando foi submetido a uma delicada cirurgia – extração do baço -, Déda gravou um áudio, onde pedia orações ao povo sergipano (leia aqui).

Na luta contra a doença, Marcelo Déda deu exemplo de garra e determinação pela vida e também da sua disposição em trabalhar pelo Estado de Sergipe. Mesmo em tratamento, ele se manteve a frente do governo, em prol da aprovação do Proinveste, projeto que destinou mais de R$ 720 milhões, em recursos federais, para Sergipe. Sua ação política, neste caso, foi reconhecida até pela oposição, que em primeira votação rejeitou o empréstimo, mas diante de um canal de diálogo aberto com todas as lideranças políticas do Estado, Déda conseguiu reverter Leia mais

Esmael Morais 2009-2019. O Blog do Esmael é liberto das excludentes convenções mercantis Copyright ©. O site não cobra pelos direitos autorais, portanto, pode e deve ser reproduzido no todo ou em parte, além de ser liberado para distribuição desde que preservado seu conteúdo e o nome do autor. | A política como ela é em tempo real.

Topo