Por Esmael Morais

Vem aí mais 4 pedágios no Paraná

Publicado em 19/11/2013

Beto Richa anuncia privatização da PR-323 e criação de quatro novas praças de pedágio no Paraná; tucano garante que a cada tungada será de apenas! R$ 4,50; no deslocamento entre Maringá e Guaíra, obrigatoriamente, usuário da rodovia terá que deixar R$ 18 aos tubarões da estrada; promessa é de duplicar a o trecho; 15 anos depois, Anel da Integração!, composto pelas atuais 27 praças de pedágio, ainda aguarda cumprimento do contrato previsto nas privatizações ocorridas em 1998.

Beto Richa anuncia privatização da PR-323 e criação de quatro novas praças de pedágio no Paraná; tucano garante que a cada tungada será de apenas! R$ 4,50; no deslocamento entre Maringá e Guaíra, obrigatoriamente, usuário da rodovia terá que deixar R$ 18 aos tubarões da estrada; promessa é de duplicar a o trecho; 15 anos depois, Anel da Integração!, composto pelas atuais 27 praças de pedágio, ainda aguarda cumprimento do contrato previsto nas privatizações ocorridas em 1998.

Você acha que está ruim com as atuais 27 praças de pedágios nas rodovias paranaenses? Fique tranquilo, pois a coisa vai piorar. Vem aí mais um trecho com quatro novas praças de pedágio, segundo o governo Beto Richa (PSDB), que lançou uma PPP (Parceria Público-Privada) para duplicação da PR-323 entre as cidades de Maringá e Guaíra, na região Noroeste.

O governo do estado minimiza o surgimento de quatro novas praças de pedágio, pois, garante, será de apenas R$ 4,50 cada tungada. Portanto, para o cidadão se deslocar de Maringá até Guaíra, obrigatoriamente, terá que deixar R$ 18 aos tubarões da estrada.

Richa vai privatizar 210 km de rodovia pelo prazo de 30 anos e a promessa é que a iniciativa privada investirá R$ 1,9 bilhão no trecho.

Até agora, depois de 15 anos, o Anel da Integração, até agora não cumpriu o contrato previsto nas privatizações ocorridas em 1998.

A título de informação: corre na Assembleia Legislativa a CPI do Pedágio.