Richa falta em festa de aniversário de Barros; PT fez a festa

Deputado André Vargas, em nome do PT e de Gleisi, sob testemunha de 2 mil pessoas, ontem à  noite, pregou aliança com Ricardo Barros; governador Beto Richa, que estava na região de Maringá, desprezou festa de 54 anos de seu secretário da Indústria e Comércio.

Deputado André Vargas, em nome do PT e de Gleisi, sob testemunha de 2 mil pessoas, ontem à  noite, pregou aliança com Ricardo Barros; governador Beto Richa, que estava na região de Maringá, desprezou festa de 54 anos de seu secretário da Indústria e Comércio.

O governador Beto Richa (PSDB) torceu o nariz para a tradicional festa de aniversário do secretário de Estado da Indústria e Comércio, Ricardo Barros (PP), que completou 54 anos. O tucano estava na região de Maringá, Noroeste, segundo a Agência Estadual de Notícias.

Se o governador não compareceu, evidenciando a distância de Barros do Palácio Iguaçu, o vice-presidente da Câmara, deputado André Vargas (PT), fez a festa. Falou em nome da ministra-chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, candidata petista à  sucessão de Richa.

“Ricardo Barros, nós podemos construir juntos novos rumos para o Paraná”, pregou Vargas, diante de 2 mil convidados que lotaram o Clube Olímpico.

De acordo com o Blog do Rigon, parceiro deste blogueiro no Caderno Maringá, “Barros deve apoiar Gleisi Hoffmann ao governo do estado em 2014, como já comentou com algumas pessoas próximas”.

Conhecido nos bastidores da política como “Leitão Vesgo” — aquele que mama numa teta de olho em outras –, Ricardo Barros colocou a esposa deputada Cida Borgheti no PROS e o irmão, Silvio Barros II, no PHS.

O aniversariante sonha emplacar a mulher na vice de Richa ou o mano na vice de Gleisi. Se não conseguir esses dois objetivos ele já tem um terceiro: lançar Silvio Barros II como candidato “independente” ao governo do Paraná pela coligação (PHS-PP-PROS).

Comentários encerrados.