Polícia Militar do Paraná tem o telefone cortado por falta de pagamento

Compartilhe agora!

Nesta quarta (20), policiais militares informam que a corporação e a Secretaria da Segurança Pública do Paraná estão com os telefones cortados por falta de pagamento. Os agentes dizem que o sistema de comunicação é "pai de santo": só recebe ligações, não faz; mais cedo, este blog repercutiu informação do jornalista à‚ngelo Rigon, de Maringá, segunda qual o rombo no caixa do governo Richa bate a casa dos R$ 4 bilhões e que o 13!º salário também corre risco de não ser pago a 230 mil funcionários públicos do estado.
Nesta quarta (20), policiais militares informam que a corporação e a Secretaria da Segurança Pública do Paraná estão com os telefones cortados por falta de pagamento. Os agentes dizem que o sistema de comunicação é “pai de santo”: só recebe ligações, não faz; mais cedo, este blog repercutiu informação do jornalista à‚ngelo Rigon, de Maringá, segunda qual o rombo no caixa do governo Richa bate a casa dos R$ 4 bilhões e que o 13!º salário também corre risco de não ser pago a 230 mil funcionários públicos do estado.
“Jesus me abane”, diria o senador Roberto Requião, diante do caos administrativo no governo Beto Richa (PSDB). Quando se pensa que chegou ao limite das estripulias promovidas pelo “choque de gestão”, eis que somos surpreendidos por outras e mais outras.

Nesta quarta (20), policiais militares informam que a corporação e a Secretaria da Segurança Pública do Paraná estão com os telefones cortados por falta de pagamento. Os agentes dizem que o sistema de comunicação é “pai de santo”: só recebe ligações, não faz.

O calote nas empresas de telefonia vem ocorrendo desde setembro e atinge Curitiba e alguns municípios do interior do estado.

A crise na segurança pública paranaense vem se aprofundando cada vez mais. Na semana passada, este blog registrou que faltava combustível para viaturas da PM e do Corpo de Bombeiros. Também mostrou que não tem alimentação para os policiais em serviço (clique aqui para relembrar).

Hoje, este blog repercutiu informação do experiente jornalista à‚ngelo Rigon, parceiro no Caderno Maringá, de que o rombo nas contas do governo do Paraná estaria batendo na casa dos R$ 4 bilhões. Segundo o blogueiro maringaense, os 230 mil servidores públicos podem ficar sem o sagrado 13o salário no final deste ano.

Compartilhe agora!

Comments are closed.