Pelo Twitter, Requião debocha de adversários pró-tucano Richa

Senador Roberto Requião utiliza o Twitter, na manhã deste sábado, para debochar de aliados do tucano Beto Richa; pelo microblog, senador saúda nascimento de "viadinho" que seria fruto do cruzamento entre "Troian" e "Roma", numa clara referência aos deputados Ademar Traiano (PSDB) e Luiz Cláudio Romanelli (PMDB); ontem, em vídeo, Requião chegou pedir a prisão do governador tucano por fraude fiscal no orçamento do Paraná.

Senador Roberto Requião utiliza o Twitter, na manhã deste sábado, para debochar de aliados do tucano Beto Richa; pelo microblog, senador saúda nascimento de “viadinho” que seria fruto do cruzamento entre “Troian” e “Roma”, numa clara referência aos deputados Ademar Traiano (PSDB) e Luiz Cláudio Romanelli (PMDB); ontem, em vídeo, Requião chegou pedir a prisão do governador tucano por fraude fiscal no orçamento do Paraná.

O senador Roberto Requião (PMDB-PR) acordou este sábado (30) debochando de adversários políticos alinhados ao governador Beto Richa (PSDB).

Pelo Twitter, o peemedebista tem a seguinte sapecada matinal: “Alegria no Haras Rio Verde, nasce Ale, filho de Troian e Roma. Lindo e saudável cervo. Parabéns vovô Mussi”.

Ale seria filho de casal de veados, batizados por Requião de Troian e Roma, em homenagem aos deputados Ademar Traiano (líder de Richa na Assembleia Legislativa do Paraná) e Luiz Cláudio Romanelli (deputado licenciado do PMDB e secretário do Trabalho no governo tucano).

Os cervos pertenciam ao senador quando morava na Granja do Canguiri, residência de campo do governo do estado, mas foi doado para o empresário Luís Mussi, que os cria em seu Haras Rio Verde.

Requião diz que “Traiano comprou caixas de charutos para comemorar o nascimento de ‘Ale’ e a romaria é intensa para visitas ao ‘viadinho’ no haras do vovô Mussi”.

Deboche à  parte, ontem (29), em vídeo, o senador Roberto Requião pediu a prisão do governador Beto Richa devido à  fraude fiscal no orçamento que transforma dotação salarial em aporte (clique aqui para assistir ao vídeo e relembrar a denúncia).

Comentários encerrados.