Marco Aurélio desce o sarrafo em Barbosa: não havia motivo para o açodamento!

Publicado em 18 novembro, 2013
Compartilhe agora!

Marco Aurélio Mello, ao jornalista Josias de Souza, afirmou que não compreendeu, e aguardando justificativa de Barbosa, sobre vinda dos acusados para Brasília. Para quê? Para depois eles retornarem à  origem?!, questionou; ministro ainda disse que não havia motivo para açodamento! e que, se fosse ele, aguardaria até segunda-feira.
Marco Aurélio Mello, ao jornalista Josias de Souza, afirmou que não compreendeu, e aguardando justificativa de Barbosa, sobre vinda dos acusados para Brasília. Para quê? Para depois eles retornarem à  origem?!, questionou; ministro ainda disse que não havia motivo para açodamento! e que, se fosse ele, aguardaria até segunda-feira.
As prisões dos réus do mensalão em pleno feriado da Proclamação da República racharam o Supremo Tribunal Federal (STF). O primeiro a atirar contra o presidente da corte, Joaquim Barbosa, foi o ministro Marco Aurélio Mello.

O que não compreendi, e estou aguardando uma justificativa, foi a vinda dos acusados para Brasília. Para quê? Para depois eles retornarem à  origem?!, disse ao jornalista Josias de Souza (clique aqui).

Não havia motivo para o açodamento!, completou. Marco Aurélio afirmou ainda que teria aguardado a segunda-feira, sem dúvida alguma!, em clara oposição a Barbosa.

O ministro classificou como “impensável” a manutenção dos condenados em regime semiaberto em regime fechado.

Essa prisão ganhou contornos, nesse período, de prisões provisórias!, acrescentou Marco Aurélio. E aí surge outro descompasso: durante a tramitação do processo não foi decretada qualquer [prisão] preventiva. Seria agora, ao término?!, criticou Marco Aurélio.

Compartilhe agora!

Comments are closed.