Por Esmael Morais

Em nota, jornal de tucano põe culpa em Dilma pela ação do PCC em Cascavel

Publicado em 04/11/2013

Prezado Esmael

Com respeito a sua interpretação de que o jornal Hoje “do deputado Alfredo Kaefer! relata sobre a perda do controle pelo governador, é inveridica.

1. Não colocamos na materia em nenhum momento que o governador perdeu qualquer controle.

2.Não debitamos o sério problema da fixação dos criminosos em CASCAVEL, ao governo do Estado e sim ao sistema como um todo em escala federal.

3.Se tem algum culpado nesta história é o governo federal que faz de conta que nossa fronteira está segura e controlada. (vide série de reportagem jornal O Parana 2012)

4.As ameaças desta facção criminosa são veridicas e com certeza permeiam em outros. estados da mesma forma e expressão.

5. Se V.S. quer descer a lenha no atual governo, produza o seu material e não faça interpretação equivocada de material de orgão de imprensa que prima pela seriedade.

6. Os problemas políticos entre V.S. e Beto e seu Staff não nos dizem respeito, mas ficamos preocupados quando querem nos usar tanto como meio de comunicação como também utilizando o nome do deputado Alfredo Kaefer, que não está no dia a dia do jornal e portanto não é o responsável direto pelo editorial desta e de outras materias que o jornal realiza de forma investigativa.

7. Temos outras materias que vão sair na sequência que evidenciam que o crime tomou conta do Brasil e não só de nossa fronteira, sendo um descaso absoluto do governo federal tanto na repressão como na prevenção de se evitar o crescimento da marginalidade com projetos e ações voltadas a educação dos brasileiros.

8. Por fim gostariamos que como nós, agisse de forma ética e profissional nas interpretações, para não perder o maior patrimonio de um jornalista que é a credibilidade.

Quanto as agressoes que por força de algum beneficio direto ou indireto tenha que realizar, não utilize materias a não ser que seja dentro da verdade que a materia expressa.

Sem mais

Emilio Fernando Martini
Dir. Administrativo