De Chicago, Richa fica sabendo que falta combustível em viaturas da PM e Bombeiros

Publicado em 5 novembro, 2013
Compartilhe agora!

Enquanto Richa profere palestra sobre choque de gestão! para acadêmicos de Mestrado e Doutorado da Universidade de Chicago (EUA), no Paraná falta combustível para viaturas da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros devido a atraso em pagamentos a fornecedores; quadro real na administração estadual é bem diferente daquele pintado pelo tucano na entrevista que foi ao ar ontem à  noite no programa do apresentador Ratinho
Enquanto Richa profere palestra sobre choque de gestão! para acadêmicos de Mestrado e Doutorado da Universidade de Chicago (EUA), no Paraná falta combustível para viaturas da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros devido a atraso em pagamentos a fornecedores; quadro real na administração estadual é bem diferente daquele pintado pelo tucano na entrevista que foi ao ar ontem à  noite no programa do apresentador Ratinho.
O governador Beto Richa (PSDB) cumpre agenda oficial nos Estados Unidos, onde fala do “choque de gestão” que implanta no Paraná para acadêmicos de Mestrado e Doutorado da Universidade de Chicago. De lá, ficou sabendo que no mundo real, ou seja, nas terras das araucárias, faltou combustível ontem (4) para viaturas da Polícia Militar (PM) e do Corpo de Bombeiros. Motivo? Falta de pagamento à  empresa fornecedora de combustível.

Reportagem de Rafael Neves, no site da Gazeta do Povo, nesta terça (5), revela que “viaturas de postos da região metropolitana, como Araucária e São José dos Pinhais, tiveram que ir até um local de abastecimento no bairro Portão, na capital, em busca de combustível” (clique aqui).

O quadro real na administração estadual é bem diferente daquele pintado pelo tucano na entrevista que foi ao ar, ontem (4), no programa do apresentador Ratinho (confira o vídeo).

Compartilhe agora!

Comments are closed.