Presidente do Sindicato dos Médicos do PR nega censura, mas é autor de ação contra blogueiro na Justiça

Mário Ferrari, presidente do Sindicato dos Médicos do Paraná, processou o blogueiro petista Milton Alves, ex-presidente do PCdoB no Paraná, mas nega ser autor da ação que censura e pede R$ 15 mil de indenização; o médico, que é filiado no PCdoB, não gostou de ser chamado de pelego! e de apedeuta! no debate acerca do programa federal Mais Médicos!.

Mário Ferrari, presidente do Sindicato dos Médicos do Paraná, processou o blogueiro petista Milton Alves, ex-presidente do PCdoB no Paraná, mas nega ser autor da ação que censura e pede R$ 15 mil de indenização; o médico, que é filiado no PCdoB, não gostou de ser chamado de pelego! e de apedeuta! no debate acerca do programa federal Mais Médicos!.

O presidente do Sindicato dos Médicos do Paraná (SIMEPAR), Mário Ferrari, em nota, nesta quinta (3), disse que não é o autor do processo de censura contra o blogueiro Milton Alves. No entanto, de acordo com documento obtido por este blog (autos n!º 0035395-78.2013.8.16.0001), o médico é apresentado como titular da representação que pede R$ 15 mil de indenização por “dano moral”. O blogueiro classificou de “pelega” e “apedeuta” a entidade sindical no debate acerca do programa federal “Mais Médicos”.

“SINDICATO DOS Mà‰DICOS NO ESTADO DO PARANà – SIMEPAR, pessoa jurídica de direito privado, inscrita no CNPJ n!º 76.904.820/0001-70, com sede em Curitiba, Estado do Paraná, à  Rua Cel. Joaquim Sarmento, 177, Bom Retiro – CEP 80.520-230, representada neste ato pelo seu presidente Dr. Mario Antonio Ferrai, vem, por meio de seus advogados que ao final subscrevem, respeitosamente, perante Vossa Excelência, propor a presente Aà‡àƒO SUMàRIA DE OBRIGAà‡àƒO DE FAZER c/c PEDIDO DE ANTECIPAà‡àƒO DOS EFEITOS DA TUTELA E REPARAà‡àƒO DE DANOS…”. , diz um trecho da inicial no processo (clique aqui para ler).

Milton Alves é filiado no PT, presidiu o PCdoB do Paraná. Ferrari é filiado no PCdoB e a entidade que dirige é filiada na Central dos Trabalhadores do Brasil (CTB). O presidente do SIMEPAR disputou recentemente o Conselho Regional de Medicina (CRM-PR).

Como este blog sempre privilegia democraticamente o contraditório, publica a íntegra da nota do SIMEPAR:

Prezado Esmael,

Sobre a matéria Sindicato dos Médicos processa petista no Paraná. Motivo: defendeu a importação de médicos cubanos! é necessário que se esclareça que:

1. O Dr. Mario Ferrari, presidente do SIMEPAR, esteve licenciado do cargo entre fevereiro a setembro deste ano, portanto não participou da decisão pela abertura do processo citado na matéria.

2. O processo não tem por objetivo censurar o blogueiro, mas tão somente reparar o fato do blogueiro ter chamado o Sindicato de pelego!, agredindo dessa forma a honra e a história da entidade.

3. O SIMEPAR nunca se posicionou contra o programa mais médicos! em si. Somente cumpriu sua obrigação de defender os direitos dos médicos a contratos de trabalho justos, conforme determina a Constituição Federal e além de se posicionar contra a importação! de médicos sem a devida validação dos diplomas.

Comentários encerrados.