Por Esmael Morais

Denúncia de Welter abre crise no PT

Publicado em 24/10/2013

Encorajado por setores do PT, deputado Elton Welter diz que reafirmará denúncias de "pressão" e "ameaça" ao CNJ; órgão investiga tráfico de influência do ex-presidente do TJ, Clayton Camargo, na eleição de seu filho, Fábio, ao Tribunal de Contas do Estado. (Fotos: Gazeta do Povo); militantes petistas, dentre os quais Tarso Violin Cabral, que obteve dois votos na disputa, mesmo com apoio do RPCTV, quer que Assembleia Legislativa realize nova eleição para conselheiro.

Encorajado por setores do PT, deputado Elton Welter diz que reafirmará denúncias de “pressão” e “ameaça” ao CNJ; órgão investiga tráfico de influência do ex-presidente do TJ, Clayton Camargo, na eleição de seu filho, Fábio, ao Tribunal de Contas do Estado. (Fotos: Gazeta do Povo); militantes petistas, dentre os quais Tarso Violin Cabral, que obteve dois votos na disputa, mesmo com apoio do RPCTV, quer que Assembleia Legislativa realize nova eleição para conselheiro.

O deputado estadual Elton Welter confirma que foi “pressionado” e “ameaçado” para votar no ex-deputado Fábio Camargo na eleição para conselheiro do Tribunal de Contas do Estado (TCE). Ele jura que ficou firme e votou em Plauto Miró (DEM), que perdeu o embate.

O petista não declina nomes de quem o teria pressionado ou ameaçado, mas, se convocado, adianta, prestará depoimento ao Conselho Nacional de Justiça (CNJ) que investiga suposto tráfico de influência do ex-presidente do Tribunal de Justiça, Clayton Camargo, para eleger seu filho no colegiado de contas.

Welter ficou sozinho na Assembleia, onde é o líder da oposição. Nenhum deputado confirmou sua história. Nem mesmo do PT. Entretanto, o parlamentar começa a ganhar apoios na militância petista.

“Mas o fato é que agora devemos APOIAR o deputado Elton Welter, que pode ser uma importante testemunha nos tribunais para a anulação da eleição do TC que elegeu Fabio Camargo, ex-deputado pelo PTB e filho de Clayton”, escreveu no Facebook o professor Tarso Violin Cabral, que também concorreu à  vaga em agosto. Sua opinião ganhou simpatizantes no partido.

Assista à  reportagem da RPCTV: