Coluna do Ademar Traiano: “PT é símbolo do atraso, do rancor e da mediocridade”

Publicado em 16 outubro, 2013
Compartilhe agora!

Ademar Traiano, em sua coluna desta semana, acusa os petistas de serem profetas do apocalipse! e ironiza o fato deles ficarem apontando erros de Richa; líder do governo na Assembleia já coloca o tradicional jornal curitibano Gazeta do Povo na trincheira política da oposição; parlamentar afirma ainda que governo tucano é muito mais eficiente do que o federal no quesito geração de empregos e assevera ao final: "PT é símbolo do atraso, do rancor e da mediocridade"; leia o texto.
Ademar Traiano, em sua coluna desta semana, acusa os petistas de serem profetas do apocalipse! e ironiza o fato deles ficarem apontando erros de Richa; líder do governo na Assembleia já coloca o tradicional jornal curitibano Gazeta do Povo na trincheira política da oposição; parlamentar afirma ainda que governo tucano é muito mais eficiente do que o federal no quesito geração de empregos e assevera ao final: “PT é símbolo do atraso, do rancor e da mediocridade”; leia o texto.
por Ademar Traiano*

Escuto diariamente o PT bradar furiosamente contra Beto Richa. O governador estaria fazendo um mau governo, desastroso e catastrófico. O Paraná estaria à  beira da falência enquanto o Brasil, da “presidenta” Dilma, navegaria em um mar de prosperidade.

Questão de lógica. Se o Paraná vai tão mal quanto pintam, isso deveria se refletir nos números do desempenho da economia. Mas não é o que acontece. A realidade teima em desmentir, diariamente os candidatos a profetas do apocalipse. Pego, ao acaso, um número oficial, do Ministério do Trabalho, divulgado pela insuspeita Gazeta do Povo, segunda-feira, 14, a respeito da geração de emprego.

Os números indicam o seguinte: o Brasil gerou 1,3 milhão de empregos formais em 2012, um número 50% menor que em 2011. Agora o outro lado da moeda. Com uma população de 10,4 milhões o Paraná gerou 113,3 mil novas vagas formais de emprego. Ou seja, apesar de sua população representar cerca de 5% da população brasileira, o Paraná produziu quase 10% de todos os empregos gerados no Brasil em 2012. De cada dez empregos criados no Brasil, um foi gerado no Paraná.

A questão do emprego é apenas um item em que o Paraná obtém um resultado significativamente melhor do que a medíocre média nacional. Desde 2011, apesar da redução nas transferências federais, na perseguição mal disfarçada que os ministros petistas paranaenses movem contra o Estado, o Paraná vem crescendo !“ em todos os setores !“ acima da média brasileira.

Enquanto há insistência do governo Dilma de inventar um bizarro capitalismo sem lucro, suas intervenções desastradas na economia, sua produção de insegurança jurídica espanta os investidores do Brasil, o Paraná segue caminho inverso. O número de investidores interessados em vir para cá, gerar emprego e renda, não pára de crescer.

Um exemplo é a empresa chinesa Shineraytek/Giotek, maior indústria de lâmpadas de LED da China. Ela vai implantar no Paraná a primeira fábrica dessas lâmpadas fora da àsia. O projeto foi apresentado ao governador Beto Richa pelo presidente da empresa, Richard Chang, durante encontro no Palácio Iguaçu, na última sexta-feira.

A indústria é líder no mercado chinês e detém uma das mais modernas tecnologias de produção de lâmpadas do mundo. A previsão é que sejam investidos cerca de R$ 150 milhões na construção de uma fábrica no Paraná.

O Paraná do trabalho e do progresso está na contramão daquele do PT. O do atraso, do rancor e da mediocridade.

*Ademar Traiano é deputado estadual pelo PSDB e líder do governo Beto Richa na Assembleia Legislativa. Ele escreve à s quartas-feiras sobre governo e parlamento.

Compartilhe agora!

Comments are closed.