9 de outubro de 2013
por Esmael Morais
2 Comentários

Copom eleva a taxa básica de juros para 9,5% ao ano

da Agência BrasilO Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central (BC) elevou hoje (9) a taxa básica de juros (Selic) de 9% para 9,5% ao ano. Foi o quinto aumento seguido desde abril, dos quais quatro com variação de 0,5 ponto percentual, em linha com as expectativas dos analistas financeiros, como mostra o boletim Focus divulgado na última segunda-feira (7) pelo BC.

A ata da última reunião do Copom (dias 27 e 28 de agosto) já manifestava a tendência de a autoridade monetária manter o processo de alta da Selic. Hoje, o colegiado de diretores do BC reafirmou a disposição de dar continuidade à  elevação da taxa de juros para conter a demanda doméstica por compras e impedir o avanço da inflação, que acumula 5,86% nos últimos 12 meses.

Ao final da sétima reunião do ano, o Copom divulgou que a decisão contribuirá para colocar a inflação em declínio e assegurar que essa tendência persista no próximo ano!. A decisão do Copom foi por unanimidade e sem viés (não pode mudar até a próxima reunião do comitê, marcada para 26 e 27 de novembro).

De acordo com números do Tesouro Nacional, referentes a agosto deste ano, 22,6% da dívida mobiliária federal estavam atrelados à  Selic. Com base nesse dado, o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos calcula que cada subida de 0,5 ponto percentual na Selic equivale a acréscimo aproximado de R$ 3 bilhões/ano na dívida pública, tr Leia mais

9 de outubro de 2013
por Esmael Morais
3 Comentários

Vereador denuncia supersalários na saúde de Foz do Iguaçu

Vereador Nilton Bobato (PCdoB) denuncia supersalários na Fundação de Saúde de Foz do Iguaçu; administração Reni Pereira rebate através do assessor Budel, que afirma que diretores da OS Pró-Saúde possuíam salários complementares de até R$ 50 mil; Dr. Roberto Almeida, negou a informação. Segundo ele, seus vencimentos nunca ultrapassaram os R$ 20 mil, incluindo o que era pago pela OS.

Vereador Nilton Bobato (PCdoB) denuncia supersalários na Fundação de Saúde de Foz do Iguaçu; administração Reni Pereira rebate através do assessor Budel, que afirma que diretores da OS Pró-Saúde possuíam salários complementares de até R$ 50 mil; Dr. Roberto Almeida, negou a informação. Segundo ele, seus vencimentos nunca ultrapassaram os R$ 20 mil, incluindo o que era pago pela OS.

O veterano jornalista Rogério Bonato, em seu blog, traz denúncia feita pelo vereador Nilton Bobato (PCdoB) sobre a existência de supersalários na Fundação de Saúde de Foz do Iguaçu. Segundo o blogueiro, o parlamentar comunista apresentou uma tabela comparando os salários de “antes” R$ 9 mil — na gestão Paulo Mac Donald — e “agora” R$ 25 mil na gestão Reni Pereira (PSB). ... 

Leia mais

9 de outubro de 2013
por Esmael Morais
14 Comentários

Paulo Bernardo: “ninguém vota por causa do vice”

do Brasil 247 Na primeira manifestação do Palácio do Planalto sobre a aliança entre a ex-senadora Marina Silva e o governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), o ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, avaliou que o governo “não está preocupado” com uma provável candidatura da dupla e que a presidente Dilma Rousseff continua favorita em 2014, além de ter apoio. O petista acrescentou, porém, que “com certeza, nós vamos ter no ano que vem uma eleição muito disputada”.

Segundo Paulo Bernardo, a união entre Marina e Eduardo é positiva para ambos. No entanto, não “agrega necessariamente mais peso” à  chapa. “Acho que fizeram uma boa articulação política, pode ser que isso se desenvolva bem, pode ser que não”. “Esse movimento da Marina indo para o PSB, com certeza o saldo é positivo do ponto de vista político para eles. Eu não sei se a chapa é competitiva. Ela acrescenta para ele, mas, se você for pensar, no Brasil, ninguém vota por causa do vice. As pessoas votam no candidato”.

Quanto à s próximas eleições, o titular das Comunicações declarou que “precisa ver quem será o candidato”. Afinal, lembrou o petista, “hoje Marina diz nos jornais claramente que pode ser candidata”. “O governo não se preocupa com campanha. Quem se preocupa com isso é partido. Precisamos olhar com respeito, mas ainda há muita coisa para acontecer. Não há campanha presidencial fácil no Brasil”, disse.

O ministro acrescentou que cabe à  presidente Dilma Rousseff fazer uma boa campanha, “organizada”. Afinal, “governo bom costuma significar votos”, diz. “Acho que a presidenta está muito tranquila nesse aspecto. Está fazendo um bom governo, tem apoio. Se você olhar qualquer quadro, qualquer pessoa que entenda de eleição vai dizer que ela é favorita”, concluiu.

Leia mais

9 de outubro de 2013
por Esmael Morais
9 Comentários

PPS de Pontal do Paraná afasta vice-prefeito acusado de pedofilia

Crime de pedofilia constrange partidos políticos no Paraná; primeiro foram denúncias contra integrante do PV, depois PT e agora PPS.

Crime de pedofilia constrange partidos políticos no Paraná; primeiro foram denúncias contra integrante do PV, depois PT e agora PPS.

Nota Oficial do PPS ... 

Leia mais

9 de outubro de 2013
por Esmael Morais
70 Comentários

Coronel César Kogut no comando da Polícia Militar do Paraná

Coronel Vinicius Cezár Kogut, do 2!º Comando Regional Norte (Londrina), de Londrina, será o novo Comandante da Polícia Militar do Paraná; ele substituirá o coronel Roberson Luiz Bondaruk.

Coronel Vinicius Cezár Kogut, do 2!º Comando Regional Norte (Londrina), de Londrina, será o novo Comandante da Polícia Militar do Paraná; ele substituirá o coronel Roberson Luiz Bondaruk.

Orelha seca do blog bem instalado no Palácio Iguaçu informa que o coronel César Vinicius Kogut, do 2!º Comando Regional Norte (Londrina), de Londrina, será o novo Comandante da Polícia Militar do Paraná. Ele vai substituir o coronel Roberson Luiz Bondaruk. ... 

Leia mais

9 de outubro de 2013
por Esmael Morais
8 Comentários

Presidente da Venezuela pede superpoderes para combater corrupção e capitalismo

do Opera MundiO presidente Nicolás Maduro pediu, nesta terça-feira (08 /10), que o Legislativo da Venezuela aprove uma Lei Habilitante para poder ditar decretos com força de lei pelo período de 12 meses. Em um discurso de cerca de três horas na Assembleia Nacional do país, o chefe de Estado afirmou que a solicitação dos poderes especiais não é um capricho! e que com eles poderá travar e acelerar uma batalha profunda por uma nova ética política!.

O que vem é ofensiva total da Revolução!, disse ele, que garantiu ter um conjunto de propostas legislativas para a luta contra a corrupção, uma das bandeiras de sua gestão. De acordo com a Constituição venezuelana, o presidente tem autonomia para ditar decretos com força de lei sobre temas específicos, por um prazo pré-estipulado, mediante uma Lei Habilitante aprovada por três quintos dos integrantes da Assembleia Nacional do país.

Atualmente, o governismo venezuelano conta com 98 dos 165 parlamentares, entre deputados do PSUV (Partido Socialista Unido da Venezuela) e aliados. O nome do responsável pelo voto adicional necessário para a aprovação, até o momento alardeada pelo chavismo como certa, ainda é uma incógnita. A frase eu sou o deputado 99! foi utilizada por apoiadores do governo nos últimos dias, para demonstrar que Maduro conta com o apoio da população.

Ao anunciar, em agosto, que pediria ao Legislativo o acionamento do mecanismo, o presidente venezuelano afirmou que mudaria todas as leis para enfrentar a corrupção, se necessário. Ao governar por decreto, Maduro também acredita poder enfrentar o que denomina como uma guerra econômica! promovida pelo empresariado e pela burguesia parasitária!. A Venezuela vive um contexto de alta inflação, distorção em seis vezes do câmbio regulado em relação ao dólar no mercado paralelo e desabastecimento de produtos básicos.

O discurso era aguardado com expectativa. O recinto legislativo foi ocupado por políticos e simpatizantes chavistas, que por diversos momento Leia mais

9 de outubro de 2013
por Esmael Morais
2 Comentários

Dilminha paz e amor: “Minha fase é de grandes beijos”

da Agência BrasilA presidenta Dilma Rousseff, que participou há pouco da cerimônia em homenagem aos 25 anos da Constituição, na Câmara dos Deputados, disse que está “em uma fase de grandes beijos”, em reposta a uma jornalista. Perguntada, em seguida, se a declaração valia também para a relação com o Congresso, a presidenta completou: “com todo o Brasil”.

Ao deixar o Congresso, Dilma também se disse satisfeita com a aprovação da Medida Provisória (MP) 621, que instituiu o Programa Mais Médicos. “Fiquei muito animada com a votação.”

A Câmara aprovou na madrugada o texto principal da MP, depois de mais de seis horas de obstrução da votação por partidos de oposição e também por deputados da bancada ruralista. A votação dos destaques deve ser retomada na tarde de hoje (9). Depois de aprovada pelos deputados, a matéria segue para o Senado.

Abaixo, textos sobre a cerimônia publicados no Blog do Planalto e na Agência Câmara:

Constituição de 1988 é a mais avançada na garantia de direitos sociais, afirma Dilma

Blog do Planalto – A presidenta Dilma Rousseff participou, nesta quarta-feira (9), no Congresso Nacional, de sessão solene em homenagem aos 25 anos da promulgação da Constituição Federal. Em sua conta no Twitter, a presidenta afirmou que “a Constituição de 1988 é a mais avançada da nossa história na garantia de direitos sociais e liberdades individuais.”

Durante a sessão, Dilma recebeu do presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves, a Medalha Assembleia Nacional Constituinte. As medalhas de ouro foram cunhadas na Casa da Moeda, a pedido do presidente da assembleia, Ulysses Guimarães. As medalhas, que ficaram no cofre da Câmara durante 25 anos, foram entregues a pessoas e instituições marcantes na elaboração da Carta Constitucional.

Alves entrega Medalha Assembleia Constituinte a Dilma, Calheiros e Barbosa

Agência Câmara – O presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves, acaba de entregar a Medalha Leia mais

9 de outubro de 2013
por Esmael Morais
11 Comentários

Ratinho se filia ao Solidariedade e anuncia candidatura a deputado federal

Se um Ratinho incomoda muita gente, imagine dois... Vem aí o Ratinho candidato a deputado federal pelo Solidariedade; o moço saiu do PDT, partido pelo qual foi eleito vereador de Colombo, para ingressar na legenda liderada pelo deputado Francischini; Ratinho metropolitano quer dobrar com o secretário Ratinho Júnior, que disputará a Assembleia pelo PSC.

Se um Ratinho incomoda muita gente, imagine dois… Vem aí o Ratinho candidato a deputado federal pelo Solidariedade; o moço saiu do PDT, partido pelo qual foi eleito vereador de Colombo, para ingressar na legenda liderada pelo deputado Francischini; Ratinho metropolitano quer dobrar com o secretário Ratinho Júnior, que disputará a Assembleia pelo PSC.

O vereador José Aparecido Gotardo (PDT), conhecido como Ratinho, do município de Colombo, município da Grande Curitiba, aderiu ao troca-troca partidário no último final de semana ao se filar no Solidariedade. O pequeno camundongo metropolitano diz que vai disputar a Câmara Federal pelo novo partido. ... 

Leia mais

9 de outubro de 2013
por Esmael Morais
Comentários desativados em Batman é eleito líder do Solidariedade na Câmara dos Deputados

Batman é eleito líder do Solidariedade na Câmara dos Deputados

O deputado federal Fernando Francischini, do Paraná, foi eleito, por unanimidade, o líder do partido Solidariedade na Câmara dos Deputados, hoje (dia 8), há pouco, durante reunião da bancada da nova sigla. Francischini estará à  frente do partido até 2014. Com 23 deputados filiados, o Solidariedade já é a 8!ª maior sigla da Câmara. Na semana passada, Francischini assumiu a presidência do partido no Paraná.

Mesmo recém criado, no Paraná, o Solidariedade já passa dos 200 vereadores filiados. Isso torna o novo partido um dos maiores do Paraná em tempo recorde!, ressalta o deputado.

Eleito com mais de 130 mil votos sendo um dos deputados federais mais votados do Paraná, Fernando Francischini é um dos autores do requerimento de urgência que levou a votação o fim do 14!º e 15!º salários pagos todos os anos a senadores e deputados federais. Além disso, é do deputado Francischini um dos projetos de Lei que torna corrupção crime hediondo.

A Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado e a Comissão de Fiscalização Financeira e Controle são as comissões das quais o deputado Francischini é sempre titular. O deputado também é o presidente da subcomissão permanente para a investigação de denúncias e acompanhamento de operações policiais de combate ao crime organizado; foi membro do Conselho de à‰tica da Câmara; membro da Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania; é vice-presidente da CPI que investiga o Tráfico de Pessoas no Brasil e é o criador e presidente da Frente Parlamentar da Redução da Maioridade Penal. O parlamentar se destaca, principalmente, por ser autor de grandes projetos para a segurança pública e combate ao crime organizado.

Leia mais

9 de outubro de 2013
por Esmael Morais
9 Comentários

PSD de Sciarra diz não a Richa

por Denise Mello, via portal Banda BO namoro não é de hoje. Em maio já se falava da possibilidade do deputado Eduardo Sciarra (PSD) ser candidato a vice-governador na chapa de Gleisi Hoffmann (PT) ou na do atual governador Beto Richa (PSDB). Namoro ou apenas flerte, o fato é que a possível noiva!, no caso Sciarra, não quer nem um nem outro. Pelo menos por enquanto.

O PSD nasceu fruto de uma ousadia e hoje está consolidado como o quarto maior partido do Brasil. Em razão deste crescimento, queremos lançar candidatura própria em vários estados, e no Paraná não é diferente. Aqui, temos nomes como o empresário Joel Malucelli, que é pré-candidato ao governo, e, nessa alternativa, coloco meu nome como candidato ao Senado. Mas só em março ou abril vamos verificar melhor o quadro!, disse Sciarra em entrevista à  Banda B nesta terça-feira (8).

Egresso do PFL e do DEM, Sciarra integra a ala oposicionista do PSD, que rejeita a aliança com o PT. Por isso, há quem considere difícil uma aliança com o partido de Dilma no estado.

No Paraná, entretanto, uma corrente defende o apoio à  reeleição do governador Beto Richa. Este também busca o apoio do PSD à  sua reeleição. Para isso, indicou o deputado Reinhold Stephanes (PSD) para a chefia da Casa Civil.

PMDB

Mas o flerte tanto do PT quanto do PSDB não é tão fiel assim. E o PSD sabe disso. Os dois partidos sonham também como o PMDB, que também poderia ser pedido em casamento, mas ainda sem uma noiva definida, como no caso do PSD. Ontem, o presidente estadual do PT, deputado Enio Verri, disse que o PSD é uma das boas alternativas para a vice de Gleisi. Iríamos manter a parceria que já acontece a nível nacional!, afirmou em relação ao PSD.

Mas Verri também afirmou que o partido está conversando para atrair o PMDB. Ele confirmou que se reuniu na semana passada com o presidente estadual do partido, deputado federal Osmar Serraglio, junto com a ministra Gleisi Hoffmann.

Nós do PT temos o maior interesse em ter o PMDB conosco. Temos a vice para discutir. E admitimos coligação na proporcional!, garantiu Verri.

Já o PMDB está dividido entre a candidatura própria, que poderia ser tanto do senador Roberto Requião, quanto do ex-governador Orlando Pessuti, e uma aliança com Beto Richa ou Gleisi.

Leia mais

9 de outubro de 2013
por Esmael Morais
24 Comentários

Dilma seria reeleita com 64% no Ceará, diz Vox Populi

do Brasil 247A presidente Dilma Rousseff (PT) seria reeleita com folga no Ceará caso as eleições fossem realizadas imediatamente. A petista, segundo pesquisa do Instituto Vox Populi, teria 64% dos votos válidos contra 15% da segunda candidata, a ex-senadora Marina Silva, que filiou-se recentemente ao PSB e deve ser sagrada vice na chapa do governador de Pernambuco, Eduardo Campos. Campos, que registrou 2%, fica atrás do senador mineiro e presidenciável pelo PSDB, Aécio Neves, que obteve 6% da preferência do eleitorado cearense. Na disputa pelo governo do Estado, o senador peemedebista Eunício Oliveira, seria eleito com 42% dos votos válidos contra o deputado Mauro Filho (PROS), que aparece no segundo lugar com 14%.

Na pesquisa espontânea para a corrida presidencial, Dilma mantém a liderança junto ao eleitorado cearense, com 25% das intenções de voto. Apesar de afirmar que não será o candidato do PT, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva , foi cotado por 11% dos eleitores. Já a mais nova integrante do PSB, Marina Silva figura com 3% , enquanto o senador Aécio Neves e o ex-governador de São Paulo, José Serra (ambos do PSDB) registram 1% cada. Eduardo Campos não foi mencionado na pesquisa espontânea. Outros 52% dos entrevistados apontaram que ainda não sabem em quem irão votar nas próximas eleições.

Considerado um estado estratégico tanto pelo PT como para o PSB, em função de ser um dos maiores colégios eleitorais da Região, o Ceará foi palco de uma das mais acirradas brigas políticas dos últimos tempos. Ali, tanto o governador Cid Gomes como seu irmão, o ex-ministro e atual secretário de Saúde, Ciro Gomes, romperam com o PSB por não concordarem com os planos de uma candidatura própria rumo ao Planalto por parte da legenda socialista. Defensores ferrenhos da permanência do PSB na base governista e no apoio à  reeleição da presidente Dilma, os Ferreira Gomes deixaram o partido atirando paus e pedras contra a legenda e o presidente nacional do partido e presidenciá Leia mais