PDT e PSD podem perder deputados para o Solidariedade no Paraná

Publicado em 25 setembro, 2013
Compartilhe agora!

Ney Leprevost, de olho no Senado, pode trocar o PSD pelo Solidariedade; André Bueno e Scanavaca, do PDT, também estariam de malas prontas para o novo partido; em comum, esses parlamentares amam Richa e desprezam Gleisi; será que Batman (Francischini) finalmente encontrou Robin (Leprevost)?
Ney Leprevost, de olho no Senado, pode trocar o PSD pelo Solidariedade; André Bueno e Scanavaca, do PDT, também estariam de malas prontas para o novo partido; em comum, esses parlamentares amam Richa e desprezam Gleisi; será que Batman (Francischini) finalmente encontrou Robin (Leprevost)?
O novo partido Solidariedade, no Paraná comandado pelo deputado Francischini, poderá “cooptar” parlamentares do PDT e do PSD.

No Centro Cívico, dá-se como certa a saída de André Bueno e Fernando Scanavaca do PDT rumo à  nova agremiação.

O PSD, partido de Eduardo Sciarra, também perderia para o Solidariedade o deputado Ney Leprevost e o secretário da Casa Civil, Reinold Stephanes.

Em comum esses deputados das duas legendas têm o amor incondicional pelo governador Beto Richa (PSDB).

Tanto PSD quanto o PDT, no estado, estão mais próximo da ministra-chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, candidata do PT ao Palácio Iguaçu.

Compartilhe agora!

Comments are closed.