CPI do Ibope termina em pizza na Assembleia Legislativa do Paraná

Até as capivaras do Parque Barigui, em Curitiba, já sabiam que a CPI do Ibope, mesmo depois de 180 dias, terminaria em pizza; pior: a relatora da comissão, deputada Cantora Mara Lima (PSDB), passou recibo ao escrever no relatório que só uma investigação longa e profunda poderá esclarecer...!; ora, o que fizeram em seis meses os nobres membros da distinta CPI?; o Ibope agradece a conclusão dos trabalhos, pois continuará com seu contrato de R$ 2,3 milhões com o governo Beto Richa sem ser incomodado (e investigado).

Até as capivaras do Parque Barigui, em Curitiba, já sabiam que a CPI do Ibope, mesmo depois de 180 dias, terminaria em pizza; pior: a relatora da comissão, deputada Cantora Mara Lima (PSDB), passou recibo ao escrever no relatório que só uma investigação longa e profunda poderá esclarecer…!; ora, o que fizeram em seis meses os nobres membros da distinta CPI?; o Ibope agradece a conclusão dos trabalhos, pois continuará com seu contrato de R$ 2,3 milhões com o governo Beto Richa sem ser incomodado (e investigado).

Terminou em pizza sabor laranja a CPI criada na Assembleia Legislativa do Paraná, no final de 2012, e instalada em março deste ano para investigar crimes eleitorais cometidos pelo Ibope no Paraná.

Eis trecho da melancólica decisão da CPI depois de seis meses dias de investigação:

“Assim conclui-se que há indícios de fraude que só uma investigação longa e profunda poderá esclarecer. Para tanto recomenda-se o envio do presente relatório imediatamente aos órgãos policiais e judiciais, para que procedam ampla e rigorosa apuração”, escreveu a relatora deputada Cantora Mara Lima (PSDB).

A “CPI do Ibope”, como ficou conhecida, foi protocolada pelo ex-deputado estadual Reni Pereira (PSB) ainda no calor da disputa das eleições municipais do ano passado.

O autor da CPI, eleito prefeito de Foz do Iguaçu, no Oeste do estado, é aliado de primeira hora do governador Beto Richa (PSDB). Reni Pereira venceu a disputa com vantagem de 9%. O Ibope dizia na véspera da eleição que ele seria derrotado pelo adversário Chico Brasileiro (PCdoB) pela diferença de 7%. O erro do instituto, segundo Reni, bateu a casa dos 16%.

Mesmo sob suspeita de crime eleitoral, o Ibope Inteligência, Pesquisa e Consultoria Ltda. foi agraciado pelo governo de Beto Richa com uma licitação de R$ 2.315.520,00.

Comentários encerrados.