“Cantu é minha dobrada”, contesta deputado Pedro Guerra

Movimentação dos novatos Chico Brasileiro, ex-PCdoB, e Robson Cantu, ex-PSDB, dentro do PSD, deixam Evandro e Pedro Guerra com uma pulga atrás da orelha; Cantu é minha dobrada!, reagiu o filho do ex-ministro Alceni Guerra ao saber, pelo blog, da conexão Pato Branco-Foz e do consórcio comuno-kassabista! no Paraná.

Movimentação dos novatos Chico Brasileiro, ex-PCdoB, e Robson Cantu, ex-PSDB, dentro do PSD, deixam Evandro e Pedro Guerra com uma pulga atrás da orelha; Cantu é minha dobrada!, reagiu o filho do ex-ministro Alceni Guerra ao saber, pelo blog, da conexão Pato Branco-Foz e do consórcio comuno-kassabista! no Paraná.

O deputado federal Pedro Guerra (PSD), em contato com o blog, contestou nesta terça (10) a informação de que o empresário Robson Cantu, de Pato Branco, região Sudoeste, candidato a deputado estadual, vá dobrar com o ex-vice-prefeito de Foz do Iguaçu, Chico Brasileiro, também candidato a federal.

“A análise está correta, mas só um reparo: Cantu é minha dobrada”, afirmou Pedro, filho do ex-ministro Alceni Guerra. O parlamentar disse ainda que essa articulação para a filiação de Brasileiro e do empresário patobranquense partiu dele.

Chico Brasileiro trocou o PCdoB e Robson Cantu o PSDB pelo partido de Gilberto Kassab, ex-prefeito paulistano, que abonará suas fichas de filiação na sexta (13).

Outro candidato a federal pelo PSDB que está com a pulga atrás da orelha é o secretário de Estado de Esporte, Evandro Roman, ex-PCdoB. Ele esperava disputar sozinho à  Câmara sem concorrência do próprio partido na região Oeste, haja vista que o presidente estadual da sigla, Eduardo Sciarra, quer experimentar a majoritária (Senado ou Vice) — tanto na chapa de Gleisi Hoffmann (PT) quanto na de Beto Richa (PSDB) — qual vier primeiro.

Leia mais sobre o consórcio PCdoB/PSD:

PCdoB forma consórcio político com Kassab no Paraná

Chico Brasileiro, ex-presidente do PCdoB do Paraná, agora é Kassab

Comentários encerrados.